Confraria Floydstock

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Lendários shows em Fillmore East 1971 de Frank Zappa e Mothers serão lançados na íntegra em um novo boxset óctuplo

Material inclui a icônica jam envolvendo Zappa, John Lennon e Yoko Ono.

Todas as lendárias performances de Frank Zappa & the Mothers em junho de 1971 no Fillmore East, em Nova York, será lançada em um enorme novo conjunto de 8 CDs intitulado "The Mothers 1971".

Com lançamento marcado para 18 de março via Zappa Records/UMe, a coleção apresenta notavelmente o encore jam de Zappa em 6 de junho de 1971 no Fillmore com John Lennon e Yoko Ono. Foi produzido por Ahmet Zappa e pelo arquivista de Zappa Joe Travers.

"The Mothers 1971" também contém o infame show de Zappa em 10 de dezembro de 1971 no Rainbow Theatre em Londres, durante o qual, após uma versão de "I Want To Hold Your Hand" dos Beatles, o maestro fora atacado por um fã enlouquecido, sofrendo ferimentos graves que o deixaram cadeirante por quase um ano.

Em 1971, Zappa selecionou apressadamente a melhor das performances de Fillmore para o álbum ao vivo, Fillmore East – June 1971. Esse álbum também está na caixa "The Mothers 1971", remixado e remasterizado separadamente para uma reedição de 3 LPs deluxe.

O set do Rainbow Theatre de 12/10/1971 também recebeu uma reedição separada em vinil deluxe de 3 LPs, com uma nova mixagem e encarte de Eddie Kramer.

A apresentação do Rainbow Theatre seria a última a apresentar a formação do Mark II Mothers, com Ian Underwood nos sopros e teclados, Aynsley Dunbar na bateria, Jim Pons no baixo, Bob Harris nos teclados e backing vocals, e Howard Kaylan e Mark Volman (aka Flo & Eddie of The Turtles) nos vocais/diálogos.

Também incluído em "The Mothers 1971" está o single "Tears Began To Fall/Junier Mintz Boogie", e uma espécie de "concerto híbrido" inédito, selecionado das apresentações da banda em 1º e 3 de junho de 1971 em Scranton e Harrisburg, Pensilvânia.

A caixa também vem com um livreto de 68 páginas com uma entrevista em profundidade com Underwood (conduzida por Ahmet Zappa), além de notas de Kramer e Pons, encarte fita por fita de Travers e fotos de Henry Diltz.

Você pode conferir a arte da capa de "The Mothers 1971" logo abaixo e encomendar o álbum através do site do Zappa.

Via GUITAR WORLD.

Tracklist:

CD 1

LIVE AT FILLMORE EAST, JUNE 5, 1971 - SHOW 1

*Newly mixed by Craig Parker Adams

1. Peaches En Regalia

2. Tears Began To Fall

3. Shove It Right In

4. Status Back Baby

5. Concentration Moon - Part I

6. The Sanzini Brothers (Sodomy Trick)*

7. Concentration Moon - Part II*

8. Mom & Dad*

9. Intro To Music For Low Budget Orchestra*

10. Billy The Mountain*

11. King Kong*

CD 2

LIVE AT FILLMORE EAST, JUNE 5, 1971 - SHOW 2

Newly mixed by Craig Parker Adams

1. Peaches En Regalia

2. Tears Began To Fall

3. Shove It Right In

4. Intro To Music For Low Budget Orchestra

5. Billy The Mountain

6. Little House I Used To Live In

7. The Mud Shark

8. What Kind Of Girl Do You Think We Are?

9. Bwana Dik

10. Latex Solar Beef

11. Willie The Pimp

CD 3

LIVE AT FILLMORE EAST, JUNE 5, 1971 - SHOW 2 (cont’d)

Newly mixed by Craig Parker Adams

1. Do You Like My New Car?

2. Happy Together

3. "Any Chord Of Your Choice"

