head> Confraria Floydstock: notícias
Mostrando postagens com marcador notícias. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador notícias. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 3 de novembro de 2022

Semblant: banda afasta sua vocalista, Mizuho Lin, após ela fazer vídeo apoiando intervenção militar

Banda paranaense abrirá os shows do Epica em São Paulo Paulo e Curitiba, nos dias 19 e 20 de novembro próximos.

A vocalista do Semblant, Mizuho Lin, recentemente explanou em um vídeo publicado em suas mídias sociais, que os manifestantes atualmente fazendo bloqueios anti-democracia nas estradas dos estados do país inteiro, pedindo sobretudo um golpe militar por meio da intervenção direta das forças armadas no processo, deveriam tê-lo feio antes das eleições, alegando ter sido "burrice" esperar pelo resultado do pleito, que elegeu o ex-Presidente, Luis Inácio Lula da Silva, derrotando o atual chefe da nação, Jair Bolsonaro.

Disse a cantora:

Vocês viram que os caminhoneiros estão trancando tudo, as BRs tudo… gente. Caos. A ideia é que eles saiam dali só quando houver intervenção militar. Esse pedido já deveria ter sido feito muito tempo antes. As manifestações pró-Bolsonaro já deveriam ter feito esse pedido, mas o povo burro não pediu. Aí, agora, depois das eleições, depois do resultado, vai querer ficar putinho?

Povo brasileiro sendo burro como todo o sempre. Em vez de fazer as coisas antes, espera até dar m#rda para daí fazer. Mas é isso, vamos esperar as cenas dos próximos capítulos. Temos Bolsonaro até o final do ano e depois temos um ex-presidiário como presidente. Obrigadão aí a quem votou. Mas vamos esperar que o Brasil se f#da? Não, porque aí me f#do junto. Eu vou é esperar para que dê certo. Só não acho que isso vai acontecer, mas tudo bem.


Diante disso, o restante da banda Semblant reagiu, dizendo também nas redes:

A Semblant vem a público informar que lamenta profundamente o ocorrido referente a um vídeo postado em mídia social, proferido por um de nossos membros. A opinião dessa pessoa e o que foi declarado não representa a opinião da banda e, por isso, todos nós pedimos desculpas.

A Semblant é formada por pessoas de diferentes pensamentos e estilos e, além disso, conta com uma equipe que trabalha com tanto afinco quanto seus músicos, movimentando e fomentando o cenário cultural.

Ressaltamos que esses pensamentos não refletem, de maneira alguma, a conduta ou pensamento da Semblant. A banda, nesses quase vinte anos de trabalho sério e dedicado, sempre teve a música como foco principal. A música, a arte e o metal são totalmente atrelados à democracia e à liberdade, e são esses os princípios nos quais a banda acredita, em suas diferentes formações.

A Semblant repudia também toda forma de preconceito, opressão ou ações contra a democracia.

Informamos ainda que, visando respeitar o trabalho de todos os demais envolvidos na turnê, a Semblant anuncia que substituirá a participação deste membro para as próximas apresentações já agendadas, em respeito ao público e ao evento.

Mizuho também integra a recém formada banda The Erinyes, que conta também com mais duas vocalistas: a francesa Justine Daaé (Elyose) e a italiana Nicoletta Rosellini (Kalidia, Walk in Darkness). 

quarta-feira, 2 de novembro de 2022

Rod Stewart no Brasil

Cantor bretão fará no país em 2023 alguns shows pela sua última grande turnê.

O jornalista José Norberto Flesch anunciou a vinda ao do cantor escocês Rod Stewart ao Brasil para uma série de shows ainda sem locais e datas a serem definidos, em sua derradeira turnê de grande vulto, como o próprio artista, hoje com 77 anos de idade, prometeu, que será iniciada, neste mês de novembro próximo, no Reino Unido.

 “Ano que vem será o fim das minhas turnês de rock ‘n’ roll. Eu quero fazer algo diferente. Parece o fim de uma era. Todas as coisas devem chegar ao fim. Não estou me aposentando e ainda amo cantar, só estou em busca de algo novo. Eu poderia cantar em alguns clubes folk tocando guitarra.

Sendo um dos artistas mais bem sucedidos do mundo fonográfico, ultrapassando a marca dos 120 milhões de discos vendidos, essa será a sua 6ª passagem pelo Brasil, após vir 2 vezes no Rock in Rio (1985 e 2015), além de 1989, 1994 (o apoteótico show gratuito em Copacabana para 3,5 milhões de pessoas, recorde de público pelo Guiness.

terça-feira, 1 de novembro de 2022

Morreu Claudio Roberto, compositor de "Maluco Beleza" com Raul Seixas, entre tantas outras


Aos 70 anos, grande parceiro musical de Raulzito, ele não resistiu a uma cirurgia no coração.

O co-autor de vários sucessos na voz do saudoso Raul Seixas, Claudio Roberto, faleceu neste sábado último, dia 22, em decorrência das complicações geradas em uma cirurgia cardíaca, a qual fora submetido.

Claudio "sucedeu" Paulo Coelho como parceiro autoral de Raul Seixas em 1975 e a partir então co-escreveu canções memoráveis como “Cowboy Fora-da-Lei”, “Aluga-se”, “Rock das Aranhas” e o "hino" "Maluco Beleza".

Juntos, em 1977, compuseram todo o álbum "O Dia em que a Terra parou".

segunda-feira, 31 de outubro de 2022

Rolling Stones irá lançar o seu 1º álbum de estúdio após a morte de Charlie Watts

"Charlie está em algumas das faixas", revelou Ronnie Wood.

Os Rolling Stones lançaram apenas um álbum de estúdio desde 2005. Mas a influente banda inglesa de rock clássico está agora gravando um novo, segundo relatos. E contará com seu falecido baterista, Charlie Watts, em "algumas das faixas", disse um membro dos Rolling Stones, além de pelo menos um outro percussionista.

Watts, o baterista de longa data dos Rolling Stones, morreu no ano passado aos 80 anos.

"Estamos gravando o novo álbum agora, e vamos para Los Angeles em algumas semanas para carregá-lo e terminá-lo", disse o guitarrista dos Rolling Stones, Ronnie Wood, ao The Sun em uma nova citação.

"Charlie está em algumas das faixas", acrescentou, "e o baterista Steve Jordan".

Jordan é o atual baterista de turnê dos Rolling Stones. No início deste mês, o baixista de Jordan e Stones, Darryl Jones, se juntou ao trio clássico de Wood, o vocalista Mick Jagger e o guitarrista Keith Richards no Electric Lady Studios de Nova York para gravar algumas músicas, informou o The Sun.

Uma fonte não identificada disse ao tablóide britânico:

Após a morte de Charlie, houve alguma incerteza sobre o que fazer a seguir. Eles tinham datas nos estádios agendadas, então [eles] seguiram em frente, mas depois, não ficou claro como seria o futuro.

Mas agora eles tiveram tempo para refletir, todos sentem que é a coisa certa continuar fazendo o que sempre fizeram como banda, fazer novas músicas e, esperançosamente, cair na estrada novamente para tocar para seus fãs.

O último trabalho de estúdio dos Rolling Stones, o álbum de covers de rock 'n' roll "Blue & Lonesome", chegou em 2016. O último álbum de estúdio original do grupo, "A Bigger Bang", saiu em 2005. Os Stones completaram sua turnê mundial "Sixty". no início deste ano com Jordan na bateria.

Via LOUDERWIRE.

sexta-feira, 28 de outubro de 2022

Nightwish: Cirurgia de Floor Jansen para retirada de um tumor foi bem sucedida

A frontwoman fez sua 1ª postagem nas redes sociais após o procedimento de ontem.

A vocalista do Nightwish, Floor Jansen, divulgou no início da quarta-feira última, ter sido diagnosticada com câncer de mama e que seria submetida a uma cirurgia ontem (27).

Segundo informou a cantora, felizmente tudo correu muito bem, conforme ela explicou nas suas redes sociais:

A cirurgia de remoção do tumor correu bem sem surpresas. Estou me recuperando bem e devo estar fora da cama em breve. Levará algumas semanas para saber quais são os resultados dos exames em relação ao tumor e ao linfonodo. Vou mantê-los informados.

Quero aproveitar esta oportunidade para agradecer à equipe médica que cuidou de mim. Tudo feito com muito carinho, empatia e profissionalismo! Eu me senti completamente segura em suas mãos capazes! Vocês todos são verdadeiros soldados, não apenas no hospital em que fui, mas em todo o mundo. Obrigado por tudo o que vocês fazem!

A previsão é que Floor se recupere bem e volte aos palcos na turnê europeia com o Nightwish, que começará no dia 20 de novembro.

Morreu Jerry Lee Lewis, um dos pioneiros do rock'n'roll

Canções como "Great Balls of Fire" ajudaram a moldar o rock'n'roll como música pop americana dominante da década de 1950.

Jerry Lee Lewis, o pioneiro do rock'n'roll que se tornou uma das figuras mais infames da música popular, morreu aos 87 anos, disse seu assessor de imprensa.

Ele morreu de causas naturais em sua casa no condado de DeSoto, Mississippi.

As performances enérgicas de Lewis em músicas como "Great Balls of Fire" ajudaram a instalar o rock'n'roll como a música pop americana dominante da década de 1950. Ele nasceu na Louisiana em 1935, filho de uma família de agricultores pobres que hipotecou sua casa para comprar seu primeiro piano para Lewis. Enquanto aprendia o instrumento e estudava em uma escola evangélica, ele foi expulso por apresentar uma versão boogie-woogie de "My God is Real" que foi considerada irreverente.

Ele não voltou a estudar e começou a tocar ao vivo, sua primeira apresentação aos 14 anos foi na abertura de uma concessionária de carros. Ele desenvolveu um estilo teatral e violento que combinava com a energia da cena nascente do rock'n'roll e começou a tocar no Sun Studios em Memphis, primeiro como músico de estúdio e depois como artista solo. Algumas de suas primeiras gravações foram feitas em 1956 com Elvis Presley, Johnny Cash e Carl Perkins, um grupo mais tarde apelidado de Million Dollar Quartet. Foi uma sessão improvisada: Cash e Presley estavam visitando separadamente o estúdio onde Lewis estava apoiando Perkins no piano.

A descoberta de Lewis veio no ano seguinte, com "Whole Lotta Shakin' Goin' On", um single rock'n'roll dirigido por piano. Quando ele a apresentou na televisão no The Steve Allen Show, ele trouxe seu estilo de tocar único à atenção nacional: extremamente enérgico, ele chutava seu banquinho do piano e tocava em pé, com músicas acentuadas com notas em cascata.

Ele seguiu essa música do Top 3 com seu maior sucesso, "Great Balls of Fire", que alcançou o segundo lugar nas paradas dos EUA e se tornou uma das músicas definitivas da era do rock'n'roll.

Durante uma turnê pelo Reino Unido em 1958, no auge de sua fama, ele se envolveu em um escândalo depois que foi revelado que ele havia se casado com sua prima de 13 anos, Myra Brown, seria o terceiro de seus sete casamentos. Houve indignação na imprensa britânica e o resto de sua turnê foi cancelada. Estações de rádio e promotores de shows dos EUA também o colocaram na lista negra, e sua popularidade desapareceu. Ele nunca mais teve um hit no Top 20 dos EUA.

A reputação de homem selvagem de Lewis cimentou seu apelido, The Killer, conquistado por seu hábito de descrever conhecimentos com a gíria da Louisiana de “assassino”. Após um casamento de 13 anos com Brown, seu quarto e quinto casamentos foram ainda mais notórios. Jaren Pate e Shawn Stephens morreram em circunstâncias suspeitas, o primeiro por afogamento, enquanto havia rumores de abuso doméstico em torno do último.

Apesar das controvérsias, ele mudou com sucesso para a música country depois que a cena do rock'n'roll diminuiu e marcou uma série de sucessos nas paradas country dos EUA, incluindo sua versão de "Chantilly Lace".

Em 1984, após anos de uso de medicamentos prescritos, ele sobreviveu a uma operação para remover um terço de seu estômago após uma série de úlceras perfuradas, e em 1986, ele foi um dos primeiros 10 artistas introduzidos no Rock'n'Roll Hall of Fama, ao lado de Presley, Chuck Berry e outros.

Outro momento infame “Killer” envolveu Berry. Quando a dupla estava em turnê, Lewis se opôs a Berry indo atrás dele, e então incendiou seu piano após sua apresentação com as palavras: “Siga isso, garoto”. Enquanto isso, Lewis foi preso em 1976 depois de aparecer bêbado na casa de Presley em Graceland, em Memphis, com uma pistola carregada no painel de seu carro.

Dois dos seis filhos de Lewis morreram jovens: Steve Allen Lewis se afogou em uma piscina aos três anos, enquanto Jerry Lee Lewis Jr, que tocou bateria para seu pai,- morreu em um acidente de carro aos 19 anos. Quatro outros - Ronnie Guy, Phoebe Allen , Lori Lee e Jerry Lee III, sobrevivem a ele, assim como sua esposa Judith.

Lewis gravou 40 álbuns de estúdio, sendo o mais recente "Rock & Roll Time" em 2014. Seu álbum anterior, "Mean Old Man", alcançou o Top 30 dos EUA em seu lançamento em 2010 e contou com duetos com estrelas como Mick Jagger, Sheryl Crow, Willie Nelson e Eric Clapton.

Via The Guardian.

quarta-feira, 26 de outubro de 2022

Stream of Passion anuncia show de reunião

Banda de prog symphonic metal da frontwoman Marcela Bovio havia encerrado as atividades em 2016.

A banda mexicano-neerlandesa Stream of Passion publicou hoje nas suas redes sociais um anúncio de novo show marcado para 9 de setembro de 2023, no Dynamo, em Eindhoven, Holanda.

Esse será o primeiro concerto e primeira reunião da banda, desde o show de despedida que deu origem ao CD/DVD "Memento" (LEIA A NOSSA RESENHA).

Leia abaixo o comunicado da banda:

"ESTÁ ACONTECENDO 😱🎉🔥

“Will you follow, I will follow”! Continuamos ouvindo você cantar junto depois de todos esses anos e simplesmente não resistimos… Um show de reunião intimista, onde tudo começou.

Dynamo, 9 de setembro de 2023. Marquem em seus calendários! Pré-venda começando em breve!"

Nightwish: Floor Jansen revela estar enfrentando um câncer de mama

Cantora fará cirurgia com bom prognóstico amanhã (27).

A vocalista do Nightwish, Floor Jansen, divulgou no início do dia de hoje ter sido diagnosticada com câncer de mama e que está prestes a ser submetida a uma cirurgia nesta quinta-feira (27).

Em publicação nas mídias sociais, Floor Jansen, hoje com 41 anos de idade, e que no início deste mês passou pelo Brasil em turnê com o Nightwish, revelou:

A vida vem em ondas, com altos e baixos. Tive a alegria de subir muitos altos, e compartilhei isso com você através das mídias sociais e muitos shows em todo o mundo ao longo dos muitos anos da minha carreira.

Mas agora uma nova onda me atingiu. Não é uma boa. Eu tenho câncer de mama. Foi diagnosticado há pouco mais de 2 semanas e amanhã farei uma cirurgia para retirar o tumor. Meu prognóstico é muito bom! Parece ser um câncer não agressivo que parece não ter se espalhado. Eu vou manter meu peito. E eu estarei livre do câncer após esta cirurgia, além de um tratamento de radiação local que acontecerá três meses após esta cirurgia. Saberemos mais após a cirurgia para ver se esse prognóstico positivo se mantém.

A palavra ‘câncer’ é um choque. Tudo o que você considerava importante na vida antes desse diagnóstico muda radicalmente em poucos minutos. Agora eu só quero ser saudável novamente. Eu quero ver minha filha se tornar uma mulher. Eu quero viver! E a parte mais assustadora desse diagnóstico é que eu achava que estava saudável! Eu não senti o câncer, não sabia que estava lá até que eu, como uma mulher com mais de 40 anos, fui a um exame de mamografia padrão. Algo que muitos países oferecem, de graça até para alguns.

Se eu não tivesse ido lá, o tumor teria passado despercebido. Daqui a um ano, isso poderia ter crescido muito mais. O pensamento de que me faz compartilhar esta história com você. A mamografia salva vidas! É desconfortável e você pode pensar que não terá algo em seus seios de qualquer maneira, mas VÁ! E para os homens que estão lendo isso: lembre sua esposa, namorada, mãe, irmã para ir e fazer um check-up. Mesmo sem o luxo que eu, como uma mulher ocidental, tenho com exames de mamografia gratuitos: VÁ! Felizmente, existem muitas organizações que oferecem informações sobre autodetecção se você não tiver acesso ou fundos para uma mamografia.

Se eu puder te inspirar a cuidar bem de si mesmo, então algo de bom sairá desse diagnóstico de câncer.

Se tudo correr como planejado, estarei pronta para a turnê europeia com o Nightwish, que começará no dia 20 de novembro! E estou otimista, pois meu prognóstico é bom! Prometo cuidar bem de mim.

Força, Floor!

terça-feira, 25 de outubro de 2022

Pink Floyd: banda prepara a chegada de luxuoso livro para celebrar os 50 anos de "The Dark Side Of The Moon"

Será um vasto e especialíssimo material sobre o cinquentenário de um dos álbuns mais vendidos da história

1º de março de 2023 marca o 50º aniversário do lançamento de "The Dark Side Of The Moon" pelo Pink Floyd. Comemorando o 50º aniversário do lançamento desse espetacular álbum, o grupo anunciou uma nova publicação da banda intitulada com o mesmo nome do álbum. Este pacote do tamanho de um álbum altamente desejável combina fotos raras e inéditas de bastidores e no palco com a evolução visual da arte icônica do disco.

Com uma data de publicação provisória para 1º de março de 2023, "The Dark Side Of The Moon by Pink Floyd" é um livro desenhado pela Pentagram com especificações elevadas, oficial comemorativo da banda e do álbum, que será um pacote cobiçado para as legiões de fãs do Floyd. Esta data também verá o lançamento de uma caixa de luxo contendo um relançamento do álbum, juntamente com vários itens musicais relacionados.

Este livro luxuoso é dividido em duas partes. O primeiro documenta os membros da banda entre 1972 e 1975, durante a produção do álbum, o lançamento e durante as turnês do mesmo no Reino Unido, EUA, Europa e Japão, trazendo 120 fotografias em preto e branco de Storm Thorgerson, Jill Furmanovsky, Aubrey Powell e Peter Christopherson. Uma análise do show de outubro de 1972 em Wembley por Chris Charlesworth, originalmente publicado no Melody Maker, fornece informações sobre uma das performances mais célebres do Floyd.

A segunda parte explora em 60 imagens coloridas como o motivo original do prisma de Hipgnosis e StormStudios evoluiu para uma variedade de gráficos e homenagens aos grandes artistas do mundo, alguns dos quais passaram a embelezar outros projetos da banda.

O livro custa £ 40 e já está em pré-venda clicando aqui.

segunda-feira, 24 de outubro de 2022

Ayreon: Arjen Lucassen divulga os nomes dos vocalistas e músicos dos shows de "01011001"

Em "01011001 Live Beneath The Waves" o prog-metálico holandês executará o trabalho clássico de 2008 no palco em Tilburg, Holanda.

O talento e o sucesso de Marcela Bovio.

O progger holandês Arjen Lucassen anunciou que trará o Ayreon de volta aos palcos ao vivo.

Ele apresentará o álbum de 2008 da banda, "01011001" no Tilburg's 013 em três datas: nos dias 15, 16 e 17 de setembro. Você pode assistir ao trailer abaixo.

Ayreon relança a canção "And The Druids Turn To Stone"; ouça.

"Depois de 4 shows esgotados do Ayreon: Electric Castle Live & Other Tales no local 013 na Holanda em 2019 (com a presença de 12.000 fãs do Ayreon de 64 países) e três shows esgotados do Ayreon Universe em 2017, o Ayreon está prestes a adicionar mais um capítulo emocionante de sua história ao vivo com "01011001 Live Beneath The Waves", disse Lucassen em um comunicado. "Esta próxima produção é baseada no aclamado álbum conceitual do Ayreon "01011001", lançado originalmente em 2008. O álbum será tocado na íntegra, além de algumas músicas extras. Será uma grande produção ao vivo, com um design de palco incrível, visuais, efeitos especiais e... uma experiência única de áudio surround ao vivo."

Ayreon lança novo clipe de "Into The Black Hole" com Bruce Dickinson.

Lançado em 2008, "01011001" foi o sétimo álbum do Ayreon e contou com as vocalistas convidadas Floor Jansen e  Anneke van Giersbergen, com os cantores Bob Catley do Magnum, Tom Englud do Evergrey, Jonas Renkse do Katatonia, Hansi Kürsch do Blind Guardian, Jon Lande e o ex-vocalista do Gotthard Steve Lee em seu última aparição antes de sua morte em 2010.

Arjen:

"Estou extremamente feliz com os cantores que conseguimos para os shows do 01011001, que elenco! É sempre um grande desafio recrutar todos os cantores para os shows ao vivo com tanta antecedência, porque muitos deles são de mega sucesso e, portanto, muito ocupados. Então... se o seu cantor favorito não estiver lá, POR FAVOR, saiba que eu fiz o melhor que pude, mas alguns simplesmente não estão disponíveis. Sempre para seu próprio arrependimento. Tenho certeza que você concorda que temos nada menos que 19 cantores incríveis aqui (além daquele cara hippie), já orgulhosos deles!"

Confira abaixo todo o cast já confirmado para os espetáculos:

Vocalistas Originais de "01011001":

Hansi Kursch (TBC)

Tom Englund

Daniel Gildenlow

Jonas Renkse

Anneke van Giersbergen

Simone Simons

Wudstik

Marjan Welman

Liselotte Hegt

Maggy Luyten

Phideaux Xavier

Arjen Lucassen ("yeah, sorry for that").

Convidados especiais:

Damian Wilson

Brittney Slayes

Micheal Mills

John Jaycee Cuijpers

Backing vocals:

Marcela Bovio

Irene Jansen

Jan Willem Ketelaers

A Banda:

Marcel Coenen - guitar

Timo Somers - guitar

Johan van Stratum - bass

Joost van den Broek - keys

Ed Warby - drums

Músicos Eruditos:

Ben Mathot - violin

Jurriaan Westerveld - cello

Jeroen Goossens - woodwinds

Os ingressos para os shows estarão à venda em 27 de outubro às 15h EST e estarão disponíveis aqui.

domingo, 23 de outubro de 2022

Morreu Galvão, co-fundador dos Novos Baianos

Letrista de um dos maiores grupos musicais brasileiros, além de poeta e romancista, ele vinha internado desde setembro, falecendo agora aos 87 anos.

Em setembro último, Luiz Galvão  deu entrada na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, para tratar uma suposta hemorragia gastrointestinal e devido a sua piora de estado, foi transferido para o Instituto do Coração, onde veio a falecer.

A causa da morte ainda não foi oficialmente revelada, apenas confirmada pela esposa do artista, sem ainda se ter mais detalhes sobre o seu sepultamento.

Diabético, Galvão vinha sofrendo nos últimos anos com diversos problemas de saúde, chegando a enfrentar um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Ele foi co-fundador dos Novos Baianos em 1968, se destacando como letrista do grupo que o consagrou, especialmente através do super clássico álbum “Acabou chorare”, um dos maiores lançamentos da música brasileira.

sexta-feira, 21 de outubro de 2022

Mötley Crüe anuncia turnê no Brasil com Def Leppard

Além dos shows, a banda presenteia os fãs com a coleção Crücial Crüe.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

Uma das mais emblemáticas bandas de rock de sua geração, os ícones do glam metal Mötley Crüe anunciaram três shows em estádios no Brasil dentro de sua “The World Tour”, ao lado do Def Leppard para o começo de 2023. No dia 07/03, eles se apresentarão em São Paulo no Allianz Parque; no dia 09/03, eles chegam ao Estádio Couto Pereira em Curitiba. A turnê será completa em 11/03 com um show em Porto Alegre, na Arena do Grêmio.

Confira mais informações sobre a turnê: https://www.eventim.com.br/campaign/defleppardmotleycrue-0 

Recentemente “Too Fast For Love” (1981), “Shout At The Devil” (1983), “Theatre of Pain” (1985), “Girls, Girls, Girls” (1987) e “Dr. Feelgood” (1989), os primeiros discos e mais icônicos álbuns do Mötley Crüe chegaram pela primeira vez remasterizados em formato físico no Brasil dentro da coleção “Crücial Crüe”. Com quatro décadas de história, a banda tem passado por uma revitalização de sua popularidade nos últimos anos com um novo público descobrindo o grupo através do filme original da Netflix “The Dirt – Confissões do Mötley Crüe” (2019). Esse novo material chega ao mercado brasileiro via BMG para celebrar desde os mais fiéis aos mais novos fãs.

Garanta “Crücial Crüe”: https://bmgbrazil.lnk.to/MotleyCrue 

O quarteto californiano é formado por Vince Neil (voz), Mick Mars (guitarras), Nikki Sixx (baixo) e Tommy Lee (bateria) e se tornou um dos maiores nomes da música com suas performances explosivas. O Mötley Crüe tem mais de 100 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo, três indicações ao Grammy, um livro nos mais vendidos do New York Times e sua própria estrela na calçada da fama de Hollywood. Este livro, lançado em 2001, se tornou a cinebiografia sensação da Netflix trazendo Machine Gun Kelly como Tommy, Douglas Booth (Orgulho e Preconceito e Zumbis) como Nikki Sixx, Iwan Rheon (Game of Thrones) como Mick e Daniel Webber (Justiceiro) como Vince Neil. 

Os ingressos começam a ser vendidos no dia 25/10, online, a partir das 10h, e 11h nas bilheterias dos estádios.

quinta-feira, 20 de outubro de 2022

Joni Mitchell está pronta para o seu primeiro show completo em décadas


Cantora ícone do folk apresentará seu 1º concerto após vencer um aneurisma cerebral.

Joni Mitchell deve fazer seu primeiro show completo desde que sofreu um aneurisma cerebral quase fatal em 2015.

Brandi Carlile, uma amiga e colaboradora, confirmou a notícia a Trevor Noah durante uma aparição na noite de quarta-feira no The Daily Show. Mitchell não é a atração principal de um show desde um show beneficente de 2002 em Los Angeles.

Carlile diz que o próximo show de Mitchell será realizado em 10 de junho de 2023, no Gorge Amphitheatre em George, Washington, após aparições abreviadas na gala MusiCares Person of the Year e depois no Newport Folk Festival no início deste ano. "Ela disse: 'Quero cantar de novo'", Carlile disse a Noah. "Joni Mitchell vai tocar. Ninguém conseguiu comprar um ingresso para ver Joni Mitchell jogar em 20 anos."

O relacionamento das artistas surgiu a partir de uma série chamada Joni Jams, nos quais os músicos se reuniam para tocar com Mitchell durante sua recuperação. Às vezes, Mitchell cantava, enquanto outras vezes ela simplesmente gostava da música que estava sendo feita. A intenção em Newport, Carlile acrescentou, era trazer essa amálgama solta para o palco, mas então Mitchell decidiu que estava pronta para um retorno maior aos holofotes.

"Ela acabou de começar a cantar", disse Carlile em entrevista ao The Daily Show. "Tínhamos ensaiado as músicas nós mesmos, e não sabíamos se deveríamos parar ou o que deveríamos fazer, você sabe, então nós apenas cantamos com ela."

Mitchell acabou tocando um set completo em Newport, com um elenco de apoio que também incluía Wynonna Judd, depois de tocar apenas duas músicas no evento pré-Grammys MusiCares. Estas marcaram as primeiras apresentações de Mitchell desde 2013, quando ela cantou brevemente em um show em Toronto.

Via UCR.

Você pode assistir a entrevista abaixo.

Ayreon: Arjen Lucassen anuncia shows ao vivo do álbum "01011001"

Em "01011001 Live Beneath The Waves" o prog-metálico holandês executará o trabalho clássico de 2008 no palco em Tilburg, Holanda.

O talento e o sucesso de Marcela Bovio.

O progger holandês Arjen Lucassen anunciou que trará o Ayreon de volta aos palcos ao vivo.

Ele apresentará o álbum de 2008 da banda, "01011001" no Tilburg's 013 em três datas: nos dias 15, 16 e 17 de setembro. Você pode assistir ao trailer abaixo.

Ayreon relança a canção "And The Druids Turn To Stone"; ouça.

"Depois de 4 shows esgotados do Ayreon: Electric Castle Live & Other Tales no local 013 na Holanda em 2019 (com a presença de 12.000 fãs do Ayreon de 64 países) e três shows esgotados do Ayreon Universe em 2017, o Ayreon está prestes a adicionar mais um capítulo emocionante de sua história ao vivo com "01011001 Live Beneath The Waves", disse Lucassen em um comunicado. "Esta próxima produção é baseada no aclamado álbum conceitual do Ayreon "01011001", lançado originalmente em 2008. O álbum será tocado na íntegra, além de algumas músicas extras. Será uma grande produção ao vivo, com um design de palco incrível, visuais, efeitos especiais e... uma experiência única de áudio surround ao vivo."

Ayreon lança novo clipe de "Into The Black Hole" com Bruce Dickinson.

Lançado em 2008, "01011001" foi o sétimo álbum do Ayreon e contou com as vocalistas convidadas Floor Jansen e  Anneke van Giersbergen, com os cantores Bob Catley do Magnum, Tom Englud do Evergrey, Jonas Renkse do Katatonia, Hansi Kürsch do Blind Guardian, Jon Lande e o ex-vocalista do Gotthard Steve Lee em seu última aparição antes de sua morte em 2010.

Embora as recentes extravagâncias ao vivo de Lucassen tenham apresentado uma série de vocalistas convidados, ainda não há confirmação de quem estará presente no 01011001 Live Beneath The Waves.

Os ingressos para os shows estarão à venda em 27 de outubro às 15h EST e estarão disponíveis aqui.

Via PROG.

segunda-feira, 17 de outubro de 2022

Judas Priest e Pantera juntos em São Paulo

Bandas tocarão na mesma noite, 3 dias antes do Knotfest Brasil.

O Judas Priest e o Pantera já estavam escalados para tocarem na edição brasileira do Knofest, no dia 18 de dezembro próximo, no Sambódromo do Anhembi em São Paulo.

Hoje foi revelado que além de tocar no festival do Slipknot, ambas as bandas também se apresentarão conjuntamente três dias antes, no dia 15 de dezembro no Vibra, também na capital paulista.

Enquanto o Judas Priest celebra esus 50 anos de estrada, com a turnê 50 Heavy Metal Years, o Pantera se reagrupou, com o frontman Phil Anselmo e o baixista Rex Brown, trazendo o guitarrista Zakk Wylde e o baterista Charlie Benante, preenchendo os espaços deixados pelos saudosos irmãos Abbott, Dimebag e Vinnie.

Os ingressos já podem ser adquiridos pelo site Eventim.com.br.

Serviço:

Data: 15 de dezembro de 2022

Local: Vibra

Endereço: Av. das Nações Unidas, 17955 – Vila Almeida, São Paulo – SP, 06142-410

Abertura da casa: 18h

Horário do show: 20h30

Classificação etária: 18 anos.

Ingressos: (Fonte: IGORMIRANDASITE

Setores e preços:

Pista Premium: R$ 690,00 (inteira) | R$ 345,00 (meia-entrada legal)

Pista: R$ 390,00 (inteira) | R$ 195,00 (meia-entrada legal)

Camarote 1: R$ 650,00 (inteira) | R$ 325,00 (meia-entrada legal)

Camarote 2: R$ 550,00 (inteira) | R$ 275,00 (meia-entrada legal)

Mezanino 1: R$ 260,00 (inteira) | R$ 130,00 (meia-entrada legal)

Mezanino 2: R$ 240,00 (inteira) | R$ 120,00 (meia-entrada legal)

Mezanino 3: R$ 220,00 (inteira) | R$ 110,00 (meia-entrada legal)

Mezanino com vista parcial: R$ 180,00 (inteira).

quinta-feira, 13 de outubro de 2022

Venda de catálogo de músicas do Pink Floyd pode estar ameaçada por brigas internas da banda

De acordo com fontes, negociar a compra de US$ 500 milhões do catálogo de músicas do Pink Floyd foi "tão difícil quanto possível".

Em agosto, o Financial Times informou que vários licitantes, incluindo o grupo de private equity, Blackstone e as editoras de música Sony, Warner, BMG e Primary Wave, estavam em negociações para comprar os direitos autorais do Pink Floyd, e que um acordo era esperado dentro de algumas semanas.

Pink Floyd ilumina a Battersea Power Station para promover a reedição de "Animals".

Agora, a mesma publicação sugeriu que a compra pode estar em perigo, com atrasos causados por meses de desacordo entre os membros da banda sobre a estrutura tributária do negócio e, mais recentemente, a posição do baixista Roger Waters sobre a guerra no Ucrânia.

De acordo com o FT, uma fonte disse que a deterioração do relacionamento entre os membros da banda "tornou impossível" a negociação, enquanto outra afirmou que a banda "nunca precisa de uma desculpa para discordar". Uma terceira fonte disse que as negociações foram “tão difíceis quanto possível”.

Na semana passada, Waters disse à Rolling Stone que sua posição sobre a guerra na Ucrânia levou seu nome a estar em uma lista de alvos, onde ele é acusado de "propaganda anti-ucraniana" e "participação nas tentativas de legalizar a anexação da Crimeia pela Rússia"

"Não se esqueça, estou em uma lista de assassinatos que é apoiada pelo governo ucraniano", disse Waters. "Estou na porra da lista e eles mataram pessoas recentemente."

Pink Floyd lança, enfim, a versão remixada de "Animals"; ouça.

Em agosto, Waters disse a Michael Smerconish, da CNN: "Esta guerra é basicamente sobre a ação e reação da OTAN empurrando até a fronteira russa, o que eles prometeram que não fariam quando [Mikhail] Gorbachev negociou a retirada da URSS do toda a Europa Oriental."

Em abril, os ex-colegas de Waters no Pink Floyd lançaram a primeira música nova da banda desde 1994, com a renda do single "Hey Hey Rise Up" indo para a Ukraine Humanitarian Relief.

Em dezembro, Bruce Springsteen vendeu suas músicas e publicações para a Sony por US$ 500 milhões (£ 376 milhões), juntando-se a Bob Dylan, Neil Young, Blondie, Paul Simon, Stevie Nicks e David Crosby entre os que venderam recentemente os direitos de seus catálogos de músicas.

O remix de 2018 de "Animals" do Pink Floyd foi lançado no mês passado.

Via PROG.

segunda-feira, 10 de outubro de 2022

Coldplay: confira as novas datas para os shows adiados no Rio e em São Paulo

 

Em São Paulo houve também alteração do local dos shows.

A banda Coldplay anunciou com pesar na semana passada o adiamento de suas apresentações pelo Brasil, que seriam realizadas nos dias 11 e 12, no Rio de Janeiro e em 15, 16, 18, 19, 21 e 22, na capital paulista.

Segundo a publicação, o reagendamento para futuras datas a serem reveladas deveu-se à recuperação médica para que o frontman Chris Martin se recupere em 3 semanas de uma infecção pulmonar.

Confira as novas datas e local:

Rio de Janeiro, Estádio Nilton Santos Engenhão


11 de outubro de 2022 > 25 de março de 2023

12 de outubro de 2022 > 26 de março de 2023


São Paulo, Estádio do Morumbi (novo local)


15 de outubro de 2022 > 10 de março de 2023

16 de outubro de 2022 > 11 de março de 2023

18 de outubro de 2022 > 13 de março de 2023

19 de outubro de 2022 > 14 de março de 2023

21 de outubro de 2022 > 17 de março de 2023

22 de outubro de 2022 > 18 de março de 2023.


Quem quiser solicitar o cancelamento e o devido reembolso, poderá fazê-lo pelo site https://cancelamento.eventim.com.br/, no caso de ter comprado seu ingresso via online, ou se dirigir aos pontos de venda, caso tenha comprado nos pontos físicos.

No novo local, Estádio do Morumbi em São Paulo, haverá realocação de alguns setores, como esclareceu o IGORMIRANDASITE.

• “Cadeira Superior” será transferida para Arquibancadas. Os ingressos já adquiridos nesses setores continuam válidos, não sendo necessário trocá-los.

• “Cadeira Inferior” será transferida para os setores Inferior e Superior do Morumbi. Os ingressos já adquiridos nesses setores continuam válidos, não sendo necessário trocá-los. O público será alocado no dia do show por ordem de chegada.

• “Pista Premium” e “Pista” permanecerão as mesmas. Os ingressos já adquiridos nesses setores continuam válidos, não sendo necessário trocá-los.

terça-feira, 4 de outubro de 2022

Coldplay adia shows no Brasil

Chris Martin enfrenta uma infecção pulmonar.

A banda Coldplay anunciou com pesar o adiamento de suas apresentações pelo Brasil, que seria realizadas nos dias 11 e 12, no Rio de Janeiro e em 15, 16, 18, 19, 21 e 22, na capital paulista.

Segundo a publicação, o reagendamento para futuras datas a serem reveladas deveu-se à recuperação médica para que o frotman Chris Martin se recupere em 3 semanas de uma infecção pulmonar.

Com profundo pesar, fomos forçados a adiar nossos próximos shows no Rio de Janeiro e São Paulo até o início de 2023.

Devido a uma infecção pulmonar séria, Chris recebeu ordens médicas rigorosas para descansar pelas próximas três semanas.

Estamos trabalhando para ter as novas datas o mais rápido possível e divulgaremos mais informações nos próximos dias.

Para todos no Brasil que estavam ansiosos por esses shows, sentimos muito pela decepção e inconveniente, e somos muito gratos por sua compreensão neste momento desafiador em que precisamos priorizar a saúde de Chris.

Por favor, guarde seus ingressos, pois eles serão válidos para as novas datas reagendadas. Elas acontecerão no início de 2023 e serão anunciadas muito em breve. No entanto, também atenderemos a todas as solicitações de reembolso de ingressos – que estará disponível no ponto de venda.

Estamos otimistas de que Chris retornará a boas condições de saúde após o intervalo médico prescrito e esperamos retomar a turnê o mais rápido possível.

A todos os afetados, por favor, aceitem nossas sinceras desculpas e obrigado, como sempre, por seu amor e apoio.

Link da publicação do Coldplay no INSTAGRAM.

quinta-feira, 29 de setembro de 2022

Pink Floyd ilumina a Battersea Power Station para promover a reedição de "Animals"

Relançamento sugeriu que fosse reeditado o belo evento junto às famosas chaminés.

Imagens do Pink Floyd iluminando a Battersea Power Station apareceram em todas as mídias sociais, com a banda promovendo seu novo remix recém-lançado do álbum Animals, de 1977.

Pink Floyd lança, enfim, a versão remixada de "Animals"; ouça.

A banda divulgou imagens de Battersea na semana passada nas mídias sociais, sugerindo que algo pode estar acontecendo e agora eles acenderam a estação de energia renovada, que ficou famosa como pano de fundo para a capa do álbum original "Animals".

"Para marcar o lançamento do "Pink Floyd's Animals 2018 Remix", a Battersea Power Station de Londres será uma tela eminentemente adequada na próxima quarta e quinta-feira, entre 20h30 e 23h, com uma prévia na noite de terça-feira ao mesmo tempo, como um teste."

Você pode ver imagens do novo show de luzes deslumbrantes abaixo. Infelizmente, não há sinal de Algie, o porco, que ficou famoso por se libertar de suas amarras em dezembro de 1976, quando ocorreu a sessão de fotos original do Hipgnosis para a capa do álbum.

Então a história continua, o fotógrafo, que estava de prontidão na filmagem no primeiro dia, não foi instruído a retornar para o segundo dia. O mau tempo significava que o porco inflável não foi usado. No segundo dia, uma rajada de vento arrancou Algie de suas amarras, mandando-o para o céu, forçando o cancelamento dos voos de Heathrow (os pilotos até avistaram o enorme porco no ar). Ele acabou sendo encontrado no campo de um fazendeiro em Kent, consertado e voltou para fotografar a agora icônica capa do álbum.

A capa do recente álbum de remixes do Pink Floyd mostra uma visão mais contemporânea de Battersea com um porco rosa flutuando entre as chaminés, mas o horizonte mudou desde então devido aos trabalhos de modernização em andamento. De acordo com o site oficial, a antiga central elétrica deverá reabrir como espaço de lazer e entretenimento a 14 de outubro de 2022.

Via LOUDERSOUND.

Assista ao vídeo e veja as magníficas fotos:

segunda-feira, 26 de setembro de 2022

Shows de Roger Waters na Polônia são cancelados por sua posição sobre a Guerra da Ucrânia

Palavras do músico culpando os nacionalistas ucranianos pela atual invasão provocou a fúria polonesa.

Os dois shows poloneses de Roger Waters em sua próxima turnê europeia "This is Not A Drill" foram cancelados, com a BBC relatando que a posição do ex-Pink Floyd sobre a situação atual na Ucrânia é o principal motivo. Waters deveria fazer dois shows em Cracóvia em abril de 2023.

Em uma carta aberta à primeira-dama da Ucrânia, Olena Zelenska, Waters afirma que "nacionalistas extremistas" na Ucrânia "colocaram seu país no caminho para esta guerra desastrosa", enquanto acusa seu marido, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, de não cumprir sua promessa de campanha de trazer paz à região de Donbass. Waters não menciona a responsabilidade da Rússia pela guerra.

Em resposta, Zelenska twittou que era a invasão russa da Ucrânia que estava destruindo suas cidades e matando civis, afirmando: "Roger Waters, você deveria pedir paz ao presidente de outro país".

Isso, por sua vez, levou Łukasz Wantuch, vereador de Cracóvia, a instar as pessoas a boicotarem os dois shows programados para a cidade. Vereadores da cidade redigiram uma resolução para declarar Waters persona non grata, que será votada na sessão de 28 de setembro. A Polônia tem sido um forte aliado da Ucrânia desde o início da invasão.

"Levando em conta o ataque criminoso da Rússia à Ucrânia, bem como o crescente número de crimes de guerra cometidos por soldados russos que estão vindo à tona, [os conselheiros] expressam indignação com as teses e declarações feitas por Roger Waters em conexão com a invasão russa de Ucrânia", afirma a resolução.

Em resposta, Waters postou: "Hey Łukasz Wantuch, Leave them kids alone", fazendo referência à letra de "Another Brick in the Wall", do Pink Floyd.

A promotora do show, Live Nation Poland, não deu nenhuma razão para o cancelamento além da confirmação de que não iria adiante.

Na semana passada, Waters anunciou três shows no Reino Unido como parte da turnê em andamento, que ele descreveu, com ironia, como sua "primeira turnê de despedida".

Via PROG.