Confraria Floydstock: tony iommi
Mostrando postagens com marcador tony iommi. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador tony iommi. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Black Sabbath: Tony Iommi explica a ausência de Geezer Butler na performance nos jogos de Commonwealth

O guitarrista do Black Sabbath, Tony Iommi, revelou por que Geezer Butler não se apresentou na cerimônia de encerramento dos Jogos de Commonwealth deste ano em Birmingham.

Em 8 de agosto, Iommi e o vocalista Ozzy Osbourne, se reuniram em sua cidade natal Birmingham, Inglaterra, para tocar a música clássica da banda "Paranoid", precedida pela intro de "Iron Man". Eles se juntaram a dois músicos da última turnê da banda, Adam Wakeman, que tocava baixo e teclados, e o baterista Tommy Clufetos.

Falando ao BirminghamLive sobre a ausência de Butler no evento, Iommi disse: "Eu não acho que ele queria vir porque não estava bem com Covid. Ele estava de férias no Quênia e na Itália e sofreu um acidente em um barco, rachando ou quebrando uma costela cerca de três semanas atrás, então ele não estava muito bem para vir tocar. É uma pena porque nós conversamos há muito tempo sobre a possibilidade de tocar nos Jogos da Commonwealth."

Black Sabbath: Ozzy Osbourne e Tony Iommi se reunem para tocar e cantar "Paranoid"; assista.

segunda-feira, 8 de agosto de 2022

Black Sabbath: Ozzy Osbourne e Tony Iommi se reunem para tocar e cantar "Paranoid"; assista

Reunião se deu na cerimônia de encerramento dos Jogos de Birmingham e marcou a primeira apresentação pública do Madman.

Os companheiros de banda do Black Sabbath, Ozzy Osbourne e Tony Iommi, se reuniram no palco em sua cidade natal, Birmingham, Inglaterra, se apresentando durante a cerimônia de encerramento dos Jogos da Commonwealth.

Ozzy Osbourne lança “Degradation Rules” (Feat. Tony Iommi), 2° single de seu novo álbum; ouça.

A apresentação, que pode ser conferida abaixo, começou inicialmente com um breve trecho de “Iron Man”, o clássico single de 1971 do grupo. Osbourne então subiu ao palco, para o deleite da multidão de Birmingham, e se juntou a Iommi para uma versão empolgante de “Paranoid”.

Os companheiros de banda do Sabbath se juntaram ao baixista Adam Wakeman e ao baterista Tommy Clufetos para a apresentação. Ambos os homens já haviam servido como músicos de turnê em várias jornadas do Black Sabbath, incluindo a turnê de despedida do grupo de 2016-17.

Eu amo todos vocês, Birmingham! Bom estar de volta!" Osbourne gritou em um ponto durante o "Paranoid", enquanto fogos de artifício voavam alto acima do Alexander Stadium. “Obrigado, boa noite! Você é o melhor. Deus abençoe todos vocês. Birmingham para sempre!” o vocalista declarou após a nota final da música.

Ozzy Osbourne lança clipe de “Patient Number 9”, faixa-título de seu novo álbum; assista.

A aparição nos Jogos da Commonwealth marcou a primeira apresentação pública de Osbourne desde 2019, quando o ícone do heavy metal dividiu o palco com Post Malone no American Music Awards de 2019.

Osbourne tem sido atormentado por problemas de saúde nos últimos anos. O roqueiro sofreu uma grave infecção na mão em 2018, deslocou pinos na coluna em 2019 (que foram colocados após um acidente quase fatal de quadriciclo em 2003) e foi diagnosticado com doença de Parkinson em 2020. Mais recentemente, ele passou por uma cirurgia no pescoço em junho.

O novo álbum de Ozzy, "Patient Number 9", será lançado em setembro. O LP apresenta uma longa lista de participações especiais, incluindo Iommi. O guitarrista Zakk Wylde, o baterista do Red Hot Chilli Peppers, Chad Smith, Robert Trujillo do Metallica, o baixista do Guns N' Roses, Duff McKagan, o guitarrista do Pearl Jam, Mike McCready, e o baterista do Foo Fighters, Taylor Hawkins, também contribuíram para o lançamento.

Via UCR.

sexta-feira, 22 de julho de 2022

Ozzy Osbourne lança “Degradation Rules” (Feat. Tony Iommi), 2° single de seu novo álbum; ouça

Faixa conta com a participação do eterno guitarrista do Black Sabbath.

Ozzy Osbourne lança clipe de “Patient Number 9”, faixa-título de seu novo álbum; assista.

O eterno Príncipe das Trevas e frontman do Black Sabbath Ozzy Osbourne divulgou hoje “Degradation Rules”, o segundo single de seu novo álbum, “Patient Number 9”, sucessor de "Ordinary Man" (2020).

A música traz a colaboração do colega de Black Sabbath, Tony Iommi às 6 cordas, conforme explicou o madman em nota:

"Foi muito bom trabalhar com Tony. Ele é o mestre dos riffs. Ninguém pode superá-lo a esse respeito. Eu só gostaria que tivéssemos essas músicas para o álbum '13' do Black Sabbath."

"A canção é sobre uma instituição mental", disse Ozzy.

Na faixa, Osbourne canta: "Quando eles chamam seu nome, é melhor correr e se esconder / Dizer que você é louco, você acredita nas mentiras deles / Eu não vou sair, não, não vou sair vivo / Estou preso, porque eu sou o paciente número 9."

A produção do trabalho novamente ficou a cargo de Andrew Watt, que também integra a banda fixa de apoio ao madman no disco, juntamente com Duff McKagan (Guns N’ Roses) as 4 cordas e o Chad Smith (Red Hot Chili Peppers) às baquetas.

Dentre os convidados especiais temos Tony Iommi, Eric Clapton, Zakk Wylde, Mike McCready (Pearl Jam), Josh Homme (Queens of the Stone Age), Robert Trujillo (Metallica) e o agora saudodo Taylor Hawkins (Foo Fighters).

Ouça “Degradation Rules” no player abaixo:


Tracklist:

Patient Number 9 (feat. Jeff Beck)
Immortal (feat. Mike McCready)
Parasite (feat. Zakk Wylde)
No Escape From Now (feat. Tony Iommi)
One Of Those Days (feat. Eric Clapton)
A Thousand Shades (feat. Jeff Beck)
Mr. Darkness (feat. Zakk Wylde)
Nothing Feels Right (feat. Zakk Wylde)
Evil Shuffle (feat. Zakk Wylde)
Degradation Rules (feat. Tony Iommi)
Dead And Gone
God Only Knows
Darkside Blues

segunda-feira, 19 de abril de 2021

Ian Anderson diz que teria mudado o som do Jethro Tull para Tony Iommi seguir na banda

Ian Anderson disse que estava preparado para mudar a abordagem musical do Jethro Tull se o futuro guitarrista do Black Sabbath, Tony Iommi, permanecesse na banda.

Iommi se profissionalizou como membro do Earth antes de passar várias semanas com Anderson em 1968; ele então decidiu retornar à sua banda anterior. Ele não gravou com Jethro Tull, mas fazia parte da formação vista no filme-show do Rock N 'Roll Circus dos Rolling Stones.

Logo depois, Jethro Tull começou a trabalhar em "Stand Up", o álbum que definiu seu som progressivo. Mas naquele ponto, Anderson disse ao Planet Rock, que sua banda estava um pouco distante de estabelecer uma direção.

Nós tínhamos sido colocados no escaninho de sermos uma pequena banda de blues antiga com uma ligeira estranheza de ter uma flauta colocada no meio", disse ele. "Foi definitivamente giz e queijo com o que teria acontecido se Tony se tornasse um membro permanente da banda, porque seu estilo musical era completamente diferente.

Observando que “você não chamaria Tony, então ou agora, de guitarrista de blues”, Anderson acrescentou: “Ele não fazia todos aqueles licks e tocava esse tipo de coisa; ele era muito monofônico - grandes coisas de uma única nota. Na banda com a qual ele tocou, chamada Earth, que posteriormente se tornou o Black Sabbath, ele era tão diferente.

Se Iommi tivesse ficado, “isso teria mudado radicalmente a maneira como a música de Jethro Tull teria sido”, admitiu Anderson. “Isso teria mudado a maneira como eu escrevia músicas - o lote de músicas que se tornou nosso segundo álbum, "Stand Up", em 1969. Eu repassei algumas coisas com Tony e parece que o formato daquelas músicas em que eu estava trabalhando não era sua praia”.

Anderson se lembra de Iommi como um “cara legal” e admitiu estar “apaixonado por sua guitarra quando Earth tocou com Jethro Tull em algum show em uma universidade. (…) Só pensei: 'Uau, aquele cara pode muito bem ter algo a oferecer.' E de fato ele o fez - ele o ofereceu ao mundo.

Via UCR.