4. King Kong - Part I

5. Lonesome Electric Turkey

6. King Kong - Part II

LIVE AT FILLMORE EAST, JUNE 6, 1971 - SHOW 1

*Newly mixed by Craig Parker Adams

7. Fillmore Improvisation

8. Peaches En Regalia

9. Tears Began To Fall

10. Shove It Right In

11. Status Back Baby*

12. Concentration Moon - Part I*

13. The Sanzini Brothers (Sodomy Trick)*

14. Concentration Moon - Part II*

15. Mom & Dad*

CD 4

LIVE AT FILLMORE EAST, JUNE 6, 1971 - SHOW 1 (cont’d)

Newly mixed by Craig Parker Adams

1. The Story Of Billy The Mountain

2. Intro To Music For Low Budget Orchestra

3. Billy The Mountain

4. Chunga's Revenge

LIVE AT FILLMORE EAST, JUNE 6, 1971 - SHOW 2

Newly mixed by Craig Parker Adams

5. "Herd Of Cattle"

6. Peaches En Regalia

7. Tears Began To Fall

8. Shove It Right In

CD 5

LIVE AT FILLMORE EAST, JUNE 6, 1971 - SHOW 2 (cont’d)

Newly mixed by Craig Parker Adams

1. The Story Of Billy The Mountain

2. Intro To Music For Low Budget Orchestra

3. Billy The Mountain

4. "Conglomerate Assembly"

5. Little House I Used To Live In

6. The Mud Shark

7. What Kind Of Girl Do You Think We Are?

8. Bwana Dik

9. Latex Solar Beef

10. Willie The Pimp

11. Do You Like My New Car?

12. Happy Together

CD 6

LIVE AT FILLMORE EAST, JUNE 6, 1971 - SHOW 2 (cont’d)

Newly mixed by Craig Parker Adams

1. Well – featuring John Lennon and Yoko Ono

2. Say Please – featuring John Lennon and Yoko Ono

3. King Kong – featuring John Lennon and Yoko Ono

4. Aaawk – featuring John Lennon and Yoko Ono

5. Scumbag – featuring John Lennon and Yoko Ono

6. A Small Eternity With Yoko Ono – featuring John Lennon and Yoko Ono

BONUS TRACKS

7. Homemade Radio Spot

8. Tears Began To Fall (Single Version)

9. Junier Mintz Boogie (Single B-Side)

10. Homemade Radio Spot Outtakes

LIVE AT STATE FARM SHOW ARENA, HARRISBURG, PA, JUNE 3, 1971

Newly mixed by John Polito

11. Peaches En Regalia

12. Tears Began To Fall

13. Shove It Right In

14. Status Back Baby

15. Concentration Moon - Part I

16. The Sanzini Brothers (Burning Hoop Trick)

17. Concentration Moon - Part II

18. Mom & Dad

19. My Boyfriend's Back

20. Tiny Sick Tears

CD 7

LIVE AT STATE FARM SHOW ARENA, HARRISBURG, PA, JUNE 3, 1971 (cont’d)

Newly mixed by John Polito

1. Call Any Vegetable

2. The Story Of Billy The Mountain

3. Intro To Music For Low Budget Orchestra

LIVE AT STATE FARM SHOW ARENA, HARRISBURG, PA, JUNE 3, 1971 and LIVE AT WATRES ARMORY, SCRANTON, PA, JUNE 1, 1971

Newly mixed by John Polito

4. Billy The Mountain

LIVE AT WATRES ARMORY, SCRANTON, PA, JUNE 1, 1971

Newly mixed by John Polito

5. Willie The Pimp

6. King Kong (Outro)

LIVE AT RAINBOW THEATRE, LONDON, ENGLAND, DECEMBER 10, 1971

Newly mixed by Eddie Kramer

7. Zanti Serenade

8. Peaches En Regalia

9. Tears Began To Fall

CD 8

LIVE AT RAINBOW THEATRE, LONDON, ENGLAND, DECEMBER 10, 1971 (cont’d)

Newly mixed by Eddie Kramer

1. Shove It Right In

2. "Pain In The Ass"

3. Divan: Once Upon A Time

4. Divan: Sofa #1

5. Pound For A Brown - Part I

6. Super Grease

7. Pound For A Brown - Part II

8. Sleeping In A Jar

9. Wonderful Wino

10. Sharleena

11. Cruising For Burgers

12. "That's Your Tough Luck"

13. King Kong

14. I Want To Hold Your Hand

Assista Floor Jansen entoando "Dangerous Game" (ft. Henk Poort) de Jekyll & Hyde em show solo

Frontwoman fizera apresentações paralelamente aos compromissos de sua banda.

