Confraria Floydstock: vídeos
Mostrando postagens com marcador vídeos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador vídeos. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 14 de maio de 2021

Within Temptation lança novo álbum ao vivo e divulga clipe; ouça e assista

"The Silent Force Tour" traz a apresentação da banda neerlandesa Within Temptation no Java-Eiland Amsterdam em 2005, divulgando o álbum "The Silent Force" (2004).

Ouça no player abaixo e assista ao clipe de "Stand My Ground":

terça-feira, 11 de maio de 2021

Iggor Cavalera revisita “Refuse/Resist” em série no YouTube “Beneath the Drums”

Baterista apresenta clássico de sua carreira de maneira detalhada em seu canal

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

O baterista Iggor Cavalera lançou um novo episódio da série “Beneath the Drums” em seu canal no YouTube. A música “Refuse/Resist”, uma das mais emblemáticas de sua carreira, é o mais recente registro disponibilizado pelo músico. Os vídeos mostram Iggor tocando as músicas e explicando detalhes e curiosidades sobre criação e gravação.

Confira o novo vídeo da série:

A série Beneath the Drums foi criada para celebrar a obra do baterista e vem obtendo grande destaque nos principais veículos especializados. As músicas apresentadas anteriormente foram “Kamaitachi”; “Sanctuary”, lançada em 2008 com o Cavalera Conspiracy; além de “Territory” e “Itsari”, ambas dos anos 1990.

O baterista Iggor Cavalera lançou este ano sua conta no Patreon, onde disponibiliza conteúdos únicos e diferenciados. A plataforma é um serviço de financiamento coletivo, onde os fãs contribuem com valores pré-determinados para obter acesso exclusivo a conteúdos e recompensas. O serviço oferece um complemento ao conteúdo disponibilizado pela série Beneath the Drums.

Entre os projetos musicais atuais de Iggor Cavalera estão o eletrônico MixHell; o alternativo Soulwax e o mais recente Petbrick, duo industrial em parceria com Wayne Adams, do Big Lad. O último álbum de Iggor com o Cavalera Conspiracy, banda que tem ao lado de seu irmão Max Cavalera, é "Psychosis", de 2017.

Assista no canal de Iggor Cavalera no YouTube: www.youtube.com/IggorCavaleraDrums

sexta-feira, 7 de maio de 2021

Nancy Wilson lança "You and Me", seu 1º álbum solo; ouça e assista clipe

"You and Me", 1º álbum solo da guitarrista do Heart, Nancy Wilson, chegara hoje, via Carry On Music.

O trabalho traz uma homenagem ao saudoso guitarrista Eddie Van Halen na canção "4 Edward".

Nancy comentara:

Quando estávamos em turnê com aqueles caras (Van Halen), nos anos 80, ele [Eddie Van Halen] disse: ‘Eu gosto de como você toca violão’. Eu disse: ‘E por que você não toca mais violão’? Aí, ele respondeu: ‘Eu não tenho um violão’. Então, eu falei: ‘Como assim você não tem um violão’? Então, eu fui no ‘case’, peguei um instrumento e dei a ele.

Na manhã seguinte no hotel, ele ligou para o meu quarto e tocou para mim uma linda peça de violão. Fiquei tão emocionada e foi tão lindo, foi uma das coisas mais bonitas que eu já ouvi. Então, tentei retribuir o favor fazendo uma bela homenagem a ele

Ouça o álbum na íntegra no player abaixo:

Assista ao clipe da faixa-título:

Tracklist:

01. You And Me

02. The Rising

03. I’ll Find You

04. Daughter

05. Party At The Angel Ballroom (feat. Duff McKagan & Taylor Hawkins)

06. The Boxer (feat. Sammy Hagar)

07. Walk Away

08. The Inbetween

09. Dreams (feat. Liv Warfield)

10. The Dragon

11. We Meet Again

12. 4 Edward


Yngwie Malmsteen lança lyric video de "Wolves At The Door", canção de seu novo álbum; assista

"Wolves At The Door" integra "Parabellum", novo álbum do guitarrista Yngwie Malmsteen, que chegará no dia 23 de julho próximo, via Music Theories Recordings/Mascot Label Group.

