Confraria Floydstock: notícias
Mostrando postagens com marcador notícias. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador notícias. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 11 de julho de 2022

Morreu Monty Norman, compositor do célebre tema de James Bond, da franquia 007

Músico também trabalhou em uma série de musicais de sucesso.

Monty Norman, compositor da música tema de James Bond instantaneamente reconhecível, morreu aos 94 anos. Uma declaração em seu site dizia: “É com tristeza que compartilhamos a notícia de que Monty Norman morreu em 11 de julho de 2022 após uma curta doença”.

O trabalho mais famoso de Norman foi criado como parte da trilha sonora do primeiro filme de Bond, "Dr No", lançado em 1962, e estrelado por Sean Connery no papel principal. Norman disse que baseou a distinta frase rolante, que apareceu pela primeira vez como parte de um medley durante a abertura do filme, em uma peça anterior chamada "Good Sign, Bad Sign", que ele criou para uma adaptação musical de "A House for Mr Biswas", de VS Naipul. Um arranjo de jazz de John Barry para o filme levou Barry a ser erroneamente identificado como compositor; Norman foi ao tribunal, ganhando uma ação por difamação contra o Sunday Times em 2001, para defender seu crédito.


Norman, nascido Monty Noserovitch em 1928, cresceu filho de imigrantes judeus no East End de Londres e tornou-se cantor de várias big bands populares nos anos 1950 e início dos anos 60. Ele passou a escrever músicas para musicais no final dos anos 50, contribuindo com letras em "Make Me an Offer" (uma versão musical do West End de Irma la Douce) e música e letras para Expresso Bongo de Wolf Mankowitz.

Ele também trabalhou no musical Belle em 1961, sobre os notórios assassinatos de Crippen, o que o levou a ser convidado pelo produtor de Bond “Cubby” Broccoli para fornecer a trilha sonora para "Dr No". Norman também voltou aos musicais, mais notavelmente Songbook em 1979, sobre um compositor fictício de Liverpool chamado Mooney Shapiro, que faz sucesso na Broadway antes de retornar à Grã-Bretanha a tempo dos anos 60.

Norman foi o primeiro marido da atriz Diana Coupland, mais conhecida pela comédia dos anos 70 Bless This House, que morreu em 2006.

sexta-feira, 8 de julho de 2022

The Pretty Reckless cancela os 2 primeiros shows da turnê com a Halestorm após Taylor Momsen testar positivo para a COVID-19

A banda The Pretty Reckless desistiu dos dois primeiros shows de sua turnê de verão nos EUA com o Halestorm, que começaria hoje (8 de julho) em Detroit, depois que a cantora e guitarrista Taylor Momsen testou positivo para a COVID-19. Ela compartilhou uma foto de seu teste positivo nas redes sociais.

Atualmente, não está claro se ela foi a única da banda de rock afetada. O Halestorm ainda está programado para tocar nos shows, e The Pretty Reckless se juntará à turnê quando estiverem em segurança. O Pretty Reckless também perderá sua vaga no Summerfest em Milwaukee no sábado (9 de julho). Halestorm tocou no Summerfest na quinta-feira (7 de julho).

Apesar de nossos melhores esforços, o COVID finalmente mordeu”, disse o The Pretty Reckless em comunicado na quinta-feira, acrescentando: “Mal podíamos esperar para voltar à estrada com nossos amigos em Halestorm, mas vamos ter que esperar”.

O grupo liderado por Momsen, que lançou "Death by Rock and Roll" no ano passado, explicou: "Estamos seguindo as diretrizes do CDC e perderemos os shows deste fim de semana em Detroit, Milwaukee e Kansas City. Chegaremos ao primeiro local que pudermos, então fique atento às atualizações em tempo real aqui. – The Pretty Reckless"

Veja as datas nos posts e compre ingressos aqui.

Via Louderwire.

Halestorm + The Pretty Reckless Summer 2022 U.S. Tour Dates

July 8 – Detroit, Mich. @ Michigan Lottery Amp. *

July 10 – Kansas City, Mo. @ Starlight Theatre *

July 12 – Indianapolis, Ind. @ TCU Amp.

July 13 – Cleveland, Ohio @ Blossom Music Ctr

July 15 – Cadott, Wis. @ RockFest

July 17 – Baltimore, Md. @ Pier Six Pavilion

July 19 – Boston, Mass. @ Leader Bank Pavilion

July 20 – Bridgeport, Ct. @ Hartford HealthCare Amp.

July 23 – Scranton, Pa. @ The Pavilion

July 25 – Gilford, N.H. @ Bank of N.H. Pavilion

July 27 – Syracuse, N.Y. @ St. Joseph's Health Amp.

July 28 – Holmdel, N.J. @ PNC Bank Arts Ctr

July 30 – Charlotte, N.C. @ Charlotte MCU Amp

Aug. 2 – Irving, Texas @ Toyota Pavilion

Aug. 1 – Houston, Texas @ House of Blues

Aug. 2 – Irving, Texas @ Music Factory

Aug. 4 – Albuquerque, N.M. @ Isleta Amp.

Aug. 5 – Phoenix, Ariz. @ Arizona Federal Theatre

Aug. 7 – Grand Junction, Colo. @ Los Colonias Amp.

Aug. 9 – Oklahoma City, Okla. @ Zoo Amp.

Aug. 10 – Rogers, Ark. @ Walmart Amp.

Aug. 12 – Portsmouth, Va. @ Atlantic UB Pavilion

quinta-feira, 7 de julho de 2022

Metallica declara que "todos são bem-vindos na família Metallica" após aumento de popularidade com Stranger Things

A banda aproveitou uma oportunidade única para abrir os braços para todos e silenciar os haters.

Desde que Master of Puppets” do Metallica foi apresentado no final da quarta temporada de Stranger Things, tem havido uma onda de novo interesse na banda e em sua épica faixa de 36 anos. Claro, o Metallica existe há décadas e a banda tem sido praticamente um nome familiar durante a maior parte desse tempo. Ainda assim, isso não impediu que novos fãs, através da aparição de Stranger Things, gravitassem para os ícones do metal.

Metallica tem seu 'momento Kate Bush' enquanto a internet enlouquece por "Master Of Puppets" em "Stranger Things".

A faixa-título de 1986 de Master of Puppets entrou na lista das 50 melhores faixas do Spotify para os Estados Unidos esta semana, já que quase todos os meios de comunicação cobriram a inclusão da faixa no final do programa popular. Claro, sempre há opositores e desfiladeiros, que se envolvem no bom e velho passatempo de vigiar na tentativa de manter os novatos para baixo e proteger o que é precioso. Um exemplo clássico de gatekeeping é dizer que algo ou alguém não é "metal o suficiente", por uma razão ou outra e a maior parte do raciocínio está puramente além do controle da pessoa.