Assista Floor Jansen entoando "Sweet Curse" (ft. Henk Poort) do Revamp em show solo.

Nightwish: Assista Floor Jansen entoando "Nemo" em show solo.

Nightwish: Assista Floor Jansen entoando "Mama" em show solo.

Assista Floor Jansen entoando "Storm in a Glass" em show solo.

Nightwish: Assista Floor Jansen entoando "Ever Dream" em show solo.

Nightwish: Floor Jansen desaprova reunião do After Forever: "É bom deixar as coisas para o passado".

Assista Floor Jansen entoando "Agape", cover do Kadawatha.

"Se Floor Jansen sair do Nightwish a banda acaba", diz Tuomas.

A vocalista do Nightwish, Floor Jansen, disponiblizara um clipe ao vivo de sua execução da canção "Dangerous Game" (ft. Henk Poort), de Jekyll & Hyde, durante sua apresentação como artista solo em setembro último, na sala de concertos AFAS Live em Amsterdã, Holanda, como parte de sua turnê europeia, onde ela inclui, além de canções do próprio Nightwish, músicas do After Forever e Revamp (suas bandas anteriores), do Northward e sucessos que ela entoara no reality neerlandês Best Zangers (melhores cantores), do qual ela saíra vencedora em 2020.

Assista "Dangerous Game" no player abaixo:

Setlist:

• “Ever Dream” (Nightwish)
• “Storm In A Glass” (Northward)
• “Nemo” (Nightwish)
• “Mama” (Samantha Steenwijk cover)
• “Sweet Curse” (ReVamp song – com Henk Poort)
• “Dangerous Game” (from Jekyll & Hyde – with Henk Poort)
• “Euphoria” (Loreen)
• “Face Your Demons” (After Forever)
• “Winner” (Tim Akkerman cover)
• “Slow, Love, Slow” (Nightwish)
• “Shallow” (Lady Gaga & Bradley Cooper cover)
• “Strong” (After Forever)
• “Élan” (Nightwish)
• “Energize Me” (After Forever)
• “Qué Se Siente” (Rolf Sanchez)
• “Bridle Passion” (Northward)
• “Our Decades In The Sun” (Nightwish)
• “Wolf And Dog” (ReVamp)
• “The Phantom Of The Opera” (Andrew Lloyd Webber cover – com Henk Poort)

Banda de apoio:

- Marcel Fisser - Guitarra
- Serge Bredewold - Baixo
- Gregor Hamilton - Piano
- Will Maas - Teclados
- Marijn van den Berg - Bateria
- Lesley van der Aa - Backing Vocals
- Rob de Nijs - Backing Vocals

O álbum do Pink Floyd que David Gilmour não gostou por causa de Roger Waters

O Pink Floyd é considerado o líder do gênero prog rock psicodélico desde que a banda contribuiu para seu desenvolvimento e sucesso entre 1964 e 2014. Independentemente de seu sucesso, especialmente com seu icônico álbum de 1979, 'The Wall', os membros eram conhecidos por estarem envolvidos em contendas de longa duração. Na verdade, o guitarrista David Gilmour e o vocalista Roger Waters sabiam que não poderiam trabalhar juntos após o lançamento de seu álbum ‘Final Cut’. 

As tensões começaram com a produção do álbum de 1983 "The Final Cut". Era um álbum conceitual preocupado com os eventos políticos que ocorreram na América durante esse período. Waters estava muito interessado nestes temas e, como principal letrista da banda, decidiu seguir esse caminho. O álbum também incluiu algumas músicas que não eram pertinentes para estar em 'The Wall', o que criou tensão entre Gilmour e Waters.

David Gilmour não gostou de 'The Final Cut'

A produção do álbum foi bastante problemática porque Gilmour discordou de como o álbum deveria ser. Eles entravam em discussões, o que era improdutivo devido às suas ideias conflitantes. Assim, Gilmour deixou toda a produção para Waters e só esteve presente para tocar guitarra no álbum. Ele ainda recebeu créditos pela produção, mas suas ideias não foram incluídas. Ele falou sobre isso em uma entrevista em 1984 e explicou como deixou tudo nas mãos de Waters.

Veja o que Gilmour disse:

Basicamente, Roger tinha uma ideia de como ele achava que o álbum deveria ser e uma ideia muito forte de como ele queria que fosse. Eu simplesmente pensei que ele estava errado na abordagem em várias áreas, e eu disse isso a ele. Tentei sugerir algumas alterações, e ele não estava disposto a fazê-lo. Chegou ao ponto das discussões serem tão severas porque nossa visão era tão contrária na época. 

Mas ele não queria que eu continuasse produzindo porque não estávamos conseguindo nada. Era apenas que minha opinião era tão diferente que estava sendo contraproducente. Então, parei de trabalhar na produção do álbum e deixei inteiramente para ele e disse: 'Tudo bem, vá em frente e termine.' 

Então, ele teve espaço pra fazer o álbum exatamente do jeito que ele queria, e eu ia tocar guitarra quando fosse necessário. Assim foi finalizado o álbum. Pessoalmente, não gosto muito. Eu ainda acho que a minha maneira teria sido uma maneira muito melhor de fazê-lo.

Segundo o guitarrista, havia apenas três músicas boas no álbum. O resto não foi bom o suficiente para ser incluído em um álbum, em primeiro lugar. Por isso, elas foram descartadas anteriormente de ‘The Wall’. A produção também foi contraproducente porque o habitual comprometimento dos membros da banda se transformou em uma situação mais de ‘deixar de fora’. Ele afirmou que Waters achava que poderia produzir um álbum sem Gilmour, mas Gilmour acreditava que não.

Assim ele continuou:

Acho que muito da música não está à altura do padrão. Há três músicas boas nele, e acho que o resto é bem fraco. Não tenho nada particularmente contra o conceito, acho seu tom um pouco auto piedoso, pessoalmente. Há isso, e há a falta de bom material.

Metade de três boas faixas, três boas músicas e o fato de não termos nossa habitual situação de produção compartilhada. O que para mim ainda é eficaz. Mas é claro, sempre que você tem situações de concessão como essa o tempo todo, alguém vai pensar que é a maneira certa de fazer isso.

No geral, essas concessões tendem a fazer algo funcionar. Roger obviamente acha que pode produzir tudo sozinho sem minha ajuda na produção, e eu acho que não. Ele escreve a maioria das coisas, ele escreve o conceito do que está acontecendo. Portanto, ele acha que tem mais direito de dizer sobre como deve ser produzido. Eu tendo a concordar que ele provavelmente deveria ter mais direito, mas não todo o direito.

Como 'The Final Cut' foi recebido pelos críticos

Infelizmente, este álbum se tornou o último disco em que Waters apareceu. Um ano após seu lançamento, Waters deixou o Pink Floyd porque ficou desconfortável para os membros da banda trabalharem juntos. O álbum recebeu críticas mistas e se tornou o álbum menos vendido da banda. De acordo com o crítico da NME Richard Cook, este álbum retratou a ligeira decadência na escrita de Waters. 

Kurt Loder, da Rolling Stone, afirmou que este álbum deveria ser o álbum solo de Waters porque não era um bom disco para o Pink Floyd. Todas as 12 faixas foram escritas por Waters, e Nick Mason contribuiu com os efeitos sonoros enquanto Gilmour apenas tocava sua guitarra. 'The Final Cut' se tornou o álbum menos vendido da banda depois de seu álbum de 1971, 'Meddle'. 

Via Rock Celebrities.

Você pode assistir a entrevista de Gilmour em 1984 no player abaixo.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Dianne van Gierbergen e Marcela Bovio lançam novo Podcast

Are we better friends yet?” estreará no dia 21 de janeiro próximo.

Ex Libris: Mini entrevista com Dianne van Giersbergen.

As cantoras do universo do prog metal e symphonic metal, a neerlandesa Dianne Van Giersbergen (Ex Libris, Ayreon, ex-Xandria) e a mexicana radicada na Holanda, Marcela Bovio (Dark Horse, MaYan, Ayreon, Ex-Elfonia e Stream of Passion) anunciaram hoje uma nova parceria que envolve amizade e música.

Trata-se do novo podcast de ambas, o “Are we better friends yet?”, que entrará no ar na sexta-feira próxima, dia 21 e tivera seu teaser liberado, com os devidos comentários de ambas as vocalistas.

"Bem-vindos ao "Are we better friends yet?” podcast onde as vocalistas e amigas de longa data Marcela Bovio e Dianne van Giersbergen tentarão aprofundar a sua, pode dizer, amizade interessante: eles se afinam perfeitamente quando se trata de música, mas tirando isso eles pensam diferente em quase tudo! Junte-se a elas na sua jornada e prepare-se para uma boa brincadeira!

Ouça o nosso teaser aqui no Facebook ou surf na nossa página Anchor (link nos stories de hoje) para nos seguir no Spotify e/ou em várias outras plataformas de podcasts!

Marquem na agenda! O primeiro episódio completo vai ao ar na próxima semana na sexta-feira dia 21 de janeiro!" - diz o anúncio da página oficial do podcast no Facebook.

"BAM! Quem está pronto para uma nova aventura!? Eu sei que estou! Minha querida amiga Marcela Bovio e eu decidimos criar juntas o podcast "Are we better friends yet??" 🤩🎙🥳

Siga-nos no Facebook e Instagram em @arewebetterfriendyet. Encontre-nos no Spotify, Anchor e outras plataformas de podcasts!

Nosso teaser está no ar! Primeiro episódio online sexta-feira 21 de janeiro!" - declarou Dianne.

"Vocês sabem que eu e a Dianne van Giersbergen somos amigas, mas sabiam que apesar de ambas sermos cantoras de metal somos quase completamente diferentes em todos os outros aspectos? No nosso NOVO podcast "Are we better friends yet?" vamos explorar tópicos, na esperança de aprofundar a nossa amizade e nos tornar melhores amigas!!

Ouça o nosso teaser aqui no Facebook ou surfe na nossa página Anchor (link na página do Facebook) para nos seguir no Spotify e/ou em várias outras plataformas de podcasts!

Marquem na agenda! O primeiro episódio completo vai ao ar na próxima semana na sexta-feira dia 21 de janeiro!" - anunciou Marcela.

No início desta semana, Dianne, que agora à cena voltou de seu período sabático no ano passado, concedera uma mini entrevista à Confraria Floydstock, que você pode conferir AQUI.

Assista ao teaser do novo podcast "Are we better friends yet?":

Scorpions lança faixa-título de seu novo álbum "Rock Believer"; ouça

"Rock Believer", 19º álbum de estúdio do Scorpions, chegará em 25 de fevereiro próximo.

Scorpions lança clipe de "Peacemaker", canção de seu novo álbum; assista.

Ouça a faixa-título no player abaixo:

Tracklist:

"Gas In The Tank"

"Roots In My Boots"

"Knock 'Em Dead"

"Rock Believer"

"Shining Of Your Soul"

"Seventh Sun"

"Hot And Cold"

"When I Lay My Bones To Rest"

"Peacemaker"

"Call Of The Wind"

"When You Know (Where You Come From)"

A Banda:

Klaus Meine: vocal

Rudolf Schenker: guitarra

Matthias Jabs: guitarra

Pawel Maciwoda: baixo

Mikkey Dee: bateria