Posso garantir que, embora possa parecer que existem teclados, tudo foi feito por mim na guitarra. Mesmo o que soa como uma introdução de piano em ‘Wolves At The Door’, a faixa de abertura, foi tocada na guitarra.” - disse Malmsteen, sobre a canção e explicando a referência ao compositor italiano Paganini: “É o tipo de coisa que adoro fazer. É a minha forma de homenageá-lo. E aqui funciona muito bem dentro do fluxo da faixa”, finalizou.  

Assista ao vídeo no player abaixo:


Tracklist:

01. Wolves At The Door
02. Presto Vivace in C# minor
03. Relentless Fury
04. (Si Vis Pacem) Parabellum
05. Eternal Bliss
06. Toccata
07. God Particle
08. Magic Bullet
09. (Fight) The Good Fight
10. Sea Of Tranquility

Assista ao lyric video de "Into Fury", canção do novo álbum de PelleK (feat Charlotte Wessels)

"Into Fury" integra "Darken the Shadow", 7º álbum do vocalista norueguês PelleK, que chegara em 2 de março último.

A canção conta com a colaboração de Charlotte Wessels, ex-frontwoman do Delain.

Charlotte Wessels, ex-Delain, lança clipe de "Victor", sua nova canção como artista solo; assista.

Assista no player abaixo:

quinta-feira, 6 de maio de 2021

Vocalistas da Neverwinter e Revengin gravam cover de "She is my Sin", hit do Nightwish; assista

As cantoras  Fernanda Zys e Bruna Rocha, frontwomen das bandas de metal sinfônico Neverwinter e Revengin, respectivamente, entoaram juntas a canção "She is my Sin", do Nightwish.

Neverwinter: Entrevista exclusiva com a vocalista Fernanda Zys.

Revengin publica emocionante videoclipe de "Repairless".

"She is my Sin" integra originalmente "Wishmaster", 3º álbum dos nórdicos do Nightwish, que chegara em 2000, ainda na fase da soprano Tarja Turunen.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

Assista ao vídeo no player abaixo:

terça-feira, 4 de maio de 2021

Burning Witches divulga clipe de, "The Witch of The North", faixa-título de seu novo álbum; assista

"The Witch of The North" dá nome ao novo álbum da banda suíça Burning Witches, que chegará em 28 de maio próximo, via Nuclear Blast.

Burning Witches divulga clipe de, "Flight Of The Valkyries", canção de seu novo álbum; assista.


O trabalho marca a estreia da guitarrista Larissa Ernst, que substituíra Sonia "Anubis" Nusselder, que deixara a banda em maio de 2020 para se juntar à nova banda de death metal Crypta.

Assista ao clipe de "The Witch of The North" no player abaixo:


Tracklist:

01. Winter's Wrath
02. The Witch Of the North
03. Tainted Ritual
04. We Stand As One
05. Flight Of The Valkyries
06. The Circle Of Five
07. Lady Of The Woods
08. Thrall
09. Omen
10. Nine Worlds
11. For Eternity
12. Dragon's Dream
13. Eternal Frost

Charlotte Wessels, ex-Delain, lança clipe de "Victor", sua nova canção como artista solo; assista

A cantora neerlandesa Charlotte Wessels, recentemente desligada da banda Delain com mais 3 integrantes, liberara no dia 30 de abril último o vídeoclipe para sua nova canção "Victor", inspirada no poema 'Demain, dès l'aube' (1856), do poeta francês Victor Hugo.

Charlotte Wessels, ex-Delain, mostra "Soft Revolution", sua nova canção como artista solo; assista.

A vocalista vem se projetando de forma independente, contando com o plano de patrocínio dos fãs, o Patreon, onde disponibiliza seus trabalhos solo e outras interações com seu público.