Ou seja, é difícil ter "estado lá nos anos oitenta" se você ainda não nasceu. Pessoalmente, estou começando a me perguntar se não sou metal o suficiente porque não nasci quando o primeiro álbum do Black Sabbath foi lançado, mas isso não é nem aqui nem lá. Independentemente disso, o Metallica - aparentemente tomando conhecimento do alvoroço, foi altamente ativo em suas contas de mídia social esta semana, comentando no Instagram que "Stranger Things sempre foi o próximo nível, então estávamos mais do que empolgados para eles não incluírem apenas 'Master of Puppets' ' no show, mas ter uma cena tão crucial construída em torno disso. Estávamos todos empolgados para ver o resultado final e quando o fizemos, ficamos totalmente impressionados... é tão extremamente bem feito." No entanto, no TikTok, a banda deixou um recadinho para quem estava preparando o haterade (você confere o post completo abaixo):

Parece que os garotos da Bay Area não estavam interessados em toda a puxada de patentes e enviaram uma mensagem para o mundo: parem com toda essa guarda! E para todos que recentemente pularam no trem maluco do Metallica via Stranger Things, sejam bem-vindos a bordo e segurem sua bunda! É um passeio selvagem, perverso e maravilhoso!

Via METAL INJECTION.

@metallica Heard any cool songs lately? ⚡️ #Metallica #MasterOfPuppets #StrangerThings #StrangerThings4 #EddieMunson #NotLiveInTheUpsideDown ♬ Master of Puppets (Remastered) - Metallica

quarta-feira, 6 de julho de 2022

Morreu Manny Charlton, guitarrista fundador do Nazareth

O agora saudoso músico tinha 80 anos de idade.

Manny Charlton, membro fundador da banda escocesa de hard rock Nazareth, morreu aos 80 anos. A morte do guitarrista foi confirmada por seu neto Jamie Charlton, que compartilhou uma foto dele com Manny nas redes sociais e legendou: "RIP vovô".

Charlton é famoso pelos riffs de guitarra que catapultaram o Nazareth para o estrelato durante a década de 1970. Ele tocou, produziu e escreveu a maioria de seus maiores sucessos, incluindo "Broken Down Angel", "Bad Bad Boy", "Hair Of The Dog" e inúmeros outros, sem mencionar a produção do protótipo da balada rock "Love Hurts", que foi um hit Top 10 em todo o mundo em 1975 e ficou 60 semanas sem precedentes na parada norueguesa.

Charlton lançou vários álbuns de alta qualidade desde que deixou o Nazareth em 1990, incluindo "Hellacious" de 2014, que apresenta uma formação de estrelas de lendas do rock clássico, incluindo Tim Bogert (Vanilla Fudge, Cactus), o baterista Walfredo Reyes Jr. (Santana, Traffic, Steve Winwood, Lindsey Buckingham), Vivian Campbell (Def Leppard), Robert Sarzo, Steven Adler (Guns N' Roses) e uma talentosa cantora de Nova York, Robyn DeLarenzo.

Em uma entrevista de 2012, Charlton declarou sobre "Hair Of The Dog":

"O que aquele álbum fez foi preparar a banda para o sucesso americano para sempre. Olhando para trás, ainda estou tentando entender por que foi tão bem sucedido. à conclusão de que é tudo sobre a atitude das músicas, performances e a crueza da produção. Este foi o primeiro álbum que produzi para a banda. Sorte de principiante, pode-se dizer."

Via Blabbermouth.

Cantora de soul P.P. Arnold alega que Ike Turner a estuprou

A lendária cantora de soul P.P. Arnold está se preparando para lançar seu novo e revelador livro de memórias, "Soul Survivor: The Autobiography", que levanta a tampa de sua carreira, que a viu lado a lado com alguns dos maiores nomes da música, como Jimi Hendrix e The Rolling Stones.

Agora, em uma nova entrevista ao The Telegraph, foi divulgado que no livro, Arnold afirma que Ike Turner “a prendeu em um quarto e a estuprou”. No entanto, a data e a hora da suposta agressão não são especificadas.

"O que posso dizer? Foi horrível”, explicou Arnold. “Eu desprezava Ike nesse nível, mas não sabia como me expressar. Me disseram que Tina [Turner] queria se livrar de mim porque Ike estava atrás de mim. Se eu tivesse corrido para Tina ou ligado para meus pais, isso significaria que eu teria que voltar para casa.

Tina Turner também falou sobre o abuso que sofreu nas mãos de seu marido. Eles foram casados entre 1962 e 1978, e ao longo dos anos ela compartilhou suas experiências, muitas delas violentas. Em "My Love Story", de 2018, ela escreveu: “Sexo com Ike se tornou uma expressão de hostilidade, uma espécie de estupro – especialmente quando começava ou terminava com uma surra”.

Notoriamente, Arnold fez seu nome como membro das Ikettes, as cantoras de apoio da Ike & Tina Turner Revue. Em 1967, ela também se destacou como cantora solo, lançando uma versão de sucesso de "The First Cut Is The Deepest". Ela então lançou dois álbuns antes de desfrutar de um ressurgimento em meados da década de 1980, quando Andrew Lloyd Webber a escalou para Starlight Express. O novo livro de Arnold, "Soul Survivor: The Autobiography", será lançado amanhã pela Nine Eight Books.

Via FAR OUT.

Carlos Santana desmaia no palco em Michigan

Guitarrista foi hospitalizado mas já passa bem.

Carlos Santana desmaiou no palco durante um show na noite de terça-feira (5 de julho). O lendário guitarrista foi superado pelo calor aos 40 minutos de seu show no Pine Knob Music Theatre em Clarkston, Michigan e de repente parou e caiu no palco. As luzes diminuíram quando o músico de 74 anos foi atendido pela equipe médica. Depois de vários minutos, um membro da equipe subiu ao palco e se dirigiu ao público.

"Senhoras e senhores, como podem ver, temos uma grave emergência médica", explicou o funcionário. "Vamos compartilhar nossas orações... Precisamos disso agora... Por favor, envie sua luz e amor para este homem."

De acordo com a Variety, Santana foi visto acenando para os fãs enquanto era levado para fora do palco.

Mais tarde, um representante de Santana divulgou a seguinte declaração sobre sua condição: "A lenda do rock Carlos Santana foi superada por exaustão pelo calor e desidratação durante um show na terça-feira (5 de julho) à noite em Michigan. O grande guitarrista foi retirado de seu show no Pine Knob Music Theatre (anteriormente DTE Energy Music Theatre), um anfiteatro ao ar livre em Clarkston, cerca de 40 milhas a noroeste de Detroit, Michigan. Carlos foi levado ao departamento de emergência da McLaren Clarkston para observação e está indo bem, foi anunciado pelo gerente de Santana, Michael Vrionis esta noite."

Como resultado do episódio médico de Santana, o show de quarta-feira à noite (6 de julho) no The Pavilion at Star Lake em Burgettstown, Pensilvânia, será adiado para uma data posterior.

Santana está atualmente na estrada com o Earth, Wind & Fire com a turnê "Miraculous Supernatural".

Em dezembro passado, Carlos cancelou suas datas de residência em Las Vegas após um problema de saúde.

Pouco tempo depois, Santana compartilhou uma atualização em sua página oficial no Facebook. "Obrigado por suas preciosas orações", escreveu ele. "Apenas calma. Esqueci de comer e beber água, então eu desidratei e desmaiei. Bênçãos e milagres para todos vocês."

