Confraria Floydstock: recomendações
Mostrando postagens com marcador recomendações. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador recomendações. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 14 de maio de 2021

Assista ao clipe de "Apocalypse", canção do novo álbum ao vivo do Lacuna Coil


"Live From The Apocalypse" chegará no dia 25 de junho próximo, via Century Media Records.

Assista ao clipe de "Bad Things", canção do novo álbum ao vivo do Lacuna Coil.

A banda milanesa Lacuna Coil liberara o clipe ao vivo de "Apocalypse", canção que integra o novo lançamento do grupo, "Live From The Apocalypse", que registrara uma apresentação na Itália, sem público, em virtude da pandemia da COVID-19 (Coronavírus), mas tudo feito como se este estivesse presente, em setembro último.

O material, que traz o álbum mais recente "Black Anima", todo ele executado ao vivo, virá nos formatos LP, CD (somados a um DVD bônus com a filmagem da transmissão original) e digital.

Assista ao vídeo de "Apocalypse" no player abaixo:


Tracklist:

01. Anima Nera
02. Sword Of Anger
03. Save Me
04. Now Or Never
05. Reckless
06. Through The Flames
07. Apocalypse
08. Black Feathers
09. Under The Surface
10. The End Is All I Can See
11. Veneficium
12. Black Dried Up Heart
13. Bad Things
14. Layers Of Time
15. Black Anima
16. Save Me (Apocalypse Version)

Within Temptation lança novo álbum ao vivo e divulga clipe; ouça e assista

"The Silent Force Tour" traz a apresentação da banda neerlandesa Within Temptation no Java-Eiland Amsterdam em 2005, divulgando o álbum "The Silent Force" (2004).

Ouça no player abaixo e assista ao clipe de "Stand My Ground":

Ouça "The Enigmatic Sequel", novo single do Mortemia (feat. Madeleine Liljestam, do Eleine)

"The Enigmatic Sequel", novo single do Mortemia, projeto paralelo de Morten Veland, guitarrista e líder do Sirenia, chegara hoje, e contando com a participação especial da frontwoman do Eleine, Madeleine Liljestam.

Sirenia lança lyric video de "This Curse Of Mine", canção de seu novo álbum; assista.

Sirenia: entrevista exclusiva com a vocalista Emmanuelle Zoldan / exclusive interview with vocalist Emmanuelle Zoldan.

Este é o 1º trabalho do projeto desde o álbum único "Misere Mortem" (2010).

Eu fui imediatamente fisgada pelo refrão muito carismático dessa música e quando ouvi os grunhidos do Morten também fui lançada em minhas raízes do black metal old school e foi um GRANDE SIM para mim quando ele perguntou se eu queria fazer uma performance nesta música! Espero que nossa legião Eleine goste!” - disse em nota Madeleine Liljestam.

Ouça no player abaixo:

quinta-feira, 13 de maio de 2021

Cream: Um furacão passou pelo rock

Na segunda metade dos anos 60 o rock estava  saindo da 'puberdade'(com seus "iê-iê-iê's" e "oh baby, give me a kiss") e chegando a 'fase adulta', onde as virtuoses começaram a se sobressair e a levarem este gênero por inúmeros caminhos. Uma dessas bandas foi o Cream, que tinha na sua formação o primeiro power trio da história do rock.

Em 1966, Eric Clapton, que na época já era "deus" e alcançou a divindade tocando e amando o blues juntava-se aos incríveis Jack Bruce e Ginger Baker, que eram jazzistas por definição e religião. Era uma "fé cega", se me permitem a torta referência.

Depois de um caminho tortuoso no início, com o primeiro single do álbum "Fresh Cream", a banda colocou pra fora toda a sua genialidade e compôs músicas que fariam parte de seus 4 álbuns de estúdio e se tornariam verdadeiras pérolas do Rock, como "Sunshine of Your Love", "I Feel Free", "White Room", "Tales of Brave Ulysses", "Strange Brew", "Toad", "Badge" e versões poderosas de "Spoonful", "Outside Woman Blues", "Crossroads", "Born Under a Bad Sign" e "Steppin' Out".

Se no estúdio a banda já era absurdamente prolífica, as performances ao vivo eram algo sem igual, marcadas pela genialidade e excelência, onde a plateia ficava numa espécie de transe diante daquilo, condensando-se em um som inovador, poderoso, psicodélico e que tomou de assalto os amantes do rock na época. E então veio o fim. As desgastantes turnês(a banda fez cerca de 300 shows em um intervalo de um ano) e as tensões entre seus membros(especialmente Bruce e Baker) acabaram esgotando o trio e seus integrantes resolveram seguir com a vida em outros projetos.

Em 26 de novembro de 1968 o Cream subia ao palco do lendário Royal Albert Hall de Londres para seu último concerto e sairia daquele palco sendo ovacionado por uma multidão consternada que jogava inúmeras rosas em direção aos três e bradava "God save the Cream!", numa espécie de alusão à "God save the Queen!", saldação costumeira feita à rainha Elisabeth.

Muitos defendem que o Cream foi o precursor do que viria a ser o heavy metal, algo que categoricamente não era a intenção da banda, tanto que anos depois numa entrevista, um "doce e gentil" Ginger Baker soltou a seguinte frase: "O Heavy Metal deveria ter sido abortado". O Cream durou menos de 3 anos, mas deixou uma marca indelével na história do rock. A lista de admiradores e músicos que foram fortemente influenciados pela banda inclui nomes como Jimi Hendrix, Roger Waters, Eddie Van Halen e David Bowie, e grupos como Hush, Led Zeppelin, Queen e Black Sabbath, entre tantos outros. 

 O Cream foi único. Um legado que poucas bandas na história da música puderam deixar. Sei que o texto é repleto de "nostalgia do que não vivemos" e cheio de romantismo. Mas o que fica é a reverência à uma das maiores bandas da história e que pavimentou o caminho para tudo o que veio depois. Como diria a revista britânica "Beat Instrumental" na sua manchete sobre o penúltimo álbum da banda, "Wheels of Fire": "Comprem este álbum ou vivam miseravelmente o resto de suas vidas!"

Por Jaderson Gomes.

quarta-feira, 12 de maio de 2021

Edu Falaschi anuncia datas de lançamento mundial do álbum "Vera Cruz" e linha de produtos exclusivos

Projeto celebra um momento de superação na carreira do cantor

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

O cantor Edu Falaschi anunciou hoje através de suas redes sociais o lançamento mundial do seu primeiro álbum autoral, intitulado "Vera Cruz".

O projeto considerado ousado para os parâmetros atuais, celebra um momento de superação do cantor e será lançado mundialmente da seguinte forma:

 - 12 de Maio lançamento no Japão em formato físico e digital.

- 18 de Maio lançamento digital mundial

- 31 de Maio lançamento físico no Brasil 

- 15 de Junho lançamento físico mundial

Repleto de melodias e harmonias poderosas, o álbum incorpora todo o estilo que o artista consolidou durante seus 30 anos de carreira e que se tornou uma marca registrada em suas obras. Suas origens e principais características como cantor e compositor ficam evidentes a cada faixa desta grande álbum. 

O lançameto no Brasil contará com produtos exclusivos em formatos especiais, tais como DIGIPACK em uma edição luxuosa, embalagem com luva, escritos em prata, encarte de 20 páginas, Pop-up e uma faixa bônus para o mercado brasileiro. 

Além disso, também será lançado para os colecionadores de Vinil, um LP DUPLO COLORIDO em edição especial 180g, prensagem limitada de 285 peças.

Vera Cruz é o nome do primeiro álbum solo gravado com repertório inédito por Edu Falaschi, cantor e compositor paulistano projetado nos anos 2000 como vocalista da banda Angra, na qual permaneceu até 2012.

O trabalho teve o início das gravações em novembro de 2020 no Rio de Janeiro e foi produzido por Edu Falaschi e Roberto Barros e co-produzido por Thiago Bianchi. O disco conta com a participação dos mesmos companheiros de banda de Falaschi que o acompanham desde o início da carreira solo: Aquiles Priester, Fábio Laguna, Raphael Dafras, Roberto Barros e Diogo Mafra.

Ícone da música brasileira, Elba Ramalho, foi confirmada como a primeira convidada especial do álbum “Vera Cruz” e irá realizar um dueto mais do que especial com Edu Falaschi no novo disco. Reforçando a lista dos convidados, o álbum conta com o lendário vocalista e guitarrista Max Cavalera (Soulfly/Cavalera Conspiracy/Killer Be Killed/Go Ahead and Die), que está presente na faixa “Face of the Storm”.

Ambientado entre Brasil e Portugal nos tempos do descobrimento da ilha de Vera Cruz pelos colonizadores lusitanos, o romance é o mote da criação do repertório autoral composto por Falaschi, o conceito das letras foi criado por Edu Falaschi e desenvolvido por Fabio Caldeira. As orquestrações do álbum foram inicialmente idealizadas por Edu Falaschi e produzidas, criadas e finalizadas por Pablo Greg.

A arte do álbum e de todos os produtos associados ao Vera Cruz,  foram idealizadas pelo grande "digital designer" Carlos Fides.

O álbum "Vera Cruz" foi mixado e masterizado na Europa pelo lendário produtor Dennis Ward (Angra, Helloween, Pink Cream 69, Unisonic). “Poder estar com o Dennis novamente é extremamente emocionante, estar com ele de novo me traz muitas lindas recordações e ele sabe exatamente o que eu gosto em termos de sonoridade, sem contar que ele tem um bom gosto absurdo para mixagens”, afirma Edu sobre trabalhar com o Dennis Ward.

Tracklist:

1 – Burden

2 – The Ancestry

3 – Sea Of Uncertainties

4 – Skies In Your Eyes

5 – Frol De La Mar

6 – Crosses

7 – Land Ahoy

8 – Fire With Fire

9 – Mirror Of Delusion

10 – Bonfire Of The Vanities

11 – Face Of The Storm – feat. Max Cavalera

12 – Rainha do Luar – feat. Elba Ramalho

terça-feira, 11 de maio de 2021

Iggor Cavalera revisita “Refuse/Resist” em série no YouTube “Beneath the Drums”

Baterista apresenta clássico de sua carreira de maneira detalhada em seu canal

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

O baterista Iggor Cavalera lançou um novo episódio da série “Beneath the Drums” em seu canal no YouTube. A música “Refuse/Resist”, uma das mais emblemáticas de sua carreira, é o mais recente registro disponibilizado pelo músico. Os vídeos mostram Iggor tocando as músicas e explicando detalhes e curiosidades sobre criação e gravação.

Confira o novo vídeo da série:

A série Beneath the Drums foi criada para celebrar a obra do baterista e vem obtendo grande destaque nos principais veículos especializados. As músicas apresentadas anteriormente foram “Kamaitachi”; “Sanctuary”, lançada em 2008 com o Cavalera Conspiracy; além de “Territory” e “Itsari”, ambas dos anos 1990.

O baterista Iggor Cavalera lançou este ano sua conta no Patreon, onde disponibiliza conteúdos únicos e diferenciados. A plataforma é um serviço de financiamento coletivo, onde os fãs contribuem com valores pré-determinados para obter acesso exclusivo a conteúdos e recompensas. O serviço oferece um complemento ao conteúdo disponibilizado pela série Beneath the Drums.

Entre os projetos musicais atuais de Iggor Cavalera estão o eletrônico MixHell; o alternativo Soulwax e o mais recente Petbrick, duo industrial em parceria com Wayne Adams, do Big Lad. O último álbum de Iggor com o Cavalera Conspiracy, banda que tem ao lado de seu irmão Max Cavalera, é "Psychosis", de 2017.

Assista no canal de Iggor Cavalera no YouTube: www.youtube.com/IggorCavaleraDrums

Chrissie Hynde anuncia “Standing in the Doorway”, disco solo com releituras de Bob Dylan

Álbum celebra os 80 anos do bardo

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

Chrissie Hynde, vocalista da lendária banda The Pretenders, acaba de anunciar seu terceiro álbum solo. “Standing in the Doorway - Chrissie Hynde sings Bob Dylan” é um mergulho na obra de Bob Dylan com uma leitura sentimental e temática. Com nove faixas pinçadas cuidadosamente ao longo catálogo do bardo, o disco chega a todas as plataformas de streaming via BMG no dia 21/05, bem a tempo de celebrar os 80 anos do compositor.

As músicas foram feitas à distância, durante a quarentena, por Chrisse e James Walbourne, guitarrista e produtor musical que é parceiro da artista no Pretenders. O processo se deu quase inteiramente por aplicativos de troca de mensagens. James gravava uma ideia inicial e enviava para Chrissie adicionar seu vocal. O trabalho de mixagem foi realizado por Tchad Blake (U2, Arctic Monkeys, Fiona Apple) e teve seu processo iniciado de modo fluído e natural.

Estávamos já há algumas semanas de lockdown no ano passado quando James me enviou ‘Murder Most Foul’, a nova faixa do Dylan. Ouvir essa música mudou tudo para mim. Ouvir ela me tirou do clima pesado que eu estava. Lembro-me de onde estava no dia em que Kennedy foi baleado e peguei cada uma das referências que existem na música. É impressionante como em tudo que o Bob faz, ele consegue te fazer sorrir, te faz rir em algum momento. Eu sinto que ele é quase um comediante, com um humor ácido e sempre algo a dizer. Na mesma hora liguei pro James e falei 'vamos fazer alguns covers de Dylan' e foi isso que começou tudo”, conta Chrissie.

Com 14 álbuns de estúdio lançados e diversos clássicos, Chrissie Hynde é parte do Rock’n’Roll Hall of Fame e uma inspiração para diversas gerações de artistas, de diversos gêneros musicais e não só do punk e new wave, onde fez parte do movimento seminal. A artista - que dedica seu tempo a lutar em prol de causas ambientais e pelos direitos dos animais - tem uma carreira eclética que passou também pelo folk, pelo pop, pelo jazz e até pela música brasileira. 

Standing in the Doorway” virá acompanhado de um filme com apresentações de todas as faixas que será divulgado no dia 24/05, dia do octogésimo aniversário de Dylan. O álbum estará disponível em todos serviços de música digital no dia 21/05. 

Faça pré-save do álbum: https://chrissiehynde.lnk.to/StandingInTheDoorwayPR

Tracklist:

In the Summertime

You're a Big Girl Now

Standing in the Doorway

Sweetheart like You

Blind Willie McTell

Love Minus Zero / No Limit

Don't Fall Apart on Me

Tonight

Tomorrow Is a Long Time

Every Grain of Sand

segunda-feira, 10 de maio de 2021

Evanescence e Halestorm anunciam turnê conjunta pelos EUA começando ainda em 2021

Evanescence e Halestorm estão retornando aos palcos de shows nos EUA neste outono (por lá). Produzida pela Live Nation, a turnê começará sexta-feira, 5 de novembro em Portland, Oregon, e levará as bandas para arenas em todo o país antes de terminar no Nordeste pouco antes das férias.

Uma pré-venda especial do BLABBERMOUTH.NET começará na quarta-feira, 12 de maio, às 10h00, horário local, e terminará na quinta-feira, 13 de maio, às 22h00. horário local. Quando solicitado, digite o código de pré-venda "EVSxHS21" para acessar os ingressos antes do público em geral. A venda geral será nesta sexta-feira, 14 de maio, às 10h local. (Volte aqui antes do início da pré-venda na quarta-feira para obter links de ingressos individuais para todos os shows.)

A turnê reunirá duas das melhores mulheres do rock: Amy Lee e Lzzy Hale, para uma experiência verdadeiramente foda noite após noite. Amigas próximas, bem como colaboradoras próximas, no ano passado, Lzzy executou back-up vocals na "divertida canção de protesto não partidária" do Evanescence (MTV) "Use My Voice", e Amy se juntou a Lzzy em uma nova versão de "Break In" do Halestorm. Além de novas músicas e dos maiores sucessos das duas cantoras, os shows vão destacar seu vínculo pessoal e a música que daí vem.

Amy disse:

"As palavras não podem expressar o quão animados estamos para voltar em turnê com nossos amigos e agitar novamente. Nós temos construído essa nova música isoladamente por mais de um ano e sonhando com como será finalmente tocar ao vivo e experimentar junto com nossos fãs pela primeira vez. Mal podemos esperar para vê-lo lá!"

Lzzy disse sobre a próxima turnê:

"Todos nós estivemos de luto pela perda da música ao vivo e esperamos pacientemente, olhando para um futuro incerto. Finalmente o futuro parece brilhante e não consigo pensar em uma maneira melhor de quebrar o silêncio do que com nossos queridos amigos do Evanescence. Eu só posso imaginar como será a sensação de subir no palco novamente noite após noite, e me reconectar com todos os fãs de quem eu sinto tanto falta. Prepare-se para emoções intensas, performances barulhentas e uma nova energia estimulante, diferente de qualquer turnê que experimentamos no passado. Ansiosa para ver todos vocês!"

Datas da turnê:

Nov. 05 - Portland, OR - Veterans Memorial Coliseum

Nov. 07 - Seattle, WA - Climate Pledge Arena

Nov. 09 - San Jose, CA - SAP Center at San Jose

Nov. 12 - Las Vegas, NV - The Cosmopolitan of Las Vegas - The Chelsea

Nov. 13 - San Diego, CA - San Diego State University - Viejas Arena

Nov. 15 - Phoenix, AZ - Arizona Federal Theatre

Nov. 20 - Fort Worth, TX - Dickies Arena

Dec. 02 - Duluth, GA - Infinite Energy Arena

Dec. 05 - Saint Louis, MO - Saint Louis University - Chaifetz Arena

Dec. 11 - Detroit, MI - Little Caesars Arena

Dec. 12 - Cincinnati, OH - Heritage Bank Center

Dec. 14 - Pittsburgh, PA - University of Pittsburgh - Petersen Events Center

Dec. 15 - Newark, NJ - Prudential Center

Dec. 17 - Camden, NJ - BB&T Pavilion

Dec. 18 - Worcester, MA - DCU Center

sexta-feira, 7 de maio de 2021

Nancy Wilson lança "You and Me", seu 1º álbum solo; ouça e assista clipe

"You and Me", 1º álbum solo da guitarrista do Heart, Nancy Wilson, chegara hoje, via Carry On Music.

O trabalho traz uma homenagem ao saudoso guitarrista Eddie Van Halen na canção "4 Edward".

Nancy comentara:

Quando estávamos em turnê com aqueles caras (Van Halen), nos anos 80, ele [Eddie Van Halen] disse: ‘Eu gosto de como você toca violão’. Eu disse: ‘E por que você não toca mais violão’? Aí, ele respondeu: ‘Eu não tenho um violão’. Então, eu falei: ‘Como assim você não tem um violão’? Então, eu fui no ‘case’, peguei um instrumento e dei a ele.

Na manhã seguinte no hotel, ele ligou para o meu quarto e tocou para mim uma linda peça de violão. Fiquei tão emocionada e foi tão lindo, foi uma das coisas mais bonitas que eu já ouvi. Então, tentei retribuir o favor fazendo uma bela homenagem a ele

Ouça o álbum na íntegra no player abaixo:

Assista ao clipe da faixa-título:

Tracklist:

01. You And Me

02. The Rising

03. I’ll Find You

04. Daughter

05. Party At The Angel Ballroom (feat. Duff McKagan & Taylor Hawkins)

06. The Boxer (feat. Sammy Hagar)

07. Walk Away

08. The Inbetween

09. Dreams (feat. Liv Warfield)

10. The Dragon

11. We Meet Again

12. 4 Edward


Yngwie Malmsteen lança lyric video de "Wolves At The Door", canção de seu novo álbum; assista

"Wolves At The Door" integra "Parabellum", novo álbum do guitarrista Yngwie Malmsteen, que chegará no dia 23 de julho próximo, via Music Theories Recordings/Mascot Label Group.

Posso garantir que, embora possa parecer que existem teclados, tudo foi feito por mim na guitarra. Mesmo o que soa como uma introdução de piano em ‘Wolves At The Door’, a faixa de abertura, foi tocada na guitarra.” - disse Malmsteen, sobre a canção e explicando a referência ao compositor italiano Paganini: “É o tipo de coisa que adoro fazer. É a minha forma de homenageá-lo. E aqui funciona muito bem dentro do fluxo da faixa”, finalizou.  

Assista ao vídeo no player abaixo:


Tracklist:

01. Wolves At The Door
02. Presto Vivace in C# minor
03. Relentless Fury
04. (Si Vis Pacem) Parabellum
05. Eternal Bliss
06. Toccata
07. God Particle
08. Magic Bullet
09. (Fight) The Good Fight
10. Sea Of Tranquility

Assista ao lyric video de "Into Fury", canção do novo álbum de PelleK (feat Charlotte Wessels)

"Into Fury" integra "Darken the Shadow", 7º álbum do vocalista norueguês PelleK, que chegara em 2 de março último.

A canção conta com a colaboração de Charlotte Wessels, ex-frontwoman do Delain.

Charlotte Wessels, ex-Delain, lança clipe de "Victor", sua nova canção como artista solo; assista.

Assista no player abaixo:

quinta-feira, 6 de maio de 2021

David Gilmour reflete sobre sua carreira no Pink Floyd

Tenho milhares de memórias que são ótimas."

Quando entrevistei Nick Mason e Roger Waters e perguntei sobre a probabilidade de uma reunião do Floyd, Nick disse: “Adoro fazer turnês e viver na esperança”. Roger disse que estava "fora de questão".

Ouça David Gilmour e Peter Green entoando "Need Your Love So Bad" do Fleetwood Mac.

Pink Floyd até agora é uma peça de três atos. Haverá um quarto ato?

Não. Eu terminei com isso. Eu tive uma vida no Pink Floyd por muitos anos, e alguns desses anos no início, com Roger. E aqueles anos no que agora é considerado nosso apogeu foram 95 por cento musicalmente gratificantes e alegres e cheios de diversão e risos.

E eu certamente não quero deixar os outros cinco por cento afetarem minha visão do que foi um longo e fantástico tempo juntos. Mas já cumpriu o seu curso, terminamos, e seria uma fraude voltar atrás e fazê-lo de novo. E fazer isso sem Rick [Wright] seria simplesmente errado.

Eu sou totalmente a favor de Roger fazer o que ele quer fazer e se divertir e obter a alegria que ele deve ter sentido naqueles shows de The Wall. Estou em paz com todas essas coisas. Mas eu absolutamente não quero voltar. Eu não quero tocar em estádios. Estou livre para fazer exatamente o que quero e como quero fazer.


Dê-me um exemplo de um momento do Pink Floyd que você repassa em sua cabeça repetidamente porque foi magnífico.

Oh, os grandes momentos são uma legião. Tenho milhares de memórias instantâneas que são ótimas. "Meddle" foi um grande momento para nós. Mostrou o caminho a seguir e foi bem-sucedido.

Mas o mesmo acontecia com "A Saucerful of Secrets". "The Dark Side of the Moon" obviamente foi o momento de ruptura e foi incrível, e de repente passamos do tempo médio para o mega-tempo.

Que tal um momento em que você se encolher, pensando no horror de tudo isso?

Eu não tenho nada tão constrangedor. Embora se eu assistir ao "Live at Pompeii", eu estremeço.

O que você lembra do breve período em que você e Syd estiveram no grupo?

Foi trágico, realmente. Fizemos cinco shows juntos e ele ... [suspira]. Temos um pequeno filme de Syd em um camarim em algum desses shows, e ele dança uma pequena dança - uma pequena dança - e ele está todo sorrindo e rindo. Mas você apenas olha para ele e diz: "Oh, Deus, não, trágico." Pobre rapaz. Não consigo me lembrar muito sobre isso. Eu era novo em folha e acho que eles sabiam que eu estaria assumindo o controle.

Quais são as suas memórias de se apresentar no Live 8? [Gilmour, Waters, Mason e Wright se apresentaram pela primeira vez em 24 anos no evento de 2005.]

Eu gostei muito, embora tivéssemos alguns dias de ensaios muito tensos. Roger e eu não nos falávamos há anos.



Como você decidiu o que tocar?

Fizemos sugestões e Roger fez sugestões, e eu não me importei com as sugestões de Roger. No final, eu pensei: na verdade, nós somos o Pink Floyd e ele é nosso convidado, e ele pode apenas fazer o que dissermos a ele para fazer ou se foder.

O que ele sugeriu?

Ele queria fazer "Money”, o que todos nós realmente fizemos e “Another Brick in the Wall” e “In the Flesh”.

E ele foi derrotado.

Basicamente, sim.

Roger uma vez me disse que músicos que alcançam o nível de sucesso que vocês alcançaram “devem ter buracos em nossa psique que somente a adulação pode preencher”. Isso é uma coisa bastante honesta de se dizer.

É uma coisa honesta de se dizer. E eu acho que ele está certo, na verdade. Mas espero que eu não tenha mais esse buraco na minha psique, já que não vejo a necessidade desse tipo de adulação nessa escala.

Além disso, o estranho sobre estádios é que você não tem como saber se está indo bem. É uma multidão no singular. Você não pode retê-los como indivíduos. O poder e a energia de seu amor, por assim dizer, é uma droga maravilhosa para impulsionar seu ego a ponto de ficar superinflado.


Vocalistas da Neverwinter e Revengin gravam cover de "She is my Sin", hit do Nightwish; assista

As cantoras  Fernanda Zys e Bruna Rocha, frontwomen das bandas de metal sinfônico Neverwinter e Revengin, respectivamente, entoaram juntas a canção "She is my Sin", do Nightwish.

Neverwinter: Entrevista exclusiva com a vocalista Fernanda Zys.

Revengin publica emocionante videoclipe de "Repairless".

"She is my Sin" integra originalmente "Wishmaster", 3º álbum dos nórdicos do Nightwish, que chegara em 2000, ainda na fase da soprano Tarja Turunen.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

Assista ao vídeo no player abaixo:

terça-feira, 4 de maio de 2021

Burning Witches divulga clipe de, "The Witch of The North", faixa-título de seu novo álbum; assista

"The Witch of The North" dá nome ao novo álbum da banda suíça Burning Witches, que chegará em 28 de maio próximo, via Nuclear Blast.

Burning Witches divulga clipe de, "Flight Of The Valkyries", canção de seu novo álbum; assista.


O trabalho marca a estreia da guitarrista Larissa Ernst, que substituíra Sonia "Anubis" Nusselder, que deixara a banda em maio de 2020 para se juntar à nova banda de death metal Crypta.

Assista ao clipe de "The Witch of The North" no player abaixo:


Tracklist:

01. Winter's Wrath
02. The Witch Of the North
03. Tainted Ritual
04. We Stand As One
05. Flight Of The Valkyries
06. The Circle Of Five
07. Lady Of The Woods
08. Thrall
09. Omen
10. Nine Worlds
11. For Eternity
12. Dragon's Dream
13. Eternal Frost

Charlotte Wessels, ex-Delain, lança clipe de "Victor", sua nova canção como artista solo; assista

A cantora neerlandesa Charlotte Wessels, recentemente desligada da banda Delain com mais 3 integrantes, liberara no dia 30 de abril último o vídeoclipe para sua nova canção "Victor", inspirada no poema 'Demain, dès l'aube' (1856), do poeta francês Victor Hugo.

Charlotte Wessels, ex-Delain, mostra "Soft Revolution", sua nova canção como artista solo; assista.

A vocalista vem se projetando de forma independente, contando com o plano de patrocínio dos fãs, o Patreon, onde disponibiliza seus trabalhos solo e outras interações com seu público.

Assista ao clipe de "Victor" no player abaixo:

Udo Dirkschneider & The Old Gang lança clipe e single "Face Of A Stranger"; assista

"Face Of A Stranger", 2º single do projeto Udo Dirkschneider & The Old Gang, chegara no dia 29 de abril último, via AFM Records.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

O nome praticamente explica o que está por trás do projeto musical: a lenda do rock Udo Dirkschneider reuniu seu grupo de músicos mais próximos em meados de 2020 e fundou um novo projeto espetacular. Já estão disponíveis as primeiras informações concretas sobre o projeto Dirkschneider & The Old Gang. Além de Udo, seu filho Sven, os ex-membros do Accept, o baixista Peter Baltes e o guitarrista Stefan Kaufmann e da cantora Manuela Bibert também decidiram embarcar nesta nova iniciativa. A extensão desta formação e seus planos futuros só serão anunciados nas próximas semanas.

Udo Dirkschneider & The Old Gang lança clipe e single "Where Angels Fly".

Apenas isto: qualquer pessoa que anteriormente acreditou que já sabia de todos os planos desta ousada iniciativa está enganada. Dirkschneider & The Old Gang começou com um vídeo sensacional, mas é apenas um piscar de olhos nesta nova dimensão imensa que está pra surgir. Portanto, fique de olhos e ouvidos atentos: A partir de agora algo emocionante está para acontecer!

Assista ao clipe de "Face Of A Stranger" no player abaixo:

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Revengin publica emocionante videoclipe de "Repairless"

A banda de Symphonic Metal Revengin, acaba de apresentar o seu novo videoclipe de "Repairless". A música foi gravada originalmente no EP "Sinergy Through The Ashes", lançado em 2009 e que se encontra esgotado e agora recebeu uma nova versão, que estará presente na versão física do EP "Inner Dark".

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

As cenas das gravações do videoclipe aconteceram em Ushuaia, na Argentina e parte no Rio de Janeiro e o vídeo foi editado por Max Volta, da produtora Volta Team.

A produção e gravação ficou por conta de Rômulo Pirozzi da Piro-z Studios - Rio de Janeiro/Brasil e a mixagem e masterização é de Rene Heimans da MaXxive Productions - Reeuwijk/ Holanda.

Confira abaixo o clipe de "Repairless":

Além do lançamento do videoclipe, a Revengin tem participado de vários festivais onlines , desde 2020 até o momento. Sua frontwoman Bruna Rocha foi convidada a fazer algumas participações, sendo com as banda Eros e Les Mémoires Fall, onde sua voz imponente foi agraciada.

Vocalistas do Vikram e Hamen lançam cover do Avantasia

Os vocalistas das bandas Vikram (SP) e Hamen (SC), Guilherme de Siervi e Monica Possel, respectivamente, lançam cover da canção “Lucifer”, do Avantasia. Na performance gravada à distância, os artistas mostram suas técnicas vocais e até onde vai o poder de sua voz. O vídeo está disponível no canal da Monica Possel no YouTube, que conta com uma série de covers de canções de bandas como Kamelot, Revamp e After Forever.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

Idealizadora da colaboração, a Hamen será a banda de abertura da turnê da Vikram pelo sul do país. Por meio desta parceria, os músicos antecipam o que o público poderá conhecer na apresentação ao vivo. A canção original traz a voz de Jørn Lande, uma grande referência para os estudos vocais de Monica Possel, que explica mais sobre o cover:

Essa música tem a participação de um dos vocalistas que mais me inspira na atualidade que é o Jørn Lande. Quem me segue, já me ouviu falando em várias entrevistas que sou muito fã do vocal dele. É uma das minhas grandes referências. Eu a escolhi, por ser muito desafiadora para mim. Há alguns anos, eu estudo a técnica de belting, drives e guturais, o que posso demonstrar ainda mais nessa música. Esta música tem uma melodia muito incrível, eu me apaixonei pela primeira vez que ouvi, em 2016, quando lançada no álbum Ghostlights”.

A vocalista Monica Possel é uma cantora soprano de Joinville (SC) com mais de 10 anos de experiência. Frontwoman e principal letrista da banda Hamen, de power metal sinfônico, traz em seu currículo a atuação como soprano no Coro de Câmara do Conservatório Villa-Lobos, da Casa da Cultura de Joinville. No ano de 2020, a cantora foi agraciada com o prêmio Best Operatic Vocals” (Melhor Vocal Operístico, em tradução livre), pelo site europeu FemMetal. Nesta ocasião a artista foi a única latinoamericana indicada, desbancando vozes femininas da Europa e América do Norte, como Anette Olzon (ex-Nightwish).

Com oito anos de carreira, a Hamen traz em sua discografia o EP “Altar” (2015) e o disco de estreia, “Unreflected Mirror” (2018), que contou com participação especial de Marcelo Barbosa (Angra). De lá para cá, a banda participou de coletâneas internacionais e festivais online durante a pandemia, se tornando uma das representantes do power metal sinfônico brasileiro. Liderada por Monica Possel (voz), o grupo também conta com Cadu Puccini (guitarra).

Formada em 2012, a Vikram (SP) traz em sua discografia o álbum “Behind the Mask”, que é um projeto multimídia que também incluí livro, songbooks e um jogo de RPG. Com influência da música oriental e mediterrânea, as canções falam sobre temas relacionados à cultura egípcia, turca, árabe, indiana e espanhola. Fazem parte da banda os músicos Guilherme de Siervi (voz), Tiago Della Vega (guitarra), G. Morazza (baixo) e Marcus Dotta (bateria).

Assista ao cover de "Lucifer":

sábado, 1 de maio de 2021

Ouça David Gilmour e Peter Green entoando "Need Your Love So Bad" do Fleetwood Mac

A gravação anuncia o lançamento de um novo livro sobre Green, "The Albatross Man"

Uma gravação inédita de "Need Your Love So Bad", uma canção de blues que o falecido frontman do Fleetwood Mac, Peter Green cantou com o grupo nos primeiros dias do grupo, será lançada em conjunto com o lançamento de um novo livro sobre Green, "The Albatross Man", neste mês de outubro. A Rolling Stone deu uma prévia da pista nesta quarta-feira.

Green gravou o vocal no sótão de sua mãe em meados dos anos 60; a gravação mais familiar da faixa saiu no LP de 1969 do Fleetwood Mac, "The Pious Bird of Good Omen". O guitarrista e vocalista do Pink Floyd e amigo de Green, David Gilmour, que cantou a música "Albatross" no Peter Green Tribute no ano passado, gravou as guitarras para a nova versão, que foi produzida por Laurie Latham.

Na faixa, Green canta sobre o tipo de amante que ele precisa em um cenário de blues suave. Sua voz ecoa enquanto ele canta: "Diga-me que você me ama, pare de me enlouquecer, porque eu preciso tanto do seu amor", as guitarras de Gilmour vibrando ao redor dele. As guitarras entram e saem e voam entre as palavras de Green e, na metade do caminho, Gilmour faz um solo prolongado, tocando o blues da melodia. Green deu à gravação seu selo de aprovação antes de sua morte no verão passado.

Green trabalhou em estreita colaboração com a editora Rufus Publications em "The Albatross Man" nos anos que antecederam sua morte. O livro de mais de 450 páginas, do autor Mark Smith, será um relato visual ilustrado da vida e carreira de Green, com base em imagens dos arquivos do guitarrista e cantor. Além da música, o livro aborda o amor de Green por pescar, desenhar e apreciar música. Ele contém fotos raras e imagens de memorabilia, letras e notas de seu tempo em Fleetwood Mac. Ele também traz contribuições dos produtores de discos Mike Vernon e Neil Slaven, do gerente de turnê do Fleetwood Mac e engenheiro de som Dinky Dawson, do guitarrista do Metallica Kirk Hammett e do guitarrista do Whitesnake Bernie Marsden.

Outra gravação - uma nova versão do single "Man of the World" do Fleetwood Mac composto por Green, contará com Hammett, dono da famosa guitarra "Greeny" de Green, e o baterista Mick Fleetwood. Ele cortou todas as suas partes para a gravação usando Greeny enquanto estava em Londres, um mês antes do concerto de tributo a Peter Green no ano passado. O baixista da gravação é o produtor do Metallica, Bob Rock. Green também aprovou a gravação antes de sua morte. A data de lançamento desta gravação ainda não foi revelada.

Via Rolling Stone.

Ouça "Need Your Love So Bad" no player abaixo:

quinta-feira, 29 de abril de 2021

Epica anuncia show online ao vivo para divulgar o novo álbum "Ωmega"

"Ωmega Live" acontecerá em junho próximo via streaming.

Review: "Ωmega", oitavo álbum do Epica, é puro Jung em metal-lírico.

Devido a impossibilidade de divulgar seu recém-lançado oitavo álbum de estúdio, "Ωmega" (Leia a nossa Resenha), a banda neerlandesa Epica anunciara hoje um evento online, onde promete executar as canções do novo trabalho, podendo também rolar algumas músicas já consagradas.

Em nota a banda explicara:

"Estamos muito animados em anunciar nosso evento de streaming universal ΩMEGA ALIVE!

Após o lançamento de ΩMEGA, não queríamos nada mais do que comemorar este momento memorável em nossa carreira junto com o maior número de fãs possível em um local lotado.

Infelizmente, todos nós sabemos por que isso não aconteceu ... Mas não podíamos deixar este momento passar sem uma celebração adequada, então ... BIG BANG ... nós conjuramos a próxima melhor coisa e a tornamos ÉPICA: ΩMEGA VIVO

Esta vai ser a nossa maior produção de sempre, um show massivo cheio de tudo,  'EPICA' com cerejas no topo !!!

Junte-se a nós no dia 12 de junho, pegue uma cerveja e alguns petiscos, segure-se e mergulhe fundo no mundo do EPICA.

Você não quer perder isso !!!

Ingressos e pacotes de mercadorias estão disponíveis em: www.epicastream.com ."