Assista ao clipe de "Victor" no player abaixo:

Udo Dirkschneider & The Old Gang lança clipe e single "Face Of A Stranger"; assista

"Face Of A Stranger", 2º single do projeto Udo Dirkschneider & The Old Gang, chegara no dia 29 de abril último, via AFM Records.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

O nome praticamente explica o que está por trás do projeto musical: a lenda do rock Udo Dirkschneider reuniu seu grupo de músicos mais próximos em meados de 2020 e fundou um novo projeto espetacular. Já estão disponíveis as primeiras informações concretas sobre o projeto Dirkschneider & The Old Gang. Além de Udo, seu filho Sven, os ex-membros do Accept, o baixista Peter Baltes e o guitarrista Stefan Kaufmann e da cantora Manuela Bibert também decidiram embarcar nesta nova iniciativa. A extensão desta formação e seus planos futuros só serão anunciados nas próximas semanas.

Udo Dirkschneider & The Old Gang lança clipe e single "Where Angels Fly".

Apenas isto: qualquer pessoa que anteriormente acreditou que já sabia de todos os planos desta ousada iniciativa está enganada. Dirkschneider & The Old Gang começou com um vídeo sensacional, mas é apenas um piscar de olhos nesta nova dimensão imensa que está pra surgir. Portanto, fique de olhos e ouvidos atentos: A partir de agora algo emocionante está para acontecer!

Assista ao clipe de "Face Of A Stranger" no player abaixo:

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Revengin publica emocionante videoclipe de "Repairless"

A banda de Symphonic Metal Revengin, acaba de apresentar o seu novo videoclipe de "Repairless". A música foi gravada originalmente no EP "Sinergy Through The Ashes", lançado em 2009 e que se encontra esgotado e agora recebeu uma nova versão, que estará presente na versão física do EP "Inner Dark".

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

As cenas das gravações do videoclipe aconteceram em Ushuaia, na Argentina e parte no Rio de Janeiro e o vídeo foi editado por Max Volta, da produtora Volta Team.

A produção e gravação ficou por conta de Rômulo Pirozzi da Piro-z Studios - Rio de Janeiro/Brasil e a mixagem e masterização é de Rene Heimans da MaXxive Productions - Reeuwijk/ Holanda.

Confira abaixo o clipe de "Repairless":

Além do lançamento do videoclipe, a Revengin tem participado de vários festivais onlines , desde 2020 até o momento. Sua frontwoman Bruna Rocha foi convidada a fazer algumas participações, sendo com as banda Eros e Les Mémoires Fall, onde sua voz imponente foi agraciada.

Vocalistas do Vikram e Hamen lançam cover do Avantasia

Os vocalistas das bandas Vikram (SP) e Hamen (SC), Guilherme de Siervi e Monica Possel, respectivamente, lançam cover da canção “Lucifer”, do Avantasia. Na performance gravada à distância, os artistas mostram suas técnicas vocais e até onde vai o poder de sua voz. O vídeo está disponível no canal da Monica Possel no YouTube, que conta com uma série de covers de canções de bandas como Kamelot, Revamp e After Forever.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

Idealizadora da colaboração, a Hamen será a banda de abertura da turnê da Vikram pelo sul do país. Por meio desta parceria, os músicos antecipam o que o público poderá conhecer na apresentação ao vivo. A canção original traz a voz de Jørn Lande, uma grande referência para os estudos vocais de Monica Possel, que explica mais sobre o cover:

Essa música tem a participação de um dos vocalistas que mais me inspira na atualidade que é o Jørn Lande. Quem me segue, já me ouviu falando em várias entrevistas que sou muito fã do vocal dele. É uma das minhas grandes referências. Eu a escolhi, por ser muito desafiadora para mim. Há alguns anos, eu estudo a técnica de belting, drives e guturais, o que posso demonstrar ainda mais nessa música. Esta música tem uma melodia muito incrível, eu me apaixonei pela primeira vez que ouvi, em 2016, quando lançada no álbum Ghostlights”.

A vocalista Monica Possel é uma cantora soprano de Joinville (SC) com mais de 10 anos de experiência. Frontwoman e principal letrista da banda Hamen, de power metal sinfônico, traz em seu currículo a atuação como soprano no Coro de Câmara do Conservatório Villa-Lobos, da Casa da Cultura de Joinville. No ano de 2020, a cantora foi agraciada com o prêmio Best Operatic Vocals” (Melhor Vocal Operístico, em tradução livre), pelo site europeu FemMetal. Nesta ocasião a artista foi a única latinoamericana indicada, desbancando vozes femininas da Europa e América do Norte, como Anette Olzon (ex-Nightwish).