Carlos continua a promover seu último álbum, "Blessings And Miracles", que foi lançado em outubro passado pela BMG. O primeiro single do álbum, "Move", viu a lenda da música e o ícone da guitarra se juntarem novamente ao vocalista do Matchbox 20, Rob Thomas.

Via Blabbermouth.

quinta-feira, 30 de junho de 2022

Frank Zappa: Gravações, catálogo de músicas e arquivo de filmes do maestro são adquiridos pelo Universal Music Group

O Universal Music Group (UMG), líder mundial em entretenimento baseado em música, anunciou hoje um acordo entre Moon, Dweezil, Ahmet e Diva Zappa (o Zappa Trust) para adquirir a propriedade de Frank Zappa, incluindo suas expansivas gravações, publicação de catálogo de músicas icônicas , arquivo de filmes e o conteúdo completo do The Vault, a instalação de armazenamento quase mítica que abriga o trabalho da vida do falecido Zappa. O conteúdo abrange a prolífica carreira de quatro décadas do lendário músico inovador, compositor aclamado, guitarrista virtuoso e ativista proeminente.

Com a aquisição, que inclui adicionalmente o nome e a imagem de Frank Zappa, a Universal Music Enterprises (UMe), empresa de catálogo global da UMG, e a Universal Music Publishing Group (UMPG), a editora líder de música da empresa, aproveitarão o histórico de sucesso da empresa de trabalhando com o Zappa Trust para ampliar a carreira de Frank Zappa como pioneiro, iconoclasta, músico brilhante e artista destemido que desafiou a música e a cultura com sua visão e defesa não convencionais e intransigentes.

Sob o novo acordo, a UMPG adquire o catálogo completo de publicações da Zappa, incluindo "Watermelon In Easter Hay", "Cosmik Debris", "Peaches En Regalia", "Uncle Remus", "Joe's Garage" e centenas mais. Descrito pelo American Songwriter como um "gênio da composição", Zappa é conhecido por escrever canções que oferecem conselhos sábios ("Don't Eat The Yellow Snow") a críticas culturais astutas ("Valley Girl" e "Trouble Every Day"), sátira à discoteca ("Dancin' Fool") a composições orquestrais sérias ("The Perfect Stranger" e "Strictly Genteel").

O Zappa Trust disse: "Há dez anos, Gail Zappa fez parceria com a UMe para trazer a música de Frank Zappa para a era digital e ajudar a expandir os negócios de Frank Zappa em todo o mundo, iniciando uma parceria frutífera que resultou em crescimento exponencial. Na última década, disponibilizamos o vasto catálogo de músicas de Frank para streaming e download, relançamos muitos de seus principais álbuns em vinil, criamos uma série de lançamentos de arquivo emocionantes e conjuntos de caixas expansivos, incluindo uma série que celebra os lendários shows de Halloween da FZ, e fomos indicados para um Grammy pelo álbum orquestral '200 Motels (The Suites)'.

A UMG provou mais do que sua paixão pela arte de Frank e, portanto, toda a família Zappa, Moon, Dweezil, Ahmet e Diva está emocionada em passar o bastão para os novos guardiões para todas as coisas, mais a música de Frank Zappa nos próximos anos.

Frank lançou seu primeiro álbum pela Verve Records em 1966 com o álbum de estreia do The Mothers Of Invention, 'Freak Out!', então este é um momento de ciclo completo mais de cinco décadas depois e sabemos que sua música e legado estarão nas melhores mãos possíveis para as próximas gerações."

O presidente e CEO da UMe, Bruce Resnikoff, disse: "Foi um privilégio trabalhar com a família Zappa para lançar a música de Frank Zappa em todo o mundo, aumentar seu público e proteger seu legado na última década. Zappa foi um artista pioneiro e visionário que criou um incrível corpo de trabalho e estamos incrivelmente orgulhosos de que Gail, e agora seus filhos, nos confiaram seu importante legado. Continuaremos a desenvolver maneiras inovadoras de celebrar seu vasto e influente catálogo para fãs de longa data e para aqueles que estão descobrindo seu gênio. Como um artista prolífico bem à frente de seu tempo, Frank Zappa estava constantemente criando e gravando e deixou para trás um tesouro de músicas e vídeos extraordinários ainda inéditos em seu Vault que nos ajudarão a inaugurar a próxima era dos fãs de Frank Zappa ."

Marc Cimino, diretor de operações do Universal Music Publishing Group, disse: "Uma voz poderosa na música e na cultura, Frank Zappa foi um dos artistas mais brilhantes de seu tempo. Estamos honrados em receber o influente catálogo de músicas de Zappa e que sua propriedade escolheu a UMG para defender sua arte e aumentar seu imenso legado em todo o mundo."

Ao longo da última década trabalhando em conjunto, o Zappa Trust e a UMe revitalizaram o catálogo de Frank Zappa através de um fluxo constante de lançamentos de arquivo emocionantes, reedições em vinil de seus álbuns clássicos, iniciativas de streaming e tornando sua música mais amplamente disponível em todo o mundo do que nunca. antes da. A UMG aumentou os fluxos de músicas do Zappa em porcentagens de dois dígitos a cada ano e, recentemente, grande parte do catálogo do Zappa foi disponibilizado em áudio de alta resolução para download e streaming pela primeira vez. Na esteira dos esforços multifacetados da UMe e do Zappa Trust, e do aclamado documentário de 2020 de Alex Winter, "Zappa", do qual a UMe forneceu a trilha sonora, Zappa e sua música experimentaram uma popularidade recém-descoberta que só continua a crescer quase duas décadas após sua morte. .

Em 2012, a Zappa Records e o Zappa Trust, liderados por sua viúva, Gail Zappa, disponibilizaram digitalmente todo o catálogo gravado do Zappa pela primeira vez através de uma parceria com a UMe, com metade dos álbuns remasterizados a partir das fontes analógicas originais e os álbuns restantes retransferido e preparado a partir das fitas digitais originais para CD e streaming e download. Muitos álbuns também foram remasterizados para reedição em vinil. Pouco depois, o Zappa Trust firmou um acordo com a UMe para um acordo global de licença e distribuição que viu o lançamento de 60 gravações de Zappa. Em 2015, eles fizeram uma parceria em um contrato de licenciamento global de longo prazo para todo o catálogo gravado da Zappa, bem como a participação de gerenciamento de direitos em todo o cânone criativo do ícone cultural. A parceria cresceu em uma licença expansiva com Resnikoff e UMe que também inclui lançamentos de novos produtos, licenciamento de marcas, filmes e produção teatral.

Até o momento, houve 122 lançamentos oficiais do Zappa, no entanto, que apenas arranham a superfície do que o futuro reserva, pois representa uma pequena fração das gravações no expansivo e exaustivo Vault do Zappa que foram disponibilizadas publicamente. Documentador obsessivo, Zappa gravou quase todas as sessões, ensaios, apresentações ao vivo e até jams casuais em uma variedade de formatos de áudio e vídeo durante quase toda a sua vida. A UMG planeja mergulhar no The Vault para novos projetos de arquivamento nas próximas décadas. Além disso, com o nome e a imagem de Zappa, a UMG envolverá os fãs existentes e novos públicos em todo o mundo com mercadorias, filmes, experiências interativas, bem como tokens não fungíveis (NFTs) e outros projetos Web3 de próxima geração.

