head> Confraria Floydstock: thrash metal
Mostrando postagens com marcador thrash metal. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador thrash metal. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 28 de novembro de 2022

Metallica anuncia novo álbum “72 Seasons”, lança clipe do 1º single e diivulga turnê com 2 shows por cidade

Lux Æterna” integra o trabalho que chegará no dia 14 de abri próximo e será divulgado com inovadora turnê.

A banda Metallica anunciou a chegada de seu próximo álbum, que sucederá “Hardwired… To Self-Destruct” (2016).

Trata-se de “72 Seasons”, material que trará 12 canções distribuídos em 77 minutos de duração.

Em nota, o frontman James Hetfield declarou:

72 estações. Os primeiros 18 anos de nossas vidas que formam nosso verdadeiro ou falso eu. O conceito de que nossos pais nos disseram ‘quem somos’. Uma possível classificação ao redor que tipo de personalidade somos. Acho que a parte mais interessante disso é o estudo contínuo dessas crenças centrais e como isso afeta nossa percepção do mundo hoje. Grande parte de nossa experiência adulta é uma reencenação ou reação a essas experiências de infância. Prisioneiros de infância ou nos libertando das amarras que carregamos.

Assista ao clipe de “Lux Æterna”:


Tracklist:

72 Seasons
Shadows Follow
Screaming Suicide
Sleepwalk My Life Away
You Must Burn!
Lux Æterna
Crown Of Barbed Wire
Chasing Light
If Darkness Had A Son
Too Far Gone?
Room Of Mirrors
Inamorata.


Outra novidade diretamente ligada ao lançamento de “72 Seasons" é a inusitada turnê de divulgação do trabalho, “M72”, que se diferencia por trazer dois concertos por cada cidade que a banda passar, com intervalos de 72 horas, diferentes setlists e distintas bandas de abertura em cada um.

Segundo a organização informou, tais shows terão ingressos com descontos para fãs com até 16 anos de idade e os lucros serão parcialmente destinados à ONG All Within My Hands, mantida por músicos que dão suporte nas áreas de desastres naturais e a carência alimentar decorrentes destes.

A turnê abrangerá cidades da América do Norte e Europa, sem ainda nenhum vislumbre de show em terras sul-americanas, inclusive o Brasil.

Confira:

Europa – primeira etapa

Quinta-feira, 27 de abril de 2023 – Amsterdam NL – Johan Cruijff Arena
Sábado, 29 de abril de 2023 – Amsterdam NL – Johan Cruijff Arena
Quarta-feira, 17 de maio de 2023 – Paris FR – Stade de France*
Sexta-feira, 19 de maio de 2023 – Paris FR – Stade de France
Sexta-feira, 26 de maio de 2023 – Hamburgo DE – Volksparkstadion
Domingo, 28 de maio de 2023 – Hamburgo DE – Volksparkstadion
Sexta-feira, 16 de junho de 2023 – Gotemburgo SE – Estádio Ullevi**
Domingo, 18 de junho de 2023 – Gotemburgo SE – Estádio Ullevi

América do Norte – primeira etapa

Sexta-feira, 4 de agosto de 2023 – East Rutherford, NJ – MetLife Stadium
Domingo, 6 de agosto de 2023 – East Rutherford, NJ – MetLife Stadium
Sexta-feira, 11 de agosto de 2023 – Montreal, QC – Stade Olympique
Domingo, 13 de agosto de 2023 – Montreal, QC – Stade Olympique
Sexta-feira, 18 de agosto de 2023 – Arlington, TX – AT&T Stadium
Domingo, 20 de agosto de 2023 – Arlington, TX – AT&T Stadium
Sexta-feira, 25 de agosto de 2023 – Inglewood, CA – SoFi Stadium
Domingo, 27 de agosto de 2023 – Inglewood, CA – SoFi Stadium
Sexta-feira, 1º de setembro de 2023 – Glendale, AZ – State Farm Stadium
Domingo, 3 de setembro de 2023 – Glendale, AZ – State Farm Stadium

América do Norte – segunda etapa

Sexta-feira, 3 de novembro de 2023 – St. Louis, MO – The Dome at America’s Center
Domingo, 5 de novembro de 2023 – St. Louis, MO – The Dome at America’s Center
Sexta-feira, 10 de novembro de 2023 – Detroit, MI – Ford Field
Domingo, 12 de novembro de 2023 – Detroit, MI – Ford Field

Europa – segunda etapa

Sexta-feira, 24 de maio de 2024 – Munique DE – Olympiastadion
Domingo, 26 de maio de 2024 – Munique DE – Olympiastadion
Sexta-feira, 7 de junho de 2024 – Helsinki FI – Estádio Olímpico
Domingo, 9 de junho de 2024 – Helsinki FI – Estádio Olímpico
Sexta-feira, 14 de junho de 2024 – Copenhague DK – Estádio Parken
Domingo, 16 de junho de 2024 – Copenhague DK – Estádio Parken
Sexta-feira, 5 de julho de 2024 – Varsóvia PL – PGE Narodowy
Domingo, 7 de julho de 2024 – Varsóvia PL – PGE Narodowy
Sexta-feira, 12 de julho de 2024 – Madrid ES – Estadio Cívitas Metropolitano
Domingo, 14 de julho de 2024 – Madrid ES – Estadio Cívitas Metropolitano

América do Norte – terceira etapa

Sexta-feira, 2 de agosto de 2024 – Foxborough, MA – Gillette Stadium
Domingo, 4 de agosto de 2024 – Foxborough, MA – Gillette Stadium
Sexta-feira, 9 de agosto de 2024 – Chicago, IL – Soldier Field
Domingo, 11 de agosto de 2024 – Chicago, IL – Soldier Field
Sexta-feira, 16 de agosto de 2024 – Minneapolis, MN – US Bank Stadium
Domingo, 18 de agosto de 2024 – Minneapolis, MN – US Bank Stadium
Sexta-feira, 23 de agosto de 2024 – Edmonton, AB – Commonwealth Stadium
Domingo, 25 de agosto de 2024 – Edmonton, AB – Commonwealth Stadium
Sexta-feira, 30 de agosto de 2024 – Seattle, WA – Lumen Field
Domingo, 1º de setembro de 2024 – Seattle, WA – Lumen Field
Sexta-feira, 20 de setembro de 2024 – Cidade do México MX – Foro Sol ***
Domingo, 22 de setembro de 2024 – Cidade do México MX – Foro Sol
Sexta-feira, 27 de setembro de 2024 – Cidade do México MX – Foro Sol ***
Domingo, 29 de setembro de 2024 – Cidade do México MX – Foro Sol.

quarta-feira, 23 de novembro de 2022

"S&M" e o Metallica sinfônico

Para alguns, parecia que o Metallica estava ficando sem ideias. Depois de "Reload", de 1997, que na verdade foi a conclusão de uma sessão que eles começaram para "Load", de 1996), a banda lançou o álbum duplo de covers, "Garage Inc." e em 23 de novembro de 1999, eles lançaram "S&M", um disco duplo ao vivo, em colaboração, entre o Metallica e a San Francisco Symphony, regida pelo saudoso maestro Michael Kamen.