Com oito anos de carreira, a Hamen traz em sua discografia o EP “Altar” (2015) e o disco de estreia, “Unreflected Mirror” (2018), que contou com participação especial de Marcelo Barbosa (Angra). De lá para cá, a banda participou de coletâneas internacionais e festivais online durante a pandemia, se tornando uma das representantes do power metal sinfônico brasileiro. Liderada por Monica Possel (voz), o grupo também conta com Cadu Puccini (guitarra).

Formada em 2012, a Vikram (SP) traz em sua discografia o álbum “Behind the Mask”, que é um projeto multimídia que também incluí livro, songbooks e um jogo de RPG. Com influência da música oriental e mediterrânea, as canções falam sobre temas relacionados à cultura egípcia, turca, árabe, indiana e espanhola. Fazem parte da banda os músicos Guilherme de Siervi (voz), Tiago Della Vega (guitarra), G. Morazza (baixo) e Marcus Dotta (bateria).

Assista ao cover de "Lucifer":

sábado, 1 de maio de 2021

Garbage lança “No Gods No Masters”, faixa que dá nome ao seu sétimo álbum de estúdio

Álbum será lançado dia 11 de junho

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

Garbage, uma das principais bandas do rock alternativo dos últimos 30 anos, continua a apresentar novidades de seu primeiro álbum em meia década. “No Gods No Masters” dá nome ao novo trabalho e já está disponível em todas as plataformas de música digital pela gravadora BMG. A faixa chega com um clipe dirigido por Scott Stuckey e editado por Andy DeLuca.

Com capa inspirada na versão de Caravaggio da história de Davi e Golias,  faixa foi inspirada no Chile inspirada nas convulsões e lutas sociais dos nossos vizinhos. “Estava em Santiago durante os protestos ali, que foram muito emocionantes. Andávamos pela cidade e ela estava coberta de pichações, em todos os antigos museus e palácios. E eu fiquei chocada. Foi nesse momento que as pessoas incríveis com quem eu estava disseram: ‘Mas por que você está tão chocada? Estamos protestando contra a violência a vidas humanas e as propriedades, edifícios e monumentos que foram danificados aqui que te chocaram’. E, de fato, os seres humanos estão sendo massacrados, e é nisso que você deve se concentrar. Isso foi como um tapa na cara”, conta a vocalista Shirley Manson.

Para ela, as imagens da música faz uma ponta com as estátuas confederadas sendo derrubadas nos Estados Unidos e as lutas reais dos marginalizados na sociedade. "Todas essas pessoas têm mais valor do que um monumento aos traficantes de escravos, mas não têm mais valor na consciência da sociedade. Acho isso obsceno e desumano. Quero que o poder seja desmantelado e a sociedade re-imaginada. Então, essa música é sobre repensar nossa sociedade para o futuro, para nossos filhos e para que não cometamos os mesmos erros repetidamente, permitindo que a ganância corrompa nosso pensamento”, ela diz.

Após a incisiva crítica ao capitalismo como base para o racismo e sexismo em “The Men Who Rule The World”, eles se inspiram em um slogan anarquista britânico do século XIX para mais um momento altamente politizado da discografia do Garbage. A expressão, ligada à libertação pessoal de viver “sem deuses ou mestres” chegou aos EUA no início do século passado e se tornou uma das bases para o movimento feminista americano. Toda essa história casa com as bandeiras que a banda levanta nos palcos e fora deles desde o início de sua carreira.

‘No Gods No Masters’ é o nosso sétimo disco e esse número e seus múltiplos significados afetaram o DNA do conteúdo do trabalho. As sete virtudes, as sete dores da religião, os sete pecados capitais. Foi nosso modo de tentar achar algum sentido nessa loucura que é o mundo e esse caos sem limites que nos metemos”, reflete Manson.

Além dela, a banda conta as guitarras e baixos de Duke Erikson, as guitarras e teclados de Steve Marker e as baterias e produção musical de Butch Vig. Desde sua fundação, em 1993, o Garbage acumula 25 milhões de discos vendidos em todo mundo e verdadeiros hinos geracionais como “Only Happy When It Rains”, “Push It” e “I Think I'm Paranoid”.