Desde seus primeiros primórdios do rock psicodélico até sua experimentação de vanguarda, explorações de jazz-rock, suítes sinfônicas e envios satíricos para suas inovações conceituais, composicionais e tecnológicas, Zappa, que foi nomeado "Embaixador Especial para o Ocidente da Tchecoslováquia em Comércio, Cultura e Turismo" em 1990 por Vaclav Havel, quebrou as normas a cada passo do caminho e sua influência e ethos continuam a reverberar tão fortemente hoje como sempre.

Em sua carreira sem precedentes e incrivelmente prolífica, Zappa lançou mais de 60 álbuns inovadores durante sua vida, como artista solo e com suas bandas, The Mothers Of Invention e The Mothers. Desde o rock psicodélico primitivo do álbum de estreia do Mothers, de 1966, "Freak Out!", um dos primeiros álbuns duplos do rock, até a fusão jazz-rock de "Hot Rats" de 1969, o experimental "Uncle Meat" de 1969 e o filme surrealista e trilha sonora de 1971, "200 Motels", às composições orquestrais de seus últimos anos, o impulso artístico implacável de Zappa o empurrou para uma variedade vertiginosa de mundos musicais, nunca se contentando em ficar em uma pista por muito tempo grandes.

Além desses álbuns, alguns dos muitos destaques de sua volumosa discografia de álbuns de estúdio e ao vivo incluem "We're Only In It For The Money" (1968), "Burnt Weeny Sandwich" (1970), "Chunga's Revenge" ( 1970),"Apostrophe (')" (1974),"Zoot Allures" (1976),"Zappa In New York" (1978),"Joe's Garage" (1979),"Sheik Yerbouti" (1979),"Ship Arriving Too Late To Save A Drowning Witch" (1982), "Jazz From Hell" (1986) e o último álbum a ser lançado em sua vida, "The Yellow Shark" (1993).

Após a morte de Zappa em 1993, houve mais de 60 lançamentos póstumos, começando com "Cilvization Phaze III" de 1994 e abrangendo desde o último álbum de Zappa concluído antes de sua morte, "Dance Me This", lançado em 2015 como seu 100º álbum, para elaborar e caixas multi-disco expandidas para álbuns como "200 Motels", "Hot Rats", "Orchestral Favorites", "Zappa In New York", bem como edições super deluxe de seus lendários shows de Halloween, completos com fantasias e outros favoritos ao vivo como "The Roxy Performances". Lançamentos recentes incluem "Zappa '88: The Last U.S. Show", uma caixa intitulada "The Mothers 1971", que celebra as formações de 1971 do grupo e "Zappa/Erie", uma coleção de seis discos que reúne um trio emocionante de concertos inéditos que o Maestro realizou em Erie, Pensilvânia e arredores entre 1974 e 1976.

Zappa, que morreu de câncer de próstata aos 52 anos, era compositor, guitarrista virtuoso, compositor, defensor dos direitos dos artistas, provocador, defensor da anticensura, pioneiro musical e ex-embaixador cultural na Tchecoslováquia. Ele foi postumamente introduzido no Rock And Roll Hall Of Fame em 1995 e premiado com o Grammy Lifetime Achievement da Recording Academy em 1997.

Via BLABBERMOUTH.

Pink Floyd supera brigas e enfim anuncia reedição de 'Animals'

O Pink Floyd finalmente anunciou a data de lançamento da reedição do clássico LP Animals de 1977.

Animals 2018 Remix chegará em 16 de setembro próximo, com o álbum conceitual Orwellian também recebendo seu primeiro lançamento 5.1 Stereo Sound. Embora a reedição não contenha nenhuma faixa bônus, ela inclui um mix polido supervisionado pelo engenheiro James Guthrie do álbum original de cinco músicas em CD, vinil, Blu-ray e SACD.

Como o título sugere, o remix foi concluído em 2018 e originalmente destinado a ser lançado nessa época; no entanto, a reedição foi adiada porque os ex-companheiros de banda Roger Waters, que em grande parte escrevera o álbum, com exceção de "Dogs", com David Gilmour, discutiram sobre o encarte que pretendia acompanhar a reedição.

Essas mixagens ficaram inéditas por causa de uma disputa sobre algumas notas de capa que o jornalista Mark Blake escreveu para este novo lançamento”, disse Waters em junho de 2021. “Gilmour vetou o lançamento do álbum, a menos que essas notas fossem removidas. Ele não contesta a veracidade da história descrita nas notas de Mark, mas quer que essa história permaneça em segredo.

Waters então lançou as notas do encarte em seu próprio site em 2021 e, embora a próxima reedição venha com um livreto de 32 páginas de fotografias e imagens ao vivo nunca antes vistas, é duvidoso que as notas de capa de Blake tenham chegado ao corte final.

Além do novo remix, "Animals 2018 Remix" também traz arte atualizada da capa lendária do álbum - um porco inflável pairando sobre Battersea Power Station, uma imagem criada por Storm Thorgerson do Hipgnosis Studios. por Aubrey 'Po' Powell, que trabalhou ao lado de Thorgerson .

Com a capa do álbum original de 1977 sendo uma obra de arte tão icônica, tive a chance de atualizá-la, o que foi uma tarefa bastante assustadora”, disse Powell em comunicado, “mas a Hipgnosis aproveitou a oportunidade para re-fotografar a imagem para refletir um mundo em mudança e, usando técnicas modernas de coloração digital, mantive a mensagem bastante sombria de decadência moral do Pink Floyd usando os temas orwellianos de animais, o porco 'Algie', fiel à mensagem do álbum."

Animals 2018 Remix está disponível para pré-encomenda agora em CD, vinil, Blu-ray e SACD, uma caixa deluxe que possui todos os quatro formatos, bem como o mix estéreo original de 1977 do álbum.

Via Rolling Stone.

terça-feira, 28 de junho de 2022

Governo finlandês promove o heavy metal e o intercâmbio com a América Latina


Projeto “Come to Latin America” busca o fomento cultural e a quebra de preconceitos contra o estilo.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

O Metal pode ser considerado um pária em muitas nações do globo, entretanto, na Finlândia este é um estilo musical presente na cultura e bastante prestigiado pela população, com ampla presença nas grandes mídias, rádios e, portanto, na vida dos habitantes do país.

Uma das ações de maior abrangência do governo para fomentar à cultura local é o financiado de projetos através do Ministério da Educação e Cultura. Em pauta neste momento temos o concurso “Come to Latin America”, destinado a bandas emergentes de metal finlandês, com o objetivo de difundir a música, promover a cultura do país e colaborar com a quebrar alguns preconceitos que ainda existem em torno o estilo de música, heavy metal. O projeto em formato híbrido prevê alcançar aproximadamente 10 milhões de pessoas entre jurados, público participante e atrações. 

O júri do concurso "Come to Latin America", formado por mais de 100 músicos latino-americanos, jornalistas, radialistas, organizadores de festivais e profissionais ligados ao entretenimento ao vivo, escolheu as três bandas finalistas e agora será a vez do público latino-americano escolher o vencedor. O prêmio será um acordo de distribuição com a Nuclear Blast – por meio da subsidiária Blood Blast –, uma das maiores gravadoras de nicho do mundo e que atua como parceira nesta iniciativa.

Para votar nos três finalistas, que são as bandas Luna Kills, Noira e Where's My Bible, uma plataforma interativa foi criada e estará no ar á partir de 28 de Junho de 2022. 

Finlândia e América Latina conectados pelo Metal

O rock e o heavy metal se tornaram um produto de exportação finlandês. Principalmente desde a virada do milênio, inúmeras bandas do país vêm se posicionando no circuito internacional, no qual Brasil, Chile, Argentina, México e Uruguai tem uma grande fatia. De acordo com o relatório global de música da IFPI, a América Latina é o mercado mais importante para música, incluindo o metal finlandês, registrando 85% dos downloads nas plataformas de streaming, com um crescimento de 31% em 2021, em relação ao ano anterior.

O ministro da Ciência e Cultura da Finlândia, Petri Honkonen, comenta: “O mercado de música em rápido crescimento da região também está atraindo novas bandas. Além disso, eles têm uma base de fãs leais na América Latina, o que cria uma forte plataforma para o sucesso. O intercâmbio cultural é especialmente importante agora, dada a instabilidade que vivemos na Europa, levando os artistas a terem incertezas em vários sentidos”.

A empresária Niina Fu, idealizadora do projeto, teve inspiração ao residir nos países Chile e Brasil e comparar as similaridades entre o países latinoamericanos e a Finlândia: “Apesar da distância e diferenças culturais, existe uma cena metal muito forte e profunda em ambos os países. Isso me chamou muito a atenção e é por isso que tive a ideia de desenvolver este projeto”.

Ela acrescenta que sua motivação é ampliar o impacto da cultura na sociedade moderna: “Acredito que atualmente o mundo é medido demais por conquistas e por indicadores financeiros. Ao estudar Administração de Empresas na Getúlio Vargas em São Paulo, Brasil, entendí que precisamos ampliar o espaço da cultura. O heavy metal é o presente da Finlândia para o grande e diversificado acervo cultural do Brasil, com o objetivo de aumentar a participação no cotidiano das pessoas deste lindo país”.

"Está nos planos da banda vencedora uma turnê na América Latina. Estamos solicitando mais financiamento para este projeto. Continuaremos a cooperar com o Brasil – um dos maiores exportadores de boa música do mundo", promete Fu.

O heavy metal e a Finlândia

De acordo com o banco de dados online Metal Archives, o país tem mais de duas mil bandas do estilo. Ainda segundo a plataforma, há uma década, a Finlândia tinha o maior número de bandas de heavy metal per capita do mundo, com 54 a cada 100 mil habitantes. Os países vizinhos Suécia e Noruega vinham logo atrás, com 27. Hoje esse número ultrapassa os 60, mantendo o primeiro lugar geral

Este cenário sólido se explica pelo empenho do governo finlandês em apoiar a cultura local e o heavy metal. Não à toa, que a primeira ministra finlandesa, Sanna Marin, aparece em diversas cerimônias oficiais usando sua inseparável jaqueta de couro, no melhor estilo Rock and Roll. A primeira ministra finlandesa já declarou abertamente seu grande amor pelo heavy metal.

Isto não é apenas um reflexo da moda, mas também de uma atitude de vida, uma vez que esse gênero musical permeia profundamente a sociedade finlandesa. O alcance do estilo chega também ao mundo empresarial. A multinacional finlandesa Nokia, que possui forte presença no mercado mundial de tecnologia, vem demonstrando entusiasmo e apoio ao projeto “Come to Latin America”, e tem em seu quadro de colaboradores pessoas que apreciam o estilo, como o CEO da Nokia Brasil, Ailton Santos Filho, músico, matemático por formação e apontado como padrinho do “Come to Latin America”. 

Uma das coisas que diferencia a arte da tecnologia é que esta sempre busca o perfeccionismo, enquanto a música é uma forma de expressão mais humana, onde podemos ousar ser nós mesmos, com nossas virtudes e erros. Por isso, decidi apoiar nossos jovens colegas músicos em seu processo de desenvolvimento, além de entrar na cena metal finlandesa”, explica o gestor, que complementa: “A música é universal e conecta as pessoas”.

Indo além da intenção de promover o desenvolvimento de novos e emergentes artistas e bandas finlandesas, Santos Filho conta como o estilo reflete em outros pontos da vida e do âmbito profissional: “Liderar uma banda e tocar em um palco colaborou muito com minha carreira no mundo corporativo. Estar conectado por um propósito comum, que é a forma como a música nos educa, pois é uma linguagem universal, permite que tudo isso seja aplicado à liderança de uma empresa, organização e/ou qualquer tipo de trabalho”.

Outro nome ligado ao estilo e que atual com grande destaque na área da saúde, é Ville Vänni, que por anos integrou a importante banda Insomnium. O ex-guitarrista, que agora atua como médico-cirurgião, comenta: “Hoje o metal está em todos os níveis da sociedade; não é para a elite, nem para a classe média, nem para quem tem menos recursos. É algo enraizado e que faz parte da nossa cultura”.

Por sua vez, o brasileiro Daniel Medeiros, hoje community manager da Supercell, empresa finlandesa de desenvolvimento de videogames, conta que quando jovem, sua banda favorita era HIM: “Fiquei sabendo que o HIM era da Finlândia, país conhecido pelo alto nível de ensino e qualidade de vida. Mais tarde, quando quis encontrar um emprego na indústria de videogames, a Finlândia imediatamente me veio à mente. Em outras palavras, se eu não estivesse inicialmente interessado na Finlândia por causa do HIM, e não soubesse que a Finlândia é um dos melhores países do mundo para se viver, eu nunca teria vindo trabalhar aqui”, diz.

O “Come to Latin America” é um projeto que visa o intercâmbio e o fomento cultural da Finlândia para o mundo, e que cujo capítulo que estamos vivendo agora é o primeiro de muitos outros.

Outras informações: 

Acesse: www.cometolatinamerica.fi

Alan Parsons passa por cirurgia de emergência na coluna

O músico Alan Parsons passou por uma cirurgia de emergência na coluna em 24 de junho último, resultando no adiamento de suas próximas datas programadas de sua turnê.

Essa tecnologia de tubo analógico realmente percorreu um longo caminho”, brincou Alan Parsons no post compartilhado por sua filha Tabitha, que compartilhou uma atualização da condição de seu pai após sua cirurgia.

Gostaríamos de estender nossa mais sincera gratidão a todos pelo derramamento de amor, apoio, votos de melhoras e pensamentos e orações expressos por Alan e nossa família enquanto ele enfrentava essa cirurgia urgente na coluna”, compartilhou Tabitha Parsons, junto com uma fotografia de seu pai no hospital e sua piada. “A cirurgia foi um sucesso e Alan agora está descansando confortavelmente em casa.