Para qualquer um que tenha examinado a história do Metallica, foi realmente apenas mais um exemplo da banda expandindo seus horizontes e tentando algo porque eles simplesmente queriam. É um caminho que o Metallica tomou ao longo de sua carreira, seja sendo pioneiro em um novo estilo musical no "Kill 'Em All", de 1983, abandonando seu núcleo de thrash e escrevendo um disco de metal direto no "Metallica" de 1991, experimentando a produção de recortar e colar, low- fi engenharia e escrita angular para "St. Anger", de 2003 ou juntando forças com Lou Reed para o álbum conceitual de improvisação de 2011, "Lulu".

Às vezes, as diversões foram triunfos, ocasionalmente foram fracassos, mas cada passo que o Metallica deu foi crucial em sua evolução. Sem a liberdade de estragar tudo, a banda não teria desfrutado de seu sucesso.

"S&M", que significa Symphony and Metallica, não foi uma conquista inovadora, mas foi um experimento legal que rendeu um álbum agradável. O álbum apresenta pelo menos uma seleção de todos os discos de estúdio, exceto "Kill ‘Em All", bem como as duas novas músicas, “No Leaf Clover” e “Human”, e Kamen, que escreveu uma trilha orquestral complementar para mais de 100 músicos clássicos.


Kamen descobriu o Metallica em 1991, quando trabalhou com o produtor Bob Rock em partes para um remix acústico de "Nothing Else Matters", que era o lado B do single "Sad But True". Intrigado com as possibilidades de uma verdadeira colaboração, Kamen perguntou ao Metallica se eles estariam interessados ​​em tocar um conjunto de suas músicas junto com sua orquestra.

A banda concordou e forneceu a Kamen uma lista das músicas que eles queriam tocar. Kamen criou uma trilha sonora cinematográfica para as músicas que aumentavam e aprimoravam a música com passagens giratórias de violino e flautas entre riffs e trompas marciais e partes de cordas para acompanhar alguns dos ritmos mais pesados ​​e conhecidos do Metallica. A banda e a orquestra estrearam as composições em dois shows no The Berkeley Community Theatre, em 21 e 22 de abril de 1999. Ambos os shows foram gravados e Rock editou as melhores tomadas do álbum "S&M". “S&M foi ideia de Michael, criação de Michael. Ele disse que sempre sentiu que nossa música se prestava à colaboração com uma orquestra”, disse o Metallica.

O Metallica também lançou uma versão em vídeo e DVD dos shows, filmada pelo diretor Wayne Isham. O filme vendeu mais de 600.000 cópias nos EUA e foi certificado sêxtuplo de platina. Embora o Metallica tenha gostado muito de trabalhar com Kamen e da atenção que isso trouxe, "S&M" foi um projeto único, e não uma espécie de epifania sonora.

Desde o momento em que ele nos abordou com a ideia naquele primeiro café da manhã em 1997, até o dia em que as mixagens finais estavam completas no disco e no DVD, passando pelas apresentações em Berlim, Nova York e Las Vegas, nós apreciamos duas anos extremamente divertidos, desafiadores e criativos juntos”, disse o Metallica em um comunicado depois que Kamen morreu de esclerose múltipla em 2003. O Metallica não trabalha com uma orquestra desde S&M, embora o baterista Lars Ulrich não descarte isso.

A coisa sobre o Metallica é que você nunca sabe o que vamos fazer”, ele me disse em 2012. “Podemos trabalhar com uma orquestra novamente, podemos receber uma ligação de alguém com quem nunca trabalhamos antes e que gostamos e quem quer trabalhar conosco, e de repente faremos um álbum juntos.

E em outubro de 2019 a banda voltou a se apresentar com orquestra, também em São Francisco, justamente para celebrar o 20º aniversário do concerto de 1999. Foram duas apresentações que deram origem ao lançamento em CD/DVD "S&M2".

Via LOUDERWIRE.

terça-feira, 22 de novembro de 2022

Reckoning Fest traz 9 bandas para o Rio de Janeiro

Festival busca incentivar o retorno do rock para a noite carioca.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

O rock está firme e forte no retorno do Reckoning Fest, que acontece nos dias 9 e 10 de dezembro, no Imperator, na Zona Norte do Rio. Com nove bandas em seu lineup, esta é a maior edição do festival que ficou dois anos parado devido à pandemia. Idealizado pela Reckoning Hour, banda de metalcore do Rio, o evento traz diversos subgêneros do heavy metal para o palco no Méier, a fim de agradar todos os públicos: metal sinfônico, thrash e death metal, power metal, hardcore, grunge, entre outros!

No dia 9 de dezembro, o Reckoning Fest recebe as bandas Hatefulmurder, Lyria, Innocence Lost e Unnature, o detalhe é que todas elas contam com mulheres entre as integrantes. Já no dia seguinte, 10 de dezembro, os intervalos serão comandados pela DJ Cammy, enquanto o evento traz as bandas Circus, Impavid Colossus, AXTY, Odeon e a Reckoning Hour, que encerra o festival. O apresentador nos dois dias será Renan Sparrow.

Destaque da sexta-feira (9/12) o Lyria é o maior nome do metal sinfônico nacional e apresenta no palco do Imperator as canções dos discos “Immersion” (2018) e “Catharsis” (2014). Criada em 2012 por Aline Happ (voz), a banda traz  refrãos marcantes, arranjos bem trabalhados e temas de superação, o que levou a banda a acumular nas redes fãs de todos os cantos do globo, principalmente na Europa, Estados Unidos e Brasil. Além de Aline, o Lyria é formado por Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria).

Assista “Let Me Be Me”, do Lyria: 

Subindo ao palco no sábado (10/12), a Reckoning Hour traz 10 anos de experiência para o palco, sendo ela hoje uma das bandas de destaque da cena carioca de música pesada. Durante a sua trajetória, o grupo teve o reconhecimento de bandas internacionais e nacionais ao tocar junto ao Dream Theater, In Flames, As I Lay Dying, Sepultura, Angra, Rhapsody, Sabaton, Children of Bodom, Suicide Silence, The Black Dahlia Murder, Septic Flesh e Fleshgod Apocalypse. No repertório da apresentação, canções dos álbuns “Beyond Conviction” (2020) e “Between Death and Courage” (2016), além do novo single, inédito, que marca a nova fase da banda carioca. A Reckoning Hour é formada por Philip Leander (guitarra e backing vocal), JP (vocal), Cavi Montenegro (baixo), Johnny Kings (bateria) e Lucas Brum (guitarra).

Assista “Away from the Sun”, do Reckoning Hour: 

O Reckoning Fest é uma realização da Striker Produções em parceria com a Lighthouse Productions. O festival conta com apoio do Tomarock Produções, do Imperator - Centro Cultural João Nogueira e da SECEC - Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro.

Serviço:

Reckoning Fest 2022

Data: 9 e 10 de dezembro de 2022 (sexta-feira e sábado)

Horário: 17h (abertura dos portões)

Ingressos: R$ 50 (meia-entrada) l R$ 80 (passaporte dois dias*) l R$ 100 (inteira)

Compre online: https://www.sympla.com.br/evento/reckoning-fest-2022-reckoning-hour-bandas-convidadas/1719015

Classificação: 16 anos

Local: Imperator - Centro Cultural João Nogueira

R. Dias da Cruz, 170 - Méier - Rio de Janeiro/RJ

*valor mediante a doação de 1kg de alimento não perecível.

quinta-feira, 20 de outubro de 2022

Rod Wolf, do Lyria, se apresenta com banda sueca no Rio

Noite com Ambush também traz as bandas Facing Fear e Vox Mortem.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

O guitarrista do Lyria, Rod Wolf, se apresenta com Facing Fear e o vocalista da banda sueca Ambush, Oskar Jacobsson, na próxima quarta-feira (26/10), no Heavy Beer. Na mesma noite também toca a Vox Mortem e, juntos, os grandes nomes do heavy metal carioca mostram para os europeus o poder dos riffs brasileiros! Os ingressos custam 40 reais e já estão disponíveis para compra online. 

O guitarrista da banda Lyria, Rod Wolf, foi um dos músicos convidados na faixa “Likers And Lovers”, que será tocada no show e faz parte do novo álbum da Facing Fear, “Marginal Metal”. O encontro das duas bandas aconteceu durante a 2ª edição do Lyria Fest, festival anual realizado pela banda Lyria, no Rio de Janeiro, cidade natal das duas bandas. A música traz uma forte vibe anos 80 e contou com improvisos nos solos da guitarra. A canção também traz o vocalista da banda sueca Ambush, Oskar Jacobsson.

Ouça “Likers And Lovers”, da Facing Fear: https://open.spotify.com/track/5YPTLg9ndtdUg5KUHzzmdN?si=4121fa38d2384af7

Um dos grandes representantes da “New Wave of Traditional Heavy Metal” (traduzido como Nova Onda do Heavy Metal Tradicional), o Ambush foi formado em 2013, na Suécia, e visita o Brasil pela primeira vez em uma turnê que passará por diversos países da América do Sul. No repertório da apresentação, as canções dos discos “Firestorm” (2014), “Desecrator” (2016) e “Infidel” (2020). 

Com riffs pesados e refrões que animam o público, a Facing Fear leva para o palco do Heavy Beer as canções do seu disco mais recente, “Marginal Metal” (2022). Desde 2016 na estrada, a banda incorpora os grandes nomes do heavy metal dos anos 80, como Iron Maiden e Judas Priest. A banda é formada pelos músicos Terry Painkiller (voz), Dantas (guitarra), John Killesh (guitarra) e Vall Maranhão (bateria).

Quem também participa do show é a banda Vox Mortem, que traz como mote “resgatar o espírito headbanger”. Do subúrbio do Rio de Janeiro, as referências musicais da banda são focadas no thrash metal brasileiro, como Kreator, Sepultura e Korzus, além de nomes internacionais como Slayer e Kreator. No repertório, canções dos álbuns “The Worst Creature" (2008) e “Slaves of Vanity” (2020), além do EP recentemente lançado, “Mors Ultra” (2020) e “Endless Karma” (2014).

Serviço:

Facing Fear com part. esp. de Rod Wolf (Lyria)

Data: 26/10/2022 (quarta-feira)

Horário: 20h

Ingressos: R$ 40,00 

Compre online: https://msha.ke/ingressos_do_heavy/

Classificação: 18 anos

Local: Heavy Beer

Endereço: Rua Ceará, nº 104 - Praça da Bandeira - Rio de Janeiro/RJ.

segunda-feira, 17 de outubro de 2022

Judas Priest e Pantera juntos em São Paulo

Bandas tocarão na mesma noite, 3 dias antes do Knotfest Brasil.

O Judas Priest e o Pantera já estavam escalados para tocarem na edição brasileira do Knofest, no dia 18 de dezembro próximo, no Sambódromo do Anhembi em São Paulo.

Hoje foi revelado que além de tocar no festival do Slipknot, ambas as bandas também se apresentarão conjuntamente três dias antes, no dia 15 de dezembro no Vibra, também na capital paulista.

Enquanto o Judas Priest celebra esus 50 anos de estrada, com a turnê 50 Heavy Metal Years, o Pantera se reagrupou, com o frontman Phil Anselmo e o baixista Rex Brown, trazendo o guitarrista Zakk Wylde e o baterista Charlie Benante, preenchendo os espaços deixados pelos saudosos irmãos Abbott, Dimebag e Vinnie.

Os ingressos já podem ser adquiridos pelo site Eventim.com.br.

Serviço:

Data: 15 de dezembro de 2022

Local: Vibra

Endereço: Av. das Nações Unidas, 17955 – Vila Almeida, São Paulo – SP, 06142-410

Abertura da casa: 18h

Horário do show: 20h30

Classificação etária: 18 anos.

Ingressos: (Fonte: IGORMIRANDASITE

Setores e preços:

Pista Premium: R$ 690,00 (inteira) | R$ 345,00 (meia-entrada legal)

Pista: R$ 390,00 (inteira) | R$ 195,00 (meia-entrada legal)

Camarote 1: R$ 650,00 (inteira) | R$ 325,00 (meia-entrada legal)

Camarote 2: R$ 550,00 (inteira) | R$ 275,00 (meia-entrada legal)

Mezanino 1: R$ 260,00 (inteira) | R$ 130,00 (meia-entrada legal)

Mezanino 2: R$ 240,00 (inteira) | R$ 120,00 (meia-entrada legal)

Mezanino 3: R$ 220,00 (inteira) | R$ 110,00 (meia-entrada legal)

Mezanino com vista parcial: R$ 180,00 (inteira).

terça-feira, 27 de setembro de 2022

Confira o último show de Cliff Burton com o Metallica

O segundo baixista do Metallica, Cliff Burton, morreu na Suécia em 27 de setembro de 1986. Burton tocou nos três primeiros álbuns da banda, incluindo o que é considerado um de seus melhores trabalhos, "Ride the Lightning", de 1984. Burton infelizmente morreu em um acidente de ônibus enquanto a banda estava em turnê na Suécia, e os membros restantes do Metallica se lembraram do último show que Burton fez em Estocolmo.

Acabamos de tocar em todos os Odeons na Inglaterra, que são esses antigos cinemas de 3.000 lugares”, lembra Lars Ulrich. “Chegamos à Escandinávia, onde eles eram mais como buracos de hóquei no gelo, menores, mais frios, mais escuros. Era uma vibe diferente. Fizemos o show em Estocolmo, e foi incrivelmente bem. Pode ter sido um caso raro em que tocamos uma música adicional que não estava no setlist porque o show era muito bom. Isso não é algo que fizemos muito naquela época ou agora. Então, houve uma boa vibração.

Fizemos muita imprensa e fizemos uma sessão de fotos para uma revista sueca chamada OK, que era quase como uma revista adolescente”, acrescentou Ulrich. “Nós estávamos sentados no ônibus depois, falando sobre como foi legal, e Cliff e eu estávamos saindo, tomando uma cerveja. Está um pouco confuso agora, mas foi um bom dia.

A turnê europeia já havia sofrido algumas dificuldades. James Hetfield quebrou o pulso enquanto andava de skate, o que significava que ele não podia tocar guitarra. No entanto, no show de Estocolmo, que seria o último de Burton, Hetfield conseguiu tocar guitarra durante a música final do set, 'Blitzkreig'.

Lembro-me de nós cinco, muito felizes por James estar de volta e tocar, parecendo ter uma recuperação bastante saudável”, disse Kirk Hammett sobre o retorno de Hetfield. “Lembro-me claramente que o show foi bom, e a sensação quando saímos do palco foi realmente ótima, positiva e voltada para o futuro. Tipo, 'Ótimo, James está de volta, e não vai demorar muito até voltarmos ao que era antes.'

Lembro que quando estávamos prestes a sair no ônibus, os fãs começaram a correr em nossa direção”, acrescentou Hammett. “E Cliff disse: ‘Olhe para eles. Eles parecem zumbis!” Ele era meio zumbi. Estávamos todos apenas rindo. Então começamos a jogar cartas. E tivemos uma longa, longa viagem. E todo mundo sabe o resto.

Após o show em Estocolmo, o Metallica embarcou no ônibus da turnê para levá-los ao próximo local. Os membros da banda reclamaram que os arranjos de dormir no ônibus eram um pouco desconfortáveis, então Hammett e Burton jogaram um jogo de cartas para ver quem poderia dormir em qualquer beliche que desejassem. Burton venceu o jogo e dormiu em um dos beliches que Hammett havia ocupado anteriormente.

Por volta das 7 da manhã, o ônibus derrapou para fora da estrada e Burton foi jogado para fora da janela do ônibus na estrada, onde o ônibus caiu sobre ele, e ele morreu tragicamente com o impacto. O motorista alegou que havia gelo preto na estrada, mas Hetfield também o acusou de estar bêbado. No entanto, esta alegação não foi apoiada, e nenhuma acusação foi feita contra o motorista.

Hammett insistiu que a melhor coisa a fazer como banda era que eles continuassem em memória de Burton. “Não sabíamos o que estava para cima, para baixo ou para os lados, e decidimos que a coisa mais inteligente que poderíamos fazer era continuar”, disse Hammett. “Colocamos Cliff para descansar uma ou duas semanas após o acidente, e não houve cinco minutos de descanso depois disso, porque se diminuíssemos a velocidade, tínhamos medo de desaparecer no nada.

Ulrich disse que estava sentimental e reflexivo após a trágica morte de seu amigo. “Você faz uma pausa, reflete, pensa, aprecia, é humilhado”, disse ele. “Eu me movo tão rápido através de um monte de coisas que eu nunca desacelero o suficiente para refletir. E ocasionalmente, quando você senta com algumas das coisas às 2 da manhã, você pensa 'Uau.' Quando você senta lá e ouve as duas últimas músicas ou olha as fotos do último show com ele, ele pára você em suas trilhas enquanto você lida com isso. Então, com coisas assim, você para por um segundo e pensa em todas as loucuras e altos e baixos e o quanto sentimos falta de Cliff, mas também como somos afortunados por ainda estar aqui fazendo isso e que as pessoas ainda se importam.

Via FAR OUT.

Confira abaixo o áudio completo do predestinado show de Estocolmo.

sexta-feira, 23 de setembro de 2022

Venom Inc lança o novo álbum “There’s Only Black”; ouça e assista ao clipe da faixa-título

Os pioneiros do metal extremo lançam hoje novo álbum "There's Only Black" e aproveitam para lançar videoclipe para a faixa-título.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

O dia chegou para os pioneiros do metal extremo VENOM INC. lançarem seu novo álbum “There’s Only Black”. Este novo lançamento representa um forte ataque á hipocrisia e ao conformismo da sociedade atual e uma demonstração de superioridade musical de uma banda responsável por criar um gênero musical.

Para celebrar este grande momento a banda aproveitou para lançar um videoclipe para a faixa-título 'There's Only Black'.

Com 40 anos de formação e revitalizados entre os anos 1989 – 1992, o guitarrista Jeff “Mantas” Dunn, o vocalista/baixista Tony “Demolition Man” Dolan e o baterista Jeramie “Warmachine” Kling retornam com um álbum matador que precede o álbum de estreia “Avé” sem mostrar nenhum tipo de sinal de desaceleração.

O álbum será lançado no Brasil pela parceria Shinigami Records/Nuclear Blast Records.

Assista ao clipe de “There’s Only Black”:


Ouça o álbum na íntegra: https://reverberamusicmedia.us4.list-manage.com/track/click?u=6af45f8036034146911da9a53&id=2036bc363c&e=68c21a31ef

Tracklist:

01    How Many Can Die    (03:21)
02    Infinitum    (03:47)
03    Come To Me    (03:46)
04    There's Only Black    (04:49)
05    Tyrant    (05:25)
06    Don't Feed Me Your Lies    (05:51)
07    Man As God    (03:23)
08    Burn Liar Burn    (05:32)
09    Nine    (03:34)
10    Rampant    (04:06)
11    The Dance (04:54)
12    Inferno    (05:19).

sexta-feira, 2 de setembro de 2022

Megadeth lança o seu novo álbum “The Sick, the Dying… and the Dead!”; ouça

The Sick, the Dying… and the Dead!”, 16° álbum de estúdio do Megadeth, que chegou hoje, via Tradecraft/Universal Music.

Megadeth libera “Night Stalkers” (feat. Ice T), 2° single de seu novo álbum; ouça.

Megadeth libera clipe de “We’ll Be Back”, 1° single de seu novo álbum; assista.

O trabalho sucede o ótimo "Dystopia" (2016) e será traz James LoMenzo às 4 cordas, na vaga do demitido David Ellefson.

Ouça via Spotify no player abaixo ou clique AQUI para demais plataformas.

Tracklist:

The Sick, The Dying… And The Dead!
Life In Hell
Night Stalkers (com Ice-T)
Dogs Of Chernobyl
Sacrifice
Junkie
Psychopathy
Killing Time
Soldier On!
Célebutante
Mission To Mars
We’ll Be Back
Police Truck
This Planet’s On Fire (Burn In Hell) (com Sammy Hagar)

quinta-feira, 1 de setembro de 2022

Rock in Rio: guia rápido sobre quais as atrações serão transmitidas e onde assistir

Mais uma edição do festival carioca terá início amanhã, com transmissões ao vivo de 4 palcos diferentes.

O Rock in Rio 2022, evento adiado de 2021, abrirá seus portões amanhã (02/09) e seguirá por este final de semana adentro, no sábado e domingo (dias 03 e 04/09), além dos dias na próxima semana (8, 9, 10 e 11/09).

Para quem não quis ou não coonseguiu comprar o Rock in Rio Card, o ingresso do festival, a opção é assistir pela TV ou internet, nos canais e sites a seguir.

Confira a programação:

2 de setembro, sexta.

Palco Mundo (com exibição no canal Multishow, Globoplay, G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Dream Theater – 0h05

Iron Maiden – 21h30

Gojira – 19h25

Sepultura + Orquestra Sinfônica Brasileira – 17h25

Palco Sunset (com exibição no canal Multishow, Globoplay , G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Bullet For My Valentine – 20h30

Living Colour ft. Steve Vai – 18h25

Metal Allegiance – 16h25

Black Pantera – 14h55

Espaço Favela (Canal Bis e  Globoplay):

Gangrena Gasosa – 20h05

Affront – 17h55

Revengin – 16h30

New Dance Order (Canal Bis e  Globoplay):

Len Faki 02h00 – 04h00

Renato Ratier Vs Diogo Aciolly 00h30 – 02h00

Ananda 23h00 – 00h30

Victoria Engel 21h30 – 23h00

Valentina Luz 20h00 – 21h30

Binaryh 18h30 – 20h00

Flo Masse Vs Craig Ouar 17h00 – 18h30

Chang Rodrigues Live 16h00 – 17h00

3 de setembro, sábado.

Palco Mundo (com exibição no canal Multishow, Globoplay, G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Post Malone – 0h10

Marshmello – 22h20

Jason Derulo – 20h10

Alok – 18h00

Palco Sunset (com exibição no canal Multishow, Globoplay , G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Racionais – 21h15

Criolo convida Mayra Andrade – 19h05

Xamã convida Bro’s MCs – 16h55

Papatinho e L7nnon convidam MC Carol e MC Hariel – 15h30

Espaço Favela (Canal Bis e  Globoplay):

PK convida MC Don Juan – 20h05

Bin – 17h55

Azula – 16h30

New Dance Order (Canal Bis e  Globoplay):

Chris Lorenzo 03h00 – 04h00

Bhaskar 01h30 – 03h00

Malifoo 00h30 – 01h30

Carola 23h30 – 00h30

Groove Delight 22h15 – 23h30

Kvsh 20h45 – 22h15

Illusionize 19h15 – 20h45

Victor Lou 18h00 – 19h15

Almanac 17h00 – 18h00

Fluxzone 16h00 – 17h00

4 de setembro, domingo

Palco Mundo (com exibição no canal Multishow, Globoplay, G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Justin Bieber – 23h00

Demi Lovato – 20h35

Iza – 18h25

Jota Quest – 16h15

Palco Sunset (com exibição no canal Multishow, Globoplay , G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Gilberto Gil e família – 21h55

Emicida convida Drik Barbosa, Rael, Priscilla Alcântara e Pastor Henrique Vieira – 19h30

Luísa Sonza convida Marina Sena – 17h20

Matuê – 15h10

Espaço Favela (Canal Bis e  Globoplay):

Funk Orquestra – 20h05

Buchecha – 17h55

Taylan – 16h30

New Dance Order (Canal Bis e  Globoplay):

Lost Frequencies 02h30 – 04h00

Liu 01h00 – 02h30

Samarah 23h15 – 01h00

Sickick 22h15 – 23h15

Dubdogz 20h45 – 22h15

Cat Dealers 19h15 – 20h45

Gabe 18h00 – 19h15

Ownboss 17h00 – 18h00

Maz 16h00 – 17h00.

8 de setembro, quinta.

Palco Mundo (com exibição no canal Multishow, Globoplay, G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Guns N’ Roses – 0h10

Måneskin – 22h20

The Offspring – 20h10

CPM 22 – 18h00

Palco Sunset (com exibição no canal Multishow, Globoplay , G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Jessie J – 21h15

Corinne Bailey Ray – 19h05

Gloria Groove – 16h55

Duda Beat – 15h30

Espaço Favela (Canal Bis e  Globoplay):

Drenna – 20h55

Th4i convida Lia Clark – 17h55

Izzra – 16h30

New Dance Order (Canal Bis e  Globoplay):

Adriatique 02h00 – 04h00

Zac 01h00 – 02h00

Sarah Stenzel 00h00 – 01h00

Ben Böhmer 22h30 – 00h00

Gui Boratto 21h30 – 22h30

Du Serena Vs Junior C 20h00 – 21h30

Leo Janeiro Vs Nepal 18h30 – 20h00

Marta Supernova 17h00 – 18h30

Nu Azeite Live 16h00 – 17h00

9 de setembro, sexta.

Palco Mundo (com exibição no canal Multishow, Globoplay, G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Green Day – 0h10

Fall Out Boy – 22h20

Billy Idol – 20h10

Capital Inicial – 18h00

Palco Sunset (com exibição no canal Multishow, Globoplay , G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Avril Lavigne – 21h15

1985: A Homenagem – 19h05

Jão + convidado – 16h55

Di Ferrero & Vitor Kley – 15h30

Espaço Favela (Canal Bis e  Globoplay):

MD Chefe e Domlaike – 20h05

Choice – 17h55

Marvvila – 16h30

New Dance Order (Canal Bis e  Globoplay):

Neelix 02h30 – 04h00

Blazy 01h30 – 02h30

Paranormal Attack 00h00 – 01h30

Vegas 22h30 – 00h00

Rica Amaral 21h30 – 22h30

Aly & Fila 19h00 – 21h30

Antdot 17h30 – 19h00

Meca 16h00 – 17h30

10 de setembro, sábado.

Palco Mundo (com exibição no canal Multishow, Globoplay, G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Coldplay – 0h10

Camila Cabello – 22h20

Bastille – 20h10

Djavan – 18h00

Palco Sunset (com exibição no canal Multishow, Globoplay , G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Ceelo Green – 21h15

Maria Rita + convidado – 19h05

Gilsons + Jorge Aragão – 16h55

Bala Desejo + convidado – 15h30

Espaço Favela (Canal Bis e  Globoplay):

Ferrugem e Thiaguinho – 20h05

Orochi – 17h55

El Pavuna – 16h55

New Dance Order (Canal Bis e  Globoplay):

Kaskade 02h30 – 04h00

Jetlag 01h00 – 02h30

Curol 23h45 – 01h00

Gabriel Boni 22h30 – 23h45

Makj 21h30 – 22h30

The Fish House 20h00 – 21h30

Chemical Surf 18h30 – 20h00

Bruno Be Vs Fancy Inc 17h00 – 18h30

Alexiz Bcx 16h00 – 17h00

11 de setembro, domingo.

Palco Mundo (com exibição no canal Multishow, Globoplay, G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Dua Lipa – 0h10

Megan Thee Stallion – 22h20

Rita Ora – 20h10

Ivete Sangalo – 18h00

Palco Sunset (com exibição no canal Multishow, Globoplay , G1 e Rede Globo (melhores momentos):

Ludmilla – 21h15

Macy Gray – 19h05

Power! Elza Vive – 16h55

Liniker convida Luedji Luna – 15h30

Espaço Favela (Canal Bis e  Globoplay):

Lexa – 20h05

Azzy – 17h55

Ella Fernandes – 16h30

New Dance Order (Canal Bis e  Globoplay):

Anna 02h00 – 04h00

Eli Iwasa 00h00 – 02h00

Blond:Ish 22h30 – 00h00

Ella De Vuono 21h00 – 22h30

Anabel Englund 19h30 – 21h00

Aline Rocha 18h00 – 19h30

Mary Olivetti 16h00 – 18h00.

Maiores informações no IGORMIRANDASITE.

sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Megadeth libera “Soldier On!”, 3° single de seu novo álbum; ouça

Soldier On!” integra “The Sick, the Dying… and the Dead!”, 16° álbum de estúdio do Megadeth, que chegará no dia 2 de setembro próximo, via Tradecraft/Universal Music.

Megadeth libera “Night Stalkers” (feat. Ice T), 2° single de seu novo álbum; ouça.

Megadeth libera clipe de “We’ll Be Back”, 1° single de seu novo álbum; assista.

O trabalho sucederá o ótimo "Dystopia" (2016) e será trará James LoMenzo às 4 cordas, na vaga do demitido David Ellefson.

Ouça “Soldier On!” no player abaixo:

Tracklist:

The Sick, The Dying… And The Dead!
Life In Hell
Night Stalkers (com Ice-T)
Dogs Of Chernobyl
Sacrifice
Junkie
Psychopathy
Killing Time
Soldier On!
Célebutante
Mission To Mars
We’ll Be Back
Police Truck
This Planet’s On Fire (Burn In Hell) (com Sammy Hagar)

quarta-feira, 3 de agosto de 2022

Metallica: o conselho de Tom Jones que James Hetfield seguiu para cuidar de sua voz

Tom Jones e o vocalista do Metallica, James Hetfield, aparentemente não compartilham muito em comum, além de seu ofício compartilhado. Embora o galês esteja na casa dos 80 anos, sua voz ainda soa formidável e ele compartilhou com Hetfield o segredo de sua longevidade.

O segredo comercial deveria permanecer confidencial entre os dois. No entanto, o líder do Metallica não conseguiu guardar para si e passou para a geração mais jovem como Jones fez com ele. Se Hetfield quiser continuar se apresentando até ter a mesma idade do cantor galês, ele precisa seguir o plano que recebeu. Funcionou tão bem que ele quer compartilhar com quem o ouve.

Uma pessoa que se beneficiou do conhecimento que Jones passou para o frontman do Metallica é Frank Carter. Durante o verão, sua banda Frank Carter & The Rattlesnakes tocou em vários festivais que as lendas do metal lideraram. Como resultado, eles conseguiram iniciar um relacionamento com Hetfield, colocando Carter sob sua asa.

Continuamos esbarrando nele, e ele é um bom rapaz”, disse Carter à NME. “Ele é o rei do rock’n’roll, ele é correto. Eu assisti o Metallica outro dia. Eu estava do lado do palco assistindo ele de seu pequeno mundo de guitarra, bem, mundo enorme de guitarra, e foi tão foda. Eu tenho tentado minimizar isso, mas foi um dos melhores momentos de toda a minha vida. Eu amo o Metallica. Eu estou lá, vendo ele tocar, ele vem trocar sua guitarra e ele me dá um high five e diz, 'Espere, eu tenho algo para você!'

Carter não sabia o que esperar de Hetfield e não suspeitava que seria um presente tão saudável. O ex-vocalista do Gallows continuou: “Ele vai e pega esse punhado de coisas e depois coloca na minha mão algumas palhetas e essas pequenas pílulas de Vocalzone. Eles são esses pequenos doces para a garganta, e ele diz: 'Isso vai salvar sua vida e salvar sua garganta.'

Depois de passar a pepita de sabedoria, Hetfield revelou que foi Jones quem o colocou no Vocalzone, e Carter ficou honrado por ter recebido conselhos do lendário cantor, mesmo que fossem de segunda mão.

Carter concluiu: "Ele disse: 'Você sabe quem me colocou nisso?' Eu estou sentado lá pensando: 'Cara, alguma lenda do rock' n' roll'. Então ele diz: 'Tom fuckin' Jones', ele coloca sua guitarra de volta e volta para o palco. Eu só fico lá tipo, 'Uau, isso é doentio'".

Via FAR OUT.

Se você quiser saber se as pílulas Vocalzone funcionam, assista ao vídeo abaixo de Jones tocando 'One More Cup Of Coffee' de Bob Dylan no O2 Shepherd's Bush Empire de Londres.

sexta-feira, 22 de julho de 2022

Megadeth libera “Night Stalkers” (feat. Ice T), 2° single de seu novo álbum; ouça

Night Stalkers”, com a participação de Ice T, frontman do Body Count,  integra “The Sick, the Dying… and the Dead!”, 16° álbum de estúdio do Megadeth, que chegará no dia 2 de setembro próximo, via Tradecraft/Universal Music.

Megadeth libera clipe de “We’ll Be Back”, 1° single de seu novo álbum; assista.

O trabalho sucederá o ótimo "Dystopia" (2016) e será trará James LoMenzo às 4 cordas, na vaga do demitido David Ellefson.

Ouça “Night Stalkers” no player abaixo:

Tracklist:

The Sick, The Dying… And The Dead!
Life In Hell
Night Stalkers (com Ice-T)
Dogs Of Chernobyl
Sacrifice
Junkie
Psychopathy
Killing Time
Soldier On!
Célebutante
Mission To Mars
We’ll Be Back
Police Truck
This Planet’s On Fire (Burn In Hell) (com Sammy Hagar)

quinta-feira, 7 de julho de 2022

Metallica declara que "todos são bem-vindos na família Metallica" após aumento de popularidade com Stranger Things

A banda aproveitou uma oportunidade única para abrir os braços para todos e silenciar os haters.

Desde que Master of Puppets” do Metallica foi apresentado no final da quarta temporada de Stranger Things, tem havido uma onda de novo interesse na banda e em sua épica faixa de 36 anos. Claro, o Metallica existe há décadas e a banda tem sido praticamente um nome familiar durante a maior parte desse tempo. Ainda assim, isso não impediu que novos fãs, através da aparição de Stranger Things, gravitassem para os ícones do metal.

Metallica tem seu 'momento Kate Bush' enquanto a internet enlouquece por "Master Of Puppets" em "Stranger Things".

A faixa-título de 1986 de Master of Puppets entrou na lista das 50 melhores faixas do Spotify para os Estados Unidos esta semana, já que quase todos os meios de comunicação cobriram a inclusão da faixa no final do programa popular. Claro, sempre há opositores e desfiladeiros, que se envolvem no bom e velho passatempo de vigiar na tentativa de manter os novatos para baixo e proteger o que é precioso. Um exemplo clássico de gatekeeping é dizer que algo ou alguém não é "metal o suficiente", por uma razão ou outra e a maior parte do raciocínio está puramente além do controle da pessoa.

Ou seja, é difícil ter "estado lá nos anos oitenta" se você ainda não nasceu. Pessoalmente, estou começando a me perguntar se não sou metal o suficiente porque não nasci quando o primeiro álbum do Black Sabbath foi lançado, mas isso não é nem aqui nem lá. Independentemente disso, o Metallica - aparentemente tomando conhecimento do alvoroço, foi altamente ativo em suas contas de mídia social esta semana, comentando no Instagram que "Stranger Things sempre foi o próximo nível, então estávamos mais do que empolgados para eles não incluírem apenas 'Master of Puppets' ' no show, mas ter uma cena tão crucial construída em torno disso. Estávamos todos empolgados para ver o resultado final e quando o fizemos, ficamos totalmente impressionados... é tão extremamente bem feito." No entanto, no TikTok, a banda deixou um recadinho para quem estava preparando o haterade (você confere o post completo abaixo):

Parece que os garotos da Bay Area não estavam interessados em toda a puxada de patentes e enviaram uma mensagem para o mundo: parem com toda essa guarda! E para todos que recentemente pularam no trem maluco do Metallica via Stranger Things, sejam bem-vindos a bordo e segurem sua bunda! É um passeio selvagem, perverso e maravilhoso!

Via METAL INJECTION.

@metallica Heard any cool songs lately? ⚡️ #Metallica #MasterOfPuppets #StrangerThings #StrangerThings4 #EddieMunson #NotLiveInTheUpsideDown ♬ Master of Puppets (Remastered) - Metallica

segunda-feira, 4 de julho de 2022

Metallica tem seu 'momento Kate Bush' enquanto a internet enlouquece por "Master Of Puppets" em "Stranger Things"

"Master Of Puppets" do Metallica disparou nas paradas do Spotify, já que sua inclusão em "Stranger Things" leva a uma nova onda de amor pela faixa.

O Metallica ganhou seu próprio 'momento Kate Bush' graças à inclusão de "Master Of Puppets" em uma cena crucial no episódio final da última temporada de "Stranger Things".

Os fãs da imensamente popular série de terror se reuniram na Netflix no fim de semana depois que os dois últimos episódios da quarta temporada foram adicionados ao serviço de streaming na sexta-feira, com uma cena do último episódio em particular provocando uma enorme reação dos fãs de música.

Durante o episódio, enquanto os personagens principais de Stranger Things começam a montar um desafio final para os males que dominaram seus amados Hawkins, o popular personagem metalhead Eddie Munson tem seu próprio momento heroico para brilhar, abrindo caminho através de um clássico do heavy metal para causar um distração que permite que seus amigos completem sua parte do grande plano.

Como havia sido sugerido por virtuosos da guitarra de olhos de águia em toda a internet que analisaram a execução de Eddie em um trailer recente, não era outro senão o clássico "Master Of Puppets" do Metallica que o personagem toca, com a versão completa da faixa sendo usada logo depois para adicionar um pouco de ar malvado de heavy metal ao clímax do episódio. Sem surpresa, a internet está adorando isso, com todos, desde metalheads obstinados a recém-chegados do Metallica, jorrando sobre o segmento MOP.

"Quão poderosa foi essa cena, onde Eddie soou e dedicou o "Master Of Puppets" do Metallica para Chrissy?" disse um usuário no Twitter.

Eddie interpretando Master of Puppets se tornará uma das cenas mais icônicas da televisão deste ano, facilmente”, proclamou outro.

Acredito firmemente que #StrangerThings teve as três melhores cenas do ano em uma temporada”, argumentou um espectador. "Running Up That Hill", "Separate Ways" e "Master of Puppets". Todos os três momentos de cair o queixo."

Outro usuário foi ainda mais longe, afirmando: "Reclame de coisas estranhas o quanto quiser, mas não me negará o fato de que Eddie tocando "Master of Puppets" do Metallica ... É a melhor cena de todos os tempos".

De fato, a inclusão de "Master Of Puppets" em Stranger Things tem sido tão popular que a faixa disparou em várias paradas do Spotify, depois de registrar milhões de novos streams, chegando ao top 50 semanal da plataforma nos EUA e no Reino Unido.

Embora "Master Of Puppets" provavelmente não atinja o mesmo nível de infâmia viral, tudo isso ecoa o sucesso descontrolado de "Running Up That Hill", de Kate Bush, que encontrou uma nova vida após sua inclusão em um episódio anterior desta temporada de Stranger Things, eventualmente. conseguindo um single número um no Reino Unido para Bush e se tornando uma das faixas mais comentadas de 2022, quase quarenta anos após seu lançamento.

'Stranger Things' catapulta o single de Kate Bush 'Running Up That Hill', de 1985, para o primeiro lugar nas paradas.

Via Metal Hammer.

Assista à cena icônica de "Master Of Puppets" abaixo. A última temporada de Stranger Things já está disponível na Netflix.

quinta-feira, 23 de junho de 2022

Megadeth libera clipe de “We’ll Be Back”, 1° single de seu novo álbum; assista

We’ll Be Back” integra “The Sick, the Dying… and the Dead!”, 16° álbum de estúdio do Megadeth, que chegará no dia 2 de setembro próximo, via Tradecraft/Universal Music.

O trabalho sucederá o ótimo "Dystopia" (2016) e será trará James LoMenzo às 4 cordas, na vaga do demitido David Ellefson.

O clipe de “We’ll Be Back” inicia uma trilogia anunciada de clipes até o lançamento do álbum “The Sick, the Dying… and the Dead!”.

Assista no player abaixo:


Tracklist:

The Sick, The Dying… And The Dead!
Life In Hell
Night Stalkers (com Ice-T)
Dogs Of Chernobyl
Sacrifice
Junkie
Psychopathy
Killing Time
Soldier On!
Célebutante
Mission To Mars
We’ll Be Back
Police Truck
This Planet’s On Fire (Burn In Hell) (com Sammy Hagar)

sexta-feira, 27 de maio de 2022

Max e Iggor Cavalera comemoram 25 anos do álbum Roots com show especial em São Paulo

Apresentação acontece dia 07 de agosto na Áudio.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

A partir do mês de julho, os irmãos Max e Iggor Cavalera farão uma turnê comemorativa pela América Latina, celebrando os 25 anos do lançamento do álbum "Roots", um dos grandes clássicos do metal mundial e que faz parte da discografia de vida dos irmãos Cavalera.

Para tornar esta celebração ainda mais especial, os irmãos Cavalera contarão com o lendário guitarrista Dino Cazares, um dos mais importantes nomes da música pesada. O músico marcou época no começo dos anos 1990 com a criação do Fear Factory, banda de relevância inegável para a renovação do Metal naquela década, e que segue atuante até hoje. Dino Cazares também participou do Brujeria, com quem gravou discos icônicos como "Matando Güeros" e "Raza Odiada", e tocou no Divine Heresy e Asesino. No ano passado, Cazares começou a tocar ao lado de Max Cavalera com o Soulfly.

A apresentação em São Paulo é o ápice da turnê e será realizada na tradicional casa de shows Áudio, em São Paulo.  O evento contará com outras atrações que serão divulgadas em breve pela produção.

*Em todos os setores estão disponíveis os ingressos na modalidade ingressos solidário válido através da doação de 2 kilos de alimentos não-perecível para #campanhacontraafome.

O álbum "Roots", lançado em 1996, representou uma revolução musical dentro do cenário Metal, ao apostar em riffs e afinações mais baixas, amplificando o peso e alicerçando a sonoridade que seria abraçada pelo New Metal logo depois, além do inovador uso de batidas tribais em complemento, referência esta retratada até mesmo na capa do disco.

O intercâmbio cultural com a tribo dos Xavantes rendeu algo memorável musicalmente e rendeu um aumento no interesse pela cultura indígena pelos fãs do estilo e pelo público em geral.

Envolvidos com a música pesada desde os anos 1980, Max e Iggor seguem trabalhando com diversos projetos e bandas. O baterista, que se tornou uma referência do thrash metal por sua pegada única e força, além de integrar o time do Cavalera Conspiracy, tem um projeto eletrônico chamado MixHell e o duo industrial Petbrick.

O guitarrista e vocalista Max Cavalera lidera o Soufly há 24 anos, lançando discos de sucesso e fazendo incessantes turnês mundiais, e recentemente lançou álbuns com projetos como o Go Ahead and Die e Killer be Killed. Frontman único, com uma magnética presença de palco e atitude, Max segue sendo uma das vozes mais icônicas do metal brasileiro no mundo.

Serviço completo:

Max & Iggor Cavalera – Return To Roots

Data: 07 de agosto 2022 (domingo)

Abertura dos portões: 18h

Local: Áudio – Av. Francisco Matarazzo, 694, Barra Funda – São Paulo/SP

Ingressos: a partir de R$120,00 (Pista)

Classificação: 18 anos

Acesso para deficientes: sim

Local para alimentação: sim

Wi-fi: sim

Venda Ingressos: Bilheteria Audio (Av. Francisco Matarazzo, 694 - de segunda a sábado das 13h às 20h) e no aplicativo ou site da Ticket360:

https://www.ticket360.com.br/evento/24953/ingressos-para-return-to-roots-max-e-iggor-cavalera

Realização: Honorsounds: www.honorsounds.com.br

quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Royal Blood divulga clipe de "Sad But True", cover do Metallica; assista

"Sad But True" integra a "The Metallica Blacklist", que celebra os 30 anos do "Black Album" e chegará no dia 10 de setembro próximo.

"The Metallica Blacklist" é uma homenagem adequada e ilimitada, que apresenta bandas que dividiram o palco com o Metallica ao lado de artistas que são mais jovens do que o álbum original. É uma assembléia verdadeiramente impressionante, às vezes mistificadora de músicos, dezenas dos quais têm pouco ou nada em comum além da paixão compartilhada pela música que os uniu neste álbum: 1 Álbum. 12 músicas. 53 Artistas. Possibilidades ilimitadas.

"The Metallica Blacklist" estará disponível em formatos que incluem digital, quatro CDs e uma edição limitada de sete LPs de vinil.

Todos os lucros do "The Metallica Blacklist" serão divididos igualmente entre a fundação All Within My Hands e mais de 50 instituições de caridade escolhidas pelos artistas que tocam no álbum. All Within My Hands foi fundado pela banda em 2017 como uma forma de toda a família Metallica retribuir às comunidades que apoiaram a banda, apoiando a educação da força de trabalho, a luta contra a fome e outros serviços locais essenciais.

Assista ao clipe de "Sad But True" com o duo Royal Blood no player abaixo:


Tracklist:

* ALESSIA CARA & THE WARNING - Enter Sandman
* MAC DEMARCO - Enter Sandman
* GHOST - Enter Sandman
* JUANES - Enter Sandman
* RINA SAWAYAMA - Enter Sandman
* WEEZER - Enter Sandman
* SAM FENDER - Sad But True (Live)
* JASON ISBELL - Sad But True
* MEXICAN INSTITUTE OF SOUND FEAT. LA PERLA & GERA MX - Sad But True
* ROYAL BLOOD - Sad But True
* ST. VINCENT - Sad But True
* WHITE REAPER - Sad But True
* YB - Sad But True
* BIFFY CLYRO - Holier Than Thou
* THE CHATS - Holier Than Thou
* OFF! - Holier Than Thou
* PUP - Holier Than Thou
* COREY TAYLOR - Holier Than Thou
* CAGE THE ELEPHANT - The Unforgiven
* VISHAL DADLANI, DIVINE, SHOR POLICE - The Unforgiven
* DIET CIG - The Unforgiven
* FLATBUSH ZOMBIES FEAT. DJ SCRATCH - The Unforgiven
* HA*ASH - The Unforgiven
* JOSÉ MADERO - The Unforgiven
* MOSES SUMNEY - The Unforgiven
* J BALVIN - Wherever I May Roam
* CHASE & STATUS FEAT. BACKROAD GEE - Wherever I May Roam
* THE NEPTUNES - Wherever I May Roam
* JON PARDI - Wherever I May Roam
* SEBASTIAN - Don't Tread On Else Matters
* PORTUGAL. THE MAN FEAT. AARON BEAM - Don't Tread On Me
* VOLBEAT - Don't Tread On Me
* THE HU - Through The Never
* TOMI OWÓ - Through The Never
* PHOEBE BRIDGERS - Nothing Else Matters
* MILEY CYRUS FEAT. WATT, ELTON JOHN, YO-YO MA, ROBERT TRUJILLO, CHAD SMITH - Nothing Else Matters
* DAVE GAHAN - Nothing Else Matters
* MICKEY GUYTON - Nothing Else Matters
* DERMOT KENNEDY - Nothing Else Matters
* MON LAFERTE - Nothing Else Matters
* IGOR LEVIT - Nothing Else Matters
* MY MORNING JACKET - Nothing Else Matters
* PG ROXETTE - Nothing Else Matters
* DARIUS RUCKER - Nothing Else Matters
* CHRIS STAPLETON - Nothing Else Matters
* TRESOR - Nothing Else Matters
* GOODNIGHT, TEXAS - Of Wolf And Man
* IDLES - The God That Failed
* IMELDA MAY - the god that failed
* CHERRY GLAZERR - My Friend Of Misery
* IZÏA - My Friend Of Misery
* KAMASI WASHINGTON - My Friend Of Misery
* RODRIGO Y GABRIELA - The Struggle Within

quarta-feira, 11 de agosto de 2021

Megadeth recruta o baixista James Lomenzo para a próxima turnê

Em apenas nove dias, "The Metal Tour Of The Year" co-encabeçada pelo Megadeth e Lamb Of God irá devastar cidades da América do Norte. Enquanto a tão esperada jornada finalmente chega à estrada, o Megadeth acaba de anunciar que o ex-membro James LoMenzo, se juntará a eles para cuidar das tarefas de baixo nesta turnê.

O líder do grupo, Dave Mustaine, comentou:

"Estou feliz em anunciar que o ex-baixista e ex-aluno do Megadeth James LoMenzo graciosamente entrou na 'The Metal Tour Of The Year'. Os ensaios da turnê acabaram de começar, e mal podemos esperar para começar a esmagar a América do Norte."

LoMenzo acrescentou:

"Estou super feliz por voltar ao Megadeth para a próxima 'Metal Tour Of The Year'. Não há fãs melhores do que os fãs do Megadeth, mal posso esperar para chegar lá e destruir com algumas músicas do Megadeth com todos vocês."

LoMenzo juntou-se à banda em 2006 e apareceu em dois dos álbuns de estúdio do grupo, "United Abominations" de 2007 e "Endgame" de 2009. Ele foi demitido da banda em 2010 e substituído pelo retorno do baixista original David Ellefson.

Além do Megadeth, LoMenzo tocou com Ozzy Osbourne, Zakk Wylde e White Lion. Nos últimos oito anos, LoMenzo tem se apresentado com o icônico roqueiro John Fogerty.

Mustaine ainda não revelou quem tocou baixo no novo álbum do Megadeth depois que as faixas de David Ellefson foram removidas do LP após sua saída da banda no final de maio.

Ellefson gravou suas faixas de baixo no décimo sexto LP do grupo em maio de 2020 em um estúdio em Nashville, Tennessee.

Em julho, Mustaine anunciou durante um episódio de seu programa Gimme Radio "The Dave Mustaine Show" que as faixas de baixo de Ellefson não seriam usadas no novo LP do Megadeth.

No início de maio, no mesmo dia em que mensagens com toques sexuais e vídeos explícitos envolvendo Ellefson foram postados no Twitter, ele divulgou um comunicado no Instagram negando todas as conversas nas redes sociais de que ele "preparou" um fã menor. Ele também entrou com um relatório no departamento de polícia em Scottsdale, Arizona, alegando distribuição ilegal de imagens sexualmente explícitas de Ellefson por criminosos desconhecidos. No relatório, Ellefson admitiu que vinha trocando mensagens de texto sexuais com um adolescente holandês, que capturou um vídeo de vários de seus "encontros de se masturbar" virtuais sem seu consentimento e os compartilhou com amigos. (De acordo com Ellefson, a mulher tinha 19 anos na época de seu primeiro encontro sexual virtual.) Ellefson, de 56 anos, que mora em Scottsdale, tomou conhecimento do vídeo em 9 de maio, quando alegou "David Ellefson do Megadeth é um pedófilo"apareceu no Instagram. Ellefson disse à polícia que foi notificado em 14 de maio pelo Megadeth de que a banda se separaria dele. Três dias depois, ele foi despedido.

Em 24 de maio, Mustaine, que formou o Megadeth com Ellefson em 1983, anunciou a saída do baixista da banda. Dois dias depois, Ellefson divulgou um comunicado no qual prometeu abrir um "processo por difamação" contra a pessoa que "postou ilegalmente um vídeo muito privado" do baixista e fez "falsas alegações" contra ele. Ele também disse que estava trabalhando com a polícia em Scottsdale "na investigação das acusações de pornografia de vingança contra a pessoa que postou o vídeo. Essa pessoa será processada em toda a extensão da lei", escreveu Ellefson. Ele continuou dizendo que estava "aproveitando esse tempo para estar com minha família" e desejou a seus "companheiros de banda" o melhor em sua próxima turnê.

Ellefson estava no Megadeth desde o início da banda em 1983 a 2002, e novamente de 2010 até sua última saída.

Via Blabbermouth.