O lançamento marcará uma nova página na sua história e foi produzido pela banda com o colaborador de longa data Billy Bush. Os singles já estão disponíveis em todos os serviços de música digitais e o álbum, que será lançado no dia 11 de julho, já pode ser adquirido em pré-venda.

Assista ao clipe de “No Gods No Masters”: 

Ouça “No Gods No Masters”: https://Garbage.lnk.to/nogodsofficialvidPR

Faça pré-save do álbum: https://garbage.lnk.to/NoGodsNoMastersPR

Confira o clipe de “The Men Who Rule The World”:

quinta-feira, 29 de abril de 2021

FireWing lança videoclipe cinematográfico para o expressivo single “Time Machine”

Faixa integra o álbum "Resurrection", que chegara em 23 de abril último via Massacre Records

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

A banda FireWing tem como proposta trazer novos ares para o symphonic metal, ao unir a técnica do heavy metal com orquestrações melódicas. 

O primeiro disco, "Resurrection", chegara em 23 de abril pela renomada gravadora Massacre Records. O mais recente single do trabalho é “Time Machine”, lançado em 19 de abril com um videoclipe especial e também nas principais plataformas digitais de streaming.         

Assista: 

A estrutura e camadas da faixa são detalhadas pelo vocalista Airton Araujo: "‘Time Machine’ é uma música muito expressiva, trabalha muito bem diversas nuances e cores em sua sonoridade. Sentimentos transbordam aqui, sendo possível praticamente tocá-los em algumas passagens da música, trazendo uma excelente sensação de imersão e te jogando em meio de toda a trama”, explana. Quanto a letra, o músico complementa: “Trata do despertar dos poderes ancestrais de Ember em seu receptáculo, que movido pela angústia de perder sua amada para o ritual sombrio de Vishap, tenta construir uma espécie de portal para o passado visando reverter essa situação. Ele percebe que não é possível trazê-la de volta, mas ainda assim ambos estarão ligados para sempre. No fim, ele precisava ser valente e ver que seu chamado era muito maior”.

Caio Kehyayan, criador do conceito, explica a concepção peculiar do trabalho audiovisual, que mescla atuações com cenas da banda tocando: “Por conta da pandemia, foi gravado em três localidades diferentes: New Hampshire (USA) , Los Angeles (USA) e São Paulo (Brasil). O diretor que uniu os elementos foi Rodrigo Rossi. Ele teve a maestria de direcionar os outros dois cinegrafistas para que o enredo fluísse naturalmente. O vocalista Airton Araujo interpretou o personagem principal do enredo, que estava tentando salvar o amor de sua vida, interpretado por Jenn Sakura, em Los Angeles”, explica. A participação de Rodrigo Rossi foi além da parte de produção do clipe. O diretor interpretou o ancião no rito de passagem, onde compartilha o poder da Ember com o seu filho, interpretado por Airton.

O álbum "Resurrection" é conceitual, e apresenta o enredo e o universo fantasioso da FireWing, baseado na dualidade do eterno conflito entre luz e escuridão.

Nightwish anunciará seu novo baixista algumas horas antes de seu 1º concerto virtual

Os fãs que desejam saber a identidade do novo baixista do Nightwish terão que esperar mais um mês.

Em uma entrevista com o apresentador de "Breaking Absolutes", Peter Orullian, há duas semanas, o tecladista e compositor principal, Tuomas Holopainen, disse que o nome do substituto de Marco Hietala não será revelado até "algumas horas" antes do primeiro dos dois "An Evening with Nightwish In a Virtual World", concerto online que darão início à divulgação do álbum "Human.: II: Nature" (LEIA NOSSA RESENHA).

O Nightwish se apresentará em uma taverna chamada "The Islanders Arms" construída em um mundo virtual por duas noites: sexta-feira, 28 de maio e sábado, 29 de maio de 2021. Em ambas as noites, os fãs terão uma experiência inesquecível, ouvindo músicas ao vivo do último trabalho pela primeira vez. Essas duas noites terão seus próprios setlists ligeiramente diferentes.