Ela acrescentou: “Haverá um longo tempo de recuperação, mas ele voltará ao seu estado normal e sem dor em breve”.

Antes de sua cirurgia, Parsons estava se programando para divulgar o lançamento de seu sexto álbum solo, "From the New World", (Frontier Music), em 15 de julho próximo, com os convidados Tommy Shaw, Joe Bonamassa, David Pack, o ex-American Idol James Durbin e o vocalista do Styx, Tommy Shaw.

Temos algumas datas de shows na agenda para o outono, que continuarão conforme planejado e esperamos confirmar as datas remarcadas e na agenda em breve”, acrescentou Tabitha Parsons. “Obrigado novamente do fundo de nossos corações por seu apoio contínuo.

Via AMERICANSONGWRITER.

segunda-feira, 27 de junho de 2022

Whitesnake: David Coverdale nega que Tommy Aldridge esteja com sérios problemas de saúde


Banda não se apresentou no festival espanhol Rock Imperium, a princípio por "graves problemas de saúde" de seu baterista.

O líder do Whitesnake, David Coverdale, foi às redes sociais para esclarecer relatos imprecisos de que o baterista Tommy Aldridge tem "graves problemas de saúde".

O Whitesnake deveria se apresentar no festival Rock Imperium em Cartagena, na Espanha, mas foi forçado a cancelar devido a "graves problemas de saúde" sofridos pelo baterista Tommy Aldridge, segundo o promotor. Os organizadores fizeram um anúncio no sábado, 25 de junho, afirmando:

"Apenas quando tivemos todos os preparativos de backline e palco do Whitesnake prontos para o show de hoje, seu agente de reservas nos informou da triste notícia de que Tommy Aldridge está tendo graves problemas de saúde hoje, então lamentamos anunciar o cancelamento de seu show no Rock Imperium Festival. Lamentamos muito por quaisquer inconvenientes causados, estamos devastados e só podemos desejar a Tommy uma rápida recuperação."

No domingo, Coverdale divulgou o seguinte via Twitter:

"Agora ouça isso !!! Tommy estava mal, como todos nós podemos ficar, mas está melhorando: ele nunca teve, o que foi descrito incorretamente como "problemas graves de saúde" e  não vê a hora para voltar lá e se apresentar para os fãs! O promotor espanhol divulgou uma declaração enganosa."

Via BRAVEWORDS

domingo, 26 de junho de 2022

Lemmy Kilmister, fundador do Motörhead, é homenageado oficialmente durante o Hellfest 2022

Homenagem acontece seis anos após a morte de Lemmy no final de dezembro de 2015.

A cerimônia de homenagem ao lendário músico acontecera no dia 23 de junho último, durante o festival em Clisson, na França; começando após o The Scorpions concluir sua apresentação. Os membros do Motorhead, Phil Campbell e Mikkey Dee estiveram presentes e falaram algumas palavras sobre seu amigo e colega de banda, antes de um vídeo em homenagem ao artista ser tocado e os colegas de banda fazerem um brinde em sua homenagem.

A peça central da cerimônia é a nova e enorme estátua que foi feita dele. Consagrado dentro da estátua estará uma porção das próprias cinzas de Lemmy. Também presente na cerimônia, uma réplica da urna que guarda as cinzas de Lemmy no Forest Cemetery Hall, em Hollywood. A estátua permanente no local permitirá que os fãs em cada edição futura do Hellfest prestem homenagem ao renomado e saudoso artista.

Veja uma foto da estátua abaixo.


Os fãs de Lemmy foram convidados a prestar suas próprias homenagens ao artista nas mídias sociais sob a hashtag #LemmyLivesAtHellfest.

Membros do Pantera, Exodus e outros artistas se uniram recentemente para oferecer um cover de “Ace of Spades” do Motorhead.

terça-feira, 21 de junho de 2022

Morreu Brett Tuggle, tecladista do Fleetwood Mac, Steppenwolf e David Lee Roth Band


O tecladista Brett Tuggle, mais conhecido por fazer parte do Fleetwood Mac, morreu aos 70 anos neste domingo.

O filho do músico, Matt Tuggle, confirmou a notícia à Rolling Stone e disse que seu pai morreu de complicações relacionadas ao câncer.

Ele era muito amado por sua família”, disse Matt ao canal. “Sua família estava com ele durante todo o tempo de sua doença. Ele era um pai adorável. Ele me deu música na minha vida.

Tuggle, que veio de Denver, Colorado, aprendeu a gostar de tocar piano desde tenra idade.

Ele acabou se mudando para o Texas para seguir uma carreira na música. Mas foi somente em 1981 que seu talento se tornou conhecido depois que ele começou a dividir o palco com John Kay & Steppenwolf.

No ano seguinte, Tuggle conheceu Rick Springfield e posteriormente se juntou a sua banda. Ele passou alguns anos fazendo shows com o hitmaker “Jessie’s Girl”.

Tuggle mais tarde se juntou a David Lee Roth e excursionou com ele de 1986 a 1994, tornando-o um dos membros fundadores da The David Lee Roth Band.

A dupla co-escreveu o hit de 1987 “Just Like Paradise”.

Em 1997 a brilhante carreira de Tuggle o levou ao Fleetwood Mac. Ele se juntou à banda durante a era da reunião por mais de duas décadas até 2018.

Depois de se apresentar com a banda por 21 anos, Tuggle recebeu uma ligação abrupta dizendo que estava fora da banda.

Ele já se abriu sobre ter sido demitido da banda, dizendo que foi porque a vocalista Stevie Nicks achou que ele era muito próximo do guitarrista também demitido Lindsey Buckingham.

Via PAGE SIX.

segunda-feira, 20 de junho de 2022

Iron Maiden pagará o restante das cirurgias e tratamento de Paul Di'Anno

O ex-vocalista do Iron Maiden, Paul Di'Anno, que está atualmente na Croácia aguardando três grandes cirurgias em seus joelhos, terá os custos restantes de suas operações e tratamento financiados por seus ex-colegas de banda.

Hoje cedo (segunda-feira, 20 de junho), Kastro Pergjoni, diretor de operações do pub Cart & Horses em Stratford, Londres, Inglaterra, onde o Iron Maiden fez sua estreia ao vivo em 1976, que recentemente arrecadou milhares de dólares para que Di'Anno possa passar por sua longa-adiada cirurgia no joelho, foi à página da Cart & Horses no Facebook para compartilhar a seguinte mensagem:

"Estou muito animado em anunciar que a equipe do Iron Maiden gentilmente concordou em cobrir o custo restante da operação de Paul Di'Anno. Maiden, a melhor banda deste planeta, eles são bondosos e apoiados por uma equipe incrível. Como resultado desta notícia fantástica, fecharei a arrecadação de fundos em 21 de junho de 2022."

No fim de semana, Stjepan Juras, um fã do Maiden e autor de muitos livros relacionados ao grupo, que está cuidando de Paul enquanto ele recebe tratamentos de fisioterapia e drenagem linfática na Croácia, revelou no Facebook que o cantor de 64 anos passará por três operações durante dois dias em julho. Os procedimentos serão seguidos por um período de recuperação hospitalar, terapia intensiva e reabilitação, incluindo a reaprendizagem da marcha. Se tudo correr bem, Paul deve poder andar totalmente até o final de 2022. No entanto, se o conjunto de tratamentos falhar, a amputação da perna será a única opção.

No mês passado, Di'Anno ficou cara a cara com o baixista do Maiden, Steve Harris, pela primeira vez em três décadas antes do show da banda na Croácia.

Harris, cujo grupo iniciou a etapa de 2022 da turnê mundial "Legacy Of The Beast" na Arena Zagreb, com capacidade para 22.000 pessoas, saiu antes do show para cumprimentar Di'Anno em cadeira de rodas e conversar com ele por alguns minutos.

Depois de seu encontro amigável com Harris, Di'Anno ficou por aqui tempo suficiente para assistir um pouco da performance do Maiden antes de se retirar já perto do final do set, para evitar um grande engarrafamento após o show.

Di'Anno falou sobre sua experiência de encontrar Harris pessoalmente depois de todos esses anos em um bate-papo por vídeo ao vivo com o The Metal Voice do Canadá. Ele disse: "[Aquele] fim de semana foi absolutamente incrível. Porque eu e Steve [trocamos mensagens] sobre futebol [no passado]. Mas na verdade não nos encontrávamos [cara a cara] há muito tempo. E foi brilhante, porque eu me encontrei com a irmã de Steve, Linda primeiro, que eu não a via há cerca de 30 anos. E então [ver] Steve foi incrível, e então [encontrar o empresário de longa data do Maiden] Rod [Smallwood] também, fez o meu ano inteiro, na verdade. Foi fantástico. Foi muito incrível."

Paul continuou dizendo que a última vez que viu Rod foi em 2013, quando ele e o Maiden se apresentaram separadamente, no festival Rock In Rio do Brasil.

"Eu perdi o show do Maiden porque fui inundado pela imprensa sangrenta e outras coisas, então não pude fazer nada para assistir a banda", explicou ele.

Perguntado se foi "estranho" encontrar Steve pela primeira vez em 30 anos, Paul disse: "Não. Foi ótimo. Eu gostaria de não estar nesse tipo de posição [estar em uma cadeira de rodas]. foi muito emocionante. Se fosse a primeira vez que conversávamos juntos em 30 anos, talvez fosse um pouco mais estranho. Mas, como eu disse, conversamos sobre futebol e coisas assim, e Steve me ligou um algumas vezes de [sua casa nas] Bahamas."

Chamando a si mesmo e a Harris de dois "geezers felizes e sortudos" do East End de Londres, Paul continuou dizendo que deve um jantar a Steve "muito, porque ele cuidou de minha senhora e filho nos Estados Unidos na última turnê do Iron Maiden em Connecticut, em Hartford. Ele realmente cuidou deles, deu-lhes coisas VIP nos bastidores e tudo isso. Foi ótimo. Então, quando eu recuperar minhas pernas, vou levá-lo para jantar."

De acordo com Paul, Steve ligou para ele no dia seguinte ao show do Iron Maiden na Croácia, mas ele não atendeu. "Mas eu mandei uma mensagem de volta para ele", disse Di'Anno.

Paul também esclareceu onde ele está em relação à sua antiga banda, dizendo: "O que me irrita é que todo mundo está espalhando rumores de que não gostamos um do outro e coisas assim. Eu não tenho nada contra o Iron. Digo a vocês, o show foi brilhante no domingo, absolutamente incrível."

Di'Anno gravou dois álbuns clássicos com o Iron Maiden, o auto-intitulado em 1980 e "Killers" em 1981, antes de ser demitido e substituído por Bruce Dickinson. Ele passou a liderar várias outras bandas, incluindo Killers e Battlezone e lançou vários discos solo.

Via Blabbermouth.

quinta-feira, 16 de junho de 2022

Halestorm - Lzzy Hale: 'Sou assumidamente bissexual'

A vocalista do Halestorm, Lzzy Hale, compartilhou uma mensagem pessoal em comemoração ao Pride Month, dizendo que ela é "bissexual sem remorso" e admitindo que escondeu sua "bissexualidade por um longo tempo".

Halestorm lança seu novo álbum “Back from the Dead”; ouça.

Lzzy, que está em um relacionamento com o guitarrista de sua banda, Joe Hottinger há quase duas décadas, foi ao Instagram nesta quarta-feira (15 de junho) para escrever: "Fui abordada por muitos meios de comunicação este mês falando sobre orgulho ... mas estou decidindo postar isso."

"Eu entendi que havia algo diferente em mim desde cedo.

Crescendo em uma família semi-cristã, todas as coisas que eu sentia eram inerentemente erradas. Então, escondi minha bissexualidade por muito tempo. Foi por estar em uma banda saindo da religião organizada, encontrando minha tribo e me arrastando pelas águas escuras e turvas da vida que eu pude me sentir verdadeiramente confortável possuindo todas as coisas que me fazem... Eu.

Sou assumidamente bissexual. Navegando dentro do meu próprio espectro desse tremendo arco-íris do qual todos fazemos parte. O que espero passar para você, esteja você em estado de orgulho ou ainda navegando em alto mar... sendo o seu verdadeiro eu, abraçando o que faz você se destacar para os outros e possuindo o seu estranho... essas coisas acabam se tornando seus superpoderes. Seu verdadeiro eu é precioso, ninguém pode tirar isso de você a menos que você permita. Use-o como uma arma secreta .

Até onde eu sei... Nós só temos uma vez neste passeio. Então viva e respire cada parte de você. O bom o ruim, o colorido e o estranho.

Rock on filhos da puta! Eu celebro vocês!

"#pridemonth #happypride #halestorm #lzzbians".

No ano passado, durante uma sessão de perguntas e respostas no Twitter, quando um fã mencionou que não era fácil viver como gay nas Bahamas, Lzzy respondeu: "Você está vivendo sua verdade... e isso é tudo que importa. um relacionamento de 18 anos com um homem. Nós escrevemos nossas próprias histórias, meu querido."

Em abril de 2020, quando um fã perguntou a ela no Twitter quando ela e Hottinger estariam se casando, Lzzy respondeu: "Eu realmente nunca tive o desejo. Preferência pessoal. Mas estou vivendo um #newmodernlove"

Lzzy e seu irmão Arejay (bateria) formaram o Halestorm em 1998 enquanto cursavam o ensino médio. Hottinger se juntou à banda em 2003, seguido por Smith em 2004.

Via BLABBERMOUTH.

Tradicional festival de metal alemão, Summer Breeze, terá edição no Brasil em 2023

Informação foi adiantada em vídeo pelo jornalista @jnflesch .

Inaugurado em 2006, na cidade de Dinkelsbuhl, estado da Bavária, Alemanha, o festival Summer Breeze se tornou um dos maiores e mais tradicionais do circuito do metal.

De lá para cá as fronteiras foram ampliadas e edições em outros países começaram a acontecer.

Agora a organização anunciou a chegada em 2023 da 1ª edição brasileira do icônico festival germânico, ainda sem entregar nenhuma atração do cast, mas já adiantando que o evento será realizado no Memorial da América Latina, em São Paulo, nos dias 29 e 30 de abril do ano que vem, com direito a 3 palcos e a inclusão de outros sub-gêneros do rock, não sendo uma atração somente de metal, como sempre é o evento original.

Este ano, na Alemanha, o Summer Breeze acontecerá entre 17 e 20 de agosto e dentre as atrações principais do cast estão Within Temptation, Arch Enemy, Static-X, Hatebreed, Cannibal Corpse, Alestorm, Blind Guardian, Paradise Lost, Dark Tranquillity e Napalm Death.

quarta-feira, 15 de junho de 2022

Foo Fighters, Brian May, Geddy Lee, Liam Gallagher e mais farão show de tributo a Taylor Hawkins em Londres

Uma constelação foi recrutada para tocar ao lado do Foo Fighters no concerto de tributo ao saudoso baterista.

A primeira gama de convidados para os próximos shows de tributo a Taylor Hawkins foi oficialmente anunciada.

Programado para tocar ao lado do Foo Fighters na primeira data em Londres, haverá um ícone do Oasis, além de membros do Queen, Rush, Queens Of The Stone Age e muito mais.

Outros convidados no projeto de Londres até agora incluem Chris Chaney, Stewart Copeland, Liam Gallagher, Omar Hakim, Josh Homme, Chrissie Hynde, Geddy Lee, Alex Lifeson, Brian May, Mark Ronson, Supergrass, Roger Taylor, Rufus Taylor, Wolfgang Van Halen e Chevy Metal, além de uma participação especial do comediante Dave Chappelle.

Apresentados pelo Foo Fighters com a família Hawkins, os shows comemorativos vão "celebrar a memória e a música de uma lenda do rock", e acontecerão em 3 de setembro no Wembley Stadium de Londres e 27 de setembro no The Kia Forum em Los Angeles. O projeto de lei para o show de LA será revelado ainda hoje.

Os Taylor Hawkins Tribute Concerts beneficiarão instituições de caridade no Reino Unido e nos EUA escolhidas pela família Hawkins. Os beneficiários e mais detalhes serão anunciados em breve.

Hawkins faleceu em Bogotá, Colômbia, em 25 de março, aos 50 anos. Na noite da morte de Taylor, ele estava em Bogotá pronto para se apresentar com o Foo Fighters no festival Estéreo Picnic, tendo completado outros shows sul-americanos em San Isidro, na Argentina, e Santiago, no Chile. Seu corpo foi encontrado em seu quarto de hotel ao norte de Bogotá.

Em um comunicado divulgado nas redes sociais na época, a banda disse: "A família Foo Fighters está devastada pela perda trágica e prematura de nosso amado Taylor Hawkins".

Seu espírito musical e risada contagiante viverão com todos nós para sempre. Nossos corações estão com sua esposa, filhos e família, e pedimos que sua privacidade seja tratada com o maior respeito neste momento inimaginavelmente difícil".

Os ingressos para o show de Londres estarão à venda na sexta-feira (17 de junho) às 9h BST.

segunda-feira, 13 de junho de 2022

Ozzy Osbourne publica letras misteriosas antes da cirurgia que “alterará sua vida”

Ozzy Osbourne fez questão de dizer aos seus fãs o quanto ele os ama poucas horas antes de sua cirurgia de “alteração de vida”.

A estrela do Black Sabbath, de 73 anos, compartilhou sua música de 2010 “I Love You All” em seu Instagram Story na segunda-feira, estranhamente se concentrando na letra: “Por todos esses anos você esteve comigo / Deus abençoe, eu amo todos vocês.

Uma fonte próxima à família disse exclusivamente ao Page Six que Osbourne precisará de uma “longa convalescença” devido à sua idade e à natureza intensiva da cirurgia, que removerá e realinhará os pinos no pescoço e nas costas.

Sua esposa, Sharon Osbourne, veio de Londres para apoiar o cantor de “Crazy Train” enquanto ele está em recuperação.

Em entrevista ao programa britânico “The Talk” na semana passada, Sharon, 69 anos, disse que a “grande operação” poderia “determinar o resto de sua vida”.

A maior parte da reabilitação deve ocorrer sob cuidados em tempo integral em sua casa ao longo de alguns meses.

Ozzy precisou de 15 parafusos para serem inseridos em sua coluna após tropeçar em sua casa em Los Angeles no meio da noite de 2019. Na época, o astro do rock pensou que ele havia quebrado o pescoço e acabou precisando de mais de dois meses de recuperação e reabilitação .

Eu caí muito, muito duro”, disse ele à Rolling Stone na época.

Em maio, Ozzy disse à revista Classic Rock que estava esperando sua próxima cirurgia para poder começar a fazer shows novamente.

Não consigo andar direito hoje em dia", ele compartilhou. “Faço fisioterapia todas as manhãs. Estou um pouco melhor, mas nem de longe tanto quanto gostaria para voltar à estrada.

Ele também teve um surto de COVID-19 em abril.

Via Page Six.

Rolling Stones: Mick Jagger testa positivo para COVID-19 e show em Amsterdã é adiado

Os Rolling Stones adiaram um show nesta segunda-feira em Amsterdã depois que o vocalista Mick Jagger testou positivo para a Covid-19, conforme informou a banda em comunicado.

"Os Rolling Stones lamentam profundamente o adiamento desta noite, mas a segurança do público, dos músicos e da equipe de turnê tem que ter prioridade", disseram eles.

Rolling Stones tocarão no Brasil se receberem cachê 100% adiantado.

Jagger, de 78 anos, apresentou sintomas depois de chegar à Johan Cruijff ArenA de Amsterdã, disse a banda.

Representantes da Mojo Concerts, que havia organizado a apresentação da banda na Holanda, subiram ao palco para informar o público no ArenA, um estádio de futebol, uma hora e meia antes do início do show.

"Ele não pode cantar, ele não pode tocar", disse um locutor desconhecido aos fãs. "Não há show esta noite... é o que é."

Amsterdã seria a quarta parada da turnê europeia "Stones Sixty", após uma aparição em Liverpool na quinta-feira.

Via Reuters.

sexta-feira, 10 de junho de 2022

Ozzy Osbourne passará por cirurgia que “determinará o resto de sua vida”

Ozzy Osbourne deve passar por uma operação na segunda-feira (13 de junho) que “determinará o resto de sua vida”, relata sua esposa e gerente, Sharon Osbourne.

Sharon revelou a notícia em seu programa britânico The Talk (não afiliado ao programa americano de mesmo nome do qual ela foi demitida no ano passado), dizendo a seus colegas do painel: “[Ozzy] tem uma operação muito importante na segunda-feira e eu estarei lá. Isso realmente vai determinar o resto de sua vida.” Ela acrescentou que voltaria para Los Angeles para ficