Confraria Floydstock

quarta-feira, 3 de agosto de 2022

'Hysteria': como o Def Leppard levou o mundo a um frenesi

"Hysteria", do Def Leppard, é um daqueles raros registros que parecem muito maiores do que a soma de suas partes. Embora superficialmente um álbum de hard rock sem sentido, seu melodismo inerente e ganchos matadores ainda atraem fãs de pop de todas as persuasões, e a crença amplamente difundida de que o disco é a declaração definitiva do grupo duradouro de Yorkshire é apoiada por uma série de influências da indústria. prêmios e vendas globais totalizando mais de 25 milhões.

As estatísticas certamente não mentem, mas também não contam toda a história. Enquanto "Hysteria" levou o Def Leppard ao auge do estrelato, sua criação foi inicialmente repleta de contratempos. De fato, em retrospectiva, parece surpreendente que o álbum tenha sido concluído.

Com seu sucesso de 1983, "Pyromania", tendo movimentado mais de 10 milhões de cópias, Leppard começou a fazer "Hysteria" em alta, mas problemas os arruinaram desde o início. O produtor da "Pyromania", Mutt Lange, deixou a banda devido à exaustão, e a banda ficou frustrada depois de passar oito meses longos e relativamente improdutivos no estúdio com seu substituto, o compositor/produtor de Meat Loaf, Jim Steinman.

Então, em 31 de dezembro de 1984, ocorreu um desastre quando o baterista Rick Allen perdeu o braço esquerdo em um terrível acidente de carro na A57, fora da cidade natal da banda, Sheffield. Compreensivelmente, o Leppard ficou devastado, mas apesar da gravidade de seu acidente, Allen estava determinado a continuar tocando.


Eu tive que parar de me comparar com o que eu costumava ser… mas também percebi que poderia fazer certas coisas que nunca poderia fazer antes”, disse Allen na época do 30º aniversário de "Hysteria", em 2017. “E percebi que poderia chutar quase tão bem com a perna esquerda quanto com a direita.

Incentivado por seus colegas de banda, Allen trabalhou com a empresa de bateria Simmons para projetar um kit personalizado, que ele tocou pela primeira vez em "Hysteria". Apresentando gatilhos eletrônicos, sua configuração de bateria revisada inadvertidamente deu ao Leppard uma dimensão totalmente nova, algo que combinava com o reorientado Mutt Lange, que retornou à cadeira do produtor quando a saúde de Allen se recuperou o suficiente para as sessões de "Hysteria" reiniciarem.

[Mutt] queria fazer de "Hysteria" uma versão hard rock de "Thriller" [de Michael Jackson]”, disse o guitarrista do Leppard, Phil Collen, ao Guitar World em 2012. "Tudo, até rock com Eddie Van Halen tocando em 'Beat It', isso realmente atraiu Mutt e a nós.

O Leppard estava familiarizado com as técnicas de estúdio exatas de Lange, mas com "High'n'Dry" e "Pyromania" ele provou que poderia obter resultados, então quando ele decidiu que queria gravar a bateria por último e capturar a maioria das partes de guitarra de Collen e Steve Clark através dos amplificadores Rockman de fone de ouvido, em vez de pilhas Marshall tradicionais, a banda alegremente o atendeu. Além disso, à medida que começaram a estocar hinos atemporais como “Rocket”, “Animal” e o incendiário “Armageddon It”, todos os envolvidos começaram a perceber que estavam criando algo excepcional.


Os fãs estavam compreensivelmente preocupados com o fato do sucessor de "Pyromania" ter demorado quatro anos, mas esses sentimentos de ansiedade evaporaram rapidamente assim que o ouviram, superconfiante e recheado de hits. De fato, o disco rapidamente fez jus ao seu título quando liderou a parada de álbuns do Reino Unido após seu lançamento, em 3 de agosto de 1987, e acabou ficando no Top 40 por 105 semanas consecutivas.

Nos EUA, dois dos singles derivados do álbum, “Animal” e a música-título chegaram ao Top 20 da Billboard Hot 100. Na parte de trás dessa música, a balada de queima lenta do álbum "Love Bites" liderou o Hot 100 em janeiro de 1989. Com o impulso em bola de neve, "Hysteria" atingiu o primeiro lugar na Billboard 200 e permaneceu na parada dos EUA por mais de três anos. durante o qual o Def Leppard se tornou uma das maiores bandas do planeta.

Superou nossas expectativas”, disse Phil Collen, refletindo sobre o momento decisivo de sua banda, em 2017. “[Com Hysteria], o objetivo não era apenas tocar para o público do rock, mas tocar para todos. E acho que conseguimos isso. Isso, para mim, é o auge da nossa carreira.

Via YAHOO.

Metallica: o conselho de Tom Jones que James Hetfield seguiu para cuidar de sua voz

Tom Jones e o vocalista do Metallica, James Hetfield, aparentemente não compartilham muito em comum, além de seu ofício compartilhado. Embora o galês esteja na casa dos 80 anos, sua voz ainda soa formidável e ele compartilhou com Hetfield o segredo de sua longevidade.

O segredo comercial deveria permanecer confidencial entre os dois. No entanto, o líder do Metallica não conseguiu guardar para si e passou para a geração mais jovem como Jones fez com ele. Se Hetfield quiser continuar se apresentando até ter a mesma idade do cantor galês, ele precisa seguir o plano que recebeu. Funcionou tão bem que ele quer compartilhar com quem o ouve.

Uma pessoa que se beneficiou do conhecimento que Jones passou para o frontman do Metallica é Frank Carter. Durante o verão, sua banda Frank Carter & The Rattlesnakes tocou em vários festivais que as lendas do metal lideraram. Como resultado, eles conseguiram iniciar um relacionamento com Hetfield, colocando Carter sob sua asa.

Continuamos esbarrando nele, e ele é um bom rapaz”, disse Carter à NME. “Ele é o rei do rock’n’roll, ele é correto. Eu assisti o Metallica outro dia. Eu estava do lado do palco assistindo ele de seu pequeno mundo de guitarra, bem, mundo enorme de guitarra, e foi tão foda. Eu tenho tentado minimizar isso, mas foi um dos melhores momentos de toda a minha vida. Eu amo o Metallica. Eu estou lá, vendo ele tocar, ele vem trocar sua guitarra e ele me dá um high five e diz, 'Espere, eu tenho algo para você!'

Carter não sabia o que esperar de Hetfield e não suspeitava que seria um presente tão saudável. O ex-vocalista do Gallows continuou: “Ele vai e pega esse punhado de coisas e depois coloca na minha mão algumas palhetas e essas pequenas pílulas de Vocalzone. Eles são esses pequenos doces para a garganta, e ele diz: 'Isso vai salvar sua vida e salvar sua garganta.'

Depois de passar a pepita de sabedoria, Hetfield revelou que foi Jones quem o colocou no Vocalzone, e Carter ficou honrado por ter recebido conselhos do lendário cantor, mesmo que fossem de segunda mão.

Carter concluiu: "Ele disse: 'Você sabe quem me colocou nisso?' Eu estou sentado lá pensando: 'Cara, alguma lenda do rock' n' roll'. Então ele diz: 'Tom fuckin' Jones', ele coloca sua guitarra de volta e volta para o palco. Eu só fico lá tipo, 'Uau, isso é doentio'".

Via FAR OUT.

Se você quiser saber se as pílulas Vocalzone funcionam, assista ao vídeo abaixo de Jones tocando 'One More Cup Of Coffee' de Bob Dylan no O2 Shepherd's Bush Empire de Londres.

terça-feira, 2 de agosto de 2022

Orianthi libera o clipe de “Light It Up”, canção de seu novo álbum; assista

Light It Up” integra “Rock Candy”, 5º álbum da guitarrista e vocalista australiana Orianthi, que chegará no dia 14 de outubro próximo, via Frontiers Music Srl.

O trabalho sucederá “O” (2020) e terá sua produção a cargo de Jacob Bunton.

Assista ao clipe de “Light It Up” no player abaixo:


Tracklist:

Illuminate (Part I)
Light It Up
Fire Together
Where Did Your Heart Go
Red Light
Void
Burning
Living Is Like Dying Without You
Witches & The Devil
Getting To Me
Illuminate (Part II)

Wacken Open Air 2022: confira os shows que terão transmissão online

Maior festival de rock e metal da Europa retorna amanhã na Alemanha.

Após 3 anos de pausa, o festival germânico Wacken Open Air está de volta em 2022.

Com as edições de 2020 e 2021 canceladas devido à pandemia da COVID_19, a administração do evento, que acontece desde 1990, promete entregar sua edição mais pujante, pra voltar em grande estilo.

E uma mostra disso é o número de concertos que serão mostrados online desta vez, o maior até aqui, confira nos diagramas abaixo a nota oficial e todas as apresentações dos artistas e bandas que serão transmitidas ao vivo, pelo site magenta musik, lembrando que o fuso-horário de Brasília, cada show começará 5 horas antes do indicado nas imagens.

"Finalmente Wacken novamente! Tivemos que ficar sem ele por tanto tempo, agora está finalmente de volta - o festival de heavy metal mais famoso do mundo. De 4 a 6 de agosto de 2022 e em 3 de agosto, a vila Schleswig-Holstein de Wacken se tornará uma meca para os metaleiros. A Telekom mostra o W:O:A 2022 na MagentaTV ou na transmissão ao vivo gratuita na MagentaMusik.

Finalmente! Depois de dois anos sendo forçado a fazer uma pausa devido à pandemia, Wacken está fazendo mosh novamente como planejado. Com muitos especiais: Duas transmissões garantem a sensação final do festival: Além das apresentações nos Palcos Harder e Faster, os destaques do Palco Louder e do Bullhead City Circus serão exibidos em uma transmissão adicional. Além disso, a Telekom já está transmitindo o programa bônus no Wacken Wednesday. Seja online ou no local : as transmissões de cinco estágios fazem os dispositivos tremerem.

Palcos Harder, Faster, Louder - o line-up:

Ansiosos por velhos conhecidos, novos destaques e músicos realmente excepcionais - o line-up do W:O:A 2022 tem muito a oferecer: pela terceira vez no Wacken Open Air deste ano, a banda finlandesa Lordi apresentará momentos metálicos. Pela primeira vez, mas de forma alguma desconhecida, é a banda Slipknot. Corey Taylor, Shawn Crahan & Co vão realmente esquentar e, junto com outras bandas como Thundermother, Powerwolf e Rose Tattoo, vão garantir experiências espetaculares em shows. Se você quiser ainda mais variedade musical, confira os shows de Alligatoah e Ann Wilson.

Devido à situação atual, ainda pode haver mudanças no programa."

Os shows transmitidos e seus respectivos horários no horário central europeu (em Brasília 5 horas a menos):

Quarta-feira (03/08)


Quinta-feira (04/08)


Sexta-feira (05/08)


Sábado (06/08)

Em novo single “Adoça A Alma”, Sylvestra Bianchi fala sobre esperança e cura emocional

A faixa “Adoça a Alma” é uma bossa nova em português e traz mensagem espiritual de esperança e de cura emocional. O novo som é um lançamento do selo musical Marã Música.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

A cantora curitibana Sylvestra Bianchi lança seu mais novo single “Adoça a Alma”. A faixa é uma bossa nova em português e traz mensagem espiritual de esperança e de cura emocional. O trabalho está disponível em todas as plataformas digitais e é um lançamento do selo musical Marã Música.

Sylvestra Bianchi lança videoclipe de “Sons of the Blue Ray”; assista.

A música chega como um convite a ouvir o coração, desapegar do sofrimento, eliminar os rancores, entender que existem as dores, mas que é possível superar adoçando a alma, se abrindo para viver a alegria na vida, onde o remédio está no coração e no interior de cada um. “Muitas vezes acabamos aprendendo no caminho da dor e de vivências sofridas, por escolhas inconscientes e até cármicas, porém existe um caminho de aprendizado por amor, quando temos consciência dos nossos atos, sentimentos, pensamentos e emoções, que é quando ouvimos nosso coração e nossa alma, compreendendo e transformando as negatividades”, acredita Sylvestra.

Ouça o single “Adoça a Alma”:

Letra (Escrita por Sylvestra Bianchi):

Fecho as portas para dor

Adoço a alma com amor

Todo mundo tem uma dor

E tem amor

Descarto todo o rancor

Hoje eu sou meu curador

Todo dia um bom humor

Com muito amor

Um novo ciclo começou 

O sofrimento terminou 

Um novo ciclo começou 

Agora aprendo com amor 


[refrão 3x]


O meu remédio tá no coração 

O meu remédio tá na minha alma

Sinta paz 

Sinta calma

Adoça a alma 

Adoça o coração.

A nova canção da artista chega, desta vez, em português. Ela foi escrita no primeiro ano da pandemia, após uma conexão espiritual vivida pela cantora. O som traz uma melodia de bossa nova, gênero com raiz brasileira e caracterizado por forte influência do samba carioca e do jazz. O produtor musical Leomaristi selecionou músicos renomados neste estilo musical para a gravação da obra.

Quando recebi esta mensagem, junto com a melodia, soube que teria que adaptar todo estilo musical de canto e instrumental. Para mim foi um desafio superado cantar uma bossa nova em português, após diversas composições em inglês e em Rock Cósmico. Precisei fazer aulas de coach vocal (e agradeço a Coach Ana Cascardo), para chegar neste resultado desafiador. A música significa muito para mim devido a clareza que tive desta conexão espiritual e a mensagem que ela traz de cura emocional”, declara Sylvestra.

A música vem acompanhada de um lyric video gravado na Chácara da Villarrica Filmes e estará disponível no canal do youtube da artista no próximo dia 11 de agosto, às 20h. Com direção da produtora Villarrica Filmes, o lyric vídeo traz imagens captadas de Sylvestra na natureza, apresentando a letra da música. Sylvestra traz novamente a energia dos elementais da natureza em seu figurino e na energia da faixa.

Sobre o que espera para o lançamento, ela conta: “A expectativa é que ao ouvir ‘Adoça a Alma’, as pessoas possam se abrir a um novo ciclo na vida com mais leveza, com mais alegria, desapegando do sofrimento e se permitindo adoçar a alma e o coração, ancorado e manifestando o amor”, finaliza.

Sylvestra Bianchi, de Curitiba, Paraná, iniciou o projeto musical em 2016, lançando a primeira música "Lightworkers" em outubro de 2019. A administradora e engenheira civil, aceitou um chamado espiritual, após mais de 10 anos na jornada de autoconhecimento e evolução espiritual, a cantar e transmitir mensagens altruístas que auxilie a todos na paz de espírito.

Na infância, Sylvestra cantava em concursos de karaokê infantil na cidade de Curitiba, resgatando o dom após uma jornada de cura interior e então criou o Rock Cósmico, para que através da música, seja transmitido mensagens espiritualistas a fim de auxiliar a todos na jornada de autoconhecimento. Anos antes do chamado ao canto, foi possível aprender sobre o mercado da música indo a diversos shows de rock pelo mundo

O Rock Cósmico recebe inspiração do plano espiritual. Já o gosto musical da artista fica com as bandas Guns n’ Roses, Kiss, Led Zeppelin, The Doors, Beatles, além das cantoras Etta James e Nina Simone, e dos artistas brasileiros Cazuza, Rita Lee, Mutantes e Tom Jobim.