Falando sobre quais músicas o Nightwish tocará nos shows virtuais, Tuomas disse a "Breaking Absolutes" (conforme transcrito pelo BLABBERMOUTH.NET):

"Nós não vamos apresentar todo o álbum 'Human.: II: Nature.' - é não vai ser um show do disco, então teremos apenas algumas músicas selecionadas do álbum um pouco divididas entre esses dois shows."

Ele acrescentou: "O setlist será mais focado nos discos recentes, mas haverá algumas coisas mais antigas também. E, naturalmente, desde a saída de Marco, tivemos que, novamente, ajustar um pouco o setlist porque havia algumas músicas que são tão focadas em seus vocais especialmente. Por exemplo, a música 'Endlessness' de 'Human.: II: Nature.', era algo que estávamos planejando tocar ao vivo, mas isso nunca vai acontecer agora, porque é muito prolífico para Marco."

Hietala anunciou sua saída do Nightwish em janeiro, explicando em um comunicado que ele não "era capaz de se sentir valorizado pela vida artística há alguns anos".

Em dezembro, Hietala foi coroado o vencedor da temporada de outono de 2020 de "Masked Singer Suomi" - a edição finlandesa do popular concurso de canto mascarado. Ele estava disfarçado de Tohtori - o Doutor.

"Humano.: II: Nature." foi lançado em abril de 2020. O seguimento de "Endless Forms Most Beautiful" de 2015, "Human.: II: Nature." é um álbum duplo contendo nove faixas no CD principal e uma faixa longa, dividida em oito capítulos, no CD 2.

terça-feira, 27 de abril de 2021

Tears of the Dragon ganha versão folk com voz de Aline Happ

Canção é um clássico da carreira solo de Bruce Dickinson

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

O vocal melódico e poderoso de Bruce Dickinson é substituído pela bela voz de Aline Happ, que traz uma nova roupagem para “Tears of the Dragon”, com uma versão classical crossover. Em uma releitura voltada para o folk, a cantora e produtora musical dá uma nova vida para o clássico da carreira solo do vocalista do Iron Maiden. A canção faz parte de uma série de releituras que Happ realiza em seu canal no YouTube, o qual já conta com versões de Rihanna, Linkin Park, Iron Maiden, e até mesmo, The Mandalorian. Algumas das canções também estão disponíveis nas principais plataformas de streaming e download.

Lançada originalmente em 1994, a canção “Tears of the Dragon” foi o primeiro single do segundo disco de Bruce Dickinson, "Balls to Picasso”. A letra fala sobre as aflições do vocalista quando saiu do Iron Maiden, em 1993, retornando apenas em 1999.

Conhecida mundialmente por seu trabalho como líder, vocalista e compositora do Lyria, Aline Happ é hoje uma das vozes mais famosas do metal brasileiro. Em seu projeto solo, a artista promove releituras Gothic/Folk/Celtic de canções do rock e do metal mundial que estão disponíveis em seu canal no YouTube. Graças ao apoio dos fãs, a cantora arrecadou mais de 200% da meta do financiamento coletivo para o seu disco solo de estreia, que será lançado ainda neste ano.

Os vídeos postados no canal de Aline Happ contam com o apoio de fãs no Patreon e no Padrim. Conhecidos mundialmente, o Lyria é uma banda carioca fundada em 2012 por Aline Happ. De lá pra cá, o grupo lançou dois discos com apoio de crowdfunding, "Catharsis" (2014) e "Immersion" (2018) e tocou em diversas cidades brasileiras como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo, entre outras, além de transmitir shows online com venda de ingressos para o mundo todo.

Assista a versão de “Tears of the Dragon”:

sábado, 24 de abril de 2021

Jethro Tull: assista ao novo clipe animado de "Aqualung"

No início deste mês de abril o canal oficial do Jethro Tull divulgara um clipe animado oficial para a faixa-título do álbum "Aqualung", que completara 50 no mês passado.

Assista no player abaixo e na sequência, leia a nossa resenha sobre o álbum:

As sementes da complexidade e esmero já tinham sido plantadas anteriormente no antecessor "Benefit", álbum embrionário do poderoso e maciço "Aqualung", que chegaria em 19 de março de 1971, mostrando ao mundo uma já gigantesca banda de rock progressivo e que só faria crescer no decorrer daquela década.

Apesar do genial frontman do Jethro Tull, o vocalista, violonista e flautista Ian Anderson posteriormente negar isso em entrevista, sabe-se que "Aqualung" teria sido um álbum conceitual satirizando e criticando a relação entre personagens, religião e o próprio Deus, onde segundo os temas das canções, a religião não cumpriria o seu verdadeiro papel de possibilitar o "religare' do homem com o Deus e sim o afastando dele.

Marcando as estreias do baixista Jeffrey Hammond e do pianista John Evan, porém também a despedida do baterista Clive Bunker, musicalmente o disco é um trabalho primoroso, tendo quase como de praxe, praticamente todas as canções emanando da mente criativa de Ian Anderson, salvo raras exceções de algumas pouquíssimas composições em parceria.


A faixa-título, que inclusive abre o disco é uma das obras-primas do rock progressivo e classic rock de todos os tempos, com seu riff introdutório marcante sendo um dos mais emblemáticos e reconhecidos do gênero, além do estupendo solo do guitarrista Martin Barre, deveras subestimado nas listas dos grandes guitarristas do século passado.

Assim como a faixa-título, este álbum rendeu mais algumas canções que passariam a integrar eternamente os setlists dos shows da banda, como "Cross-Eyed Mary", "Locomotive Breath" e principalmente à época, a belíssima e profunda "My God".

Vale ressaltar que mesmo como todo o crescente mergulho no prog rock, "Aqualung" não deixa de lado as icônicas influências celta e folk da banda, ficando isso claro na trinca das ótimas faixas "Mother Goose", "Wond'ring Aloud" e "Up to Me".


Como uma canção "lado B de luxo", não tão badalada assim, o álbum se fecha com a espetacular "Wind Up", música lindíssima, que deveria ser lembrada dentre as maiores da carreira do grupo e mais executadas nos shows tanto do Jethro Tull, quanto nas apresentações solo de Ian Anderson, ainda na ativa.

Com o enorme sucesso de público e crítica de "Aqualung", ficava difícil imaginar que a banda de Anderson pudesse repetir o feito ou mesmo ir além, mas sim, ela o fizera no ano seguinte com outra-obra-prima, contendo uma só música, "Thick As A Brick".


Tracklist:

"Aqualung"
"Cross-Eyed Mary"
"Cheap Day Return"
"Mother Goose"
"Wond'ring Aloud"
"My God"
"Hymn 43"
"Slipstream"
"Locomotive Breath"
"Wind Up"

A Banda:

Ian Anderson: vocais, violão, flauta
Martin Barre: guitarra, flauta doce soprana
John Evan: piano, órgão, mellotron
Jeffrey Hammond (como "Jeffrey Hammond-Hammond"): baixo, flauta doce alta vocais
Clive Bunker: bateria, percussão


sexta-feira, 23 de abril de 2021

Astrakhan lança clipe do siingle “Lonesome Cry”; assista

O grupo sueco Astrakhan é a prova viva de que é sim possível convergir vários estilos do rock em um único ponto

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

Liderados pelo aclamado vocalista sueco Alexander Lycke e contando em sua formação com membros de bandas como Pain Of Salvation, Royan Hunt, House Of Shakira dentre outros, o Astrakhan nos brinda qualidade do rock progressivo clássico e as vezes, um toque do prog metal, guiando o ouvinte para uma paisagem sonora cinematográfica. E após o lançamento do álbum ao vivo “Superstar Experience”, que revisitou o musical “Jesus Christ Superstar”, o grupo retorna ao material autoral com o lançamento do single e videoclipe “Lonesome Cry”.

Antecipando o álbum “A Slow Ride Towards Death”, que chegara hoje, “Lonesome Cry” é uma música intensa e agressiva, cheia de melodias sombrias e assustadoras e repleta dos elementos que fizeram o Astrakhan se destacar em meio a outros nomes do cenário.

 “A Slow Ride Towards Death” , nas palavras da banda , é “um álbum de visão musical intransigente e com canções que soam como se fossem escritas tendo a própria vida em jogo. O resultado é quase espiritual e cheio de mística, como a nossa própria existência”.

O lançamento  vai acontecer via Melodic Passion Records e com distribuição da Sound Pollution nos formatos CD e digital.

Confira o clipe de “Lonesome Cry” no link abaixo:

Ouça “Lonesome Cry” em sua plataforma de streaming favorita:

https://orcd.co/lonesome-cry

Astrakhan é:

Alexander Lycke – Vocal

Johan Hallgren – Guitarra

Per Schelander – Baixo e backing vocal

Martin Larsson – Bateria

 

Blackbriar lança seu debut "The Cause of Shipwreck" e clipe de "Walking Over My Grave"; ouça e assista

A banda neerlandesa Blackbriar lançara hoje "The Cause of Shipwreck", seu álbum de estreia, produzido por Joost van den Broek (Ayreon, Epica, Ex Libris e outros).

Segundo o pessoal da @playfonic trata-se de um material "pesado, melódico, tem lindas harmonias e orquestrações. Com aquela atmosfera dark, e envolvente, Blackbriar vai te deixar hipnotizado e apaixonado por cada canção. São 10 canções super bem produzidas. O vocal de Zora é potente, poderoso, e encantador."

Ouça o álbum na íntegra e sequencialmente assista ao clipe de "Walking Over My Grave" nos players abaixo:

Tracklist:

01. Walking Over My Grave

02. Deadly Diminuendo

03. The Séance

04. Weakness And Lust

05. Confess

06. You’re Haunting Me

07. My Down-To-Earth Lover

08. Selkie

09. Through The Crevice

10. Lilith Be Gone

A Banda:

Zora Cock – Vocals 

Bart Winters – Guitars 

Robin Koezen – Guitars 

Frank Akkerman – Bassguitar 

René Boxem - Drums 

Ruben Wijga - Keyboardist


Peter Frampton enfrenta sua doença e lança o ótimo álbum instrumental de covers "Frampton Forgets the Words"; ouça

"Frampton Forgets the Words", novo álbum de Peter Frampton, tem um sabor especialíssimo, pois fora bravamente feito com o guitarrista enfrentando uma miosite por corpos de exclusão, doença degenerativa que ataca braços e pernas, dificultando os movimentos do acometido.

O músico já declarou inclusive que isso deverá inevitavelmente fazer com que ele seja obrigado a deixar de tocar seu instrumento, podendo este ser então seu trabalho derradeiro.

Aqui Frampton celebra com versões instrumentais às 6 cordas os artistas e canções pelos quais nutre enorme apreço, tais como "Reckoner", do Radiohead, "Loving the Alien", do grande amigo David Bowie, a quem conheceu ainda na infância (seu falecido pai, Owen Frampton, era professor do Starman), "Isn’t It a Pity", de outro "brother", o beatle George Harrison. A playlist inclui ainda novas releituras para canções de Lenny Kravitz, Sly & Family Stone, Jaco Pastorius, Marvin Gaye, Stevie Wonder.

Ouça na íntegra no player abaixo:


Tracklist:

01. If You Want Me To Stay
02. Reckoner
03. Dreamland
04. One More Heartache
05. Avalon
06. Isn't It A Pity
07. I Don't Know Why
08. Are You Gonna Go My Way
09. Loving The Alien
10. Maybe

Vocalista do The Agonist entoa "Panama", canção do Van Halen, assista


 Vicky Psarakis, frontwoman do The Agonist entoara o clássico do Van Halen, "Panama".

A cantora fora acompanhada dos musicistas Manuel Iradian à guitarra e Kevin Alexander às baquetas.

"É fim de semana ... você sabe o que isso significa ...⁣

É hora de aumentar o volume para um dos maiores nomes de todos os tempos, com Kevin Alexander, Manuel Iradian e eu tocando "Panama" do Van Halen! 🤘😝⁣

⁣Muito obrigado a Christian Donaldson por adicionar sua magia à mixagem!" - dissera a cantora greco-americana, apresentando o clipe.

Assista no player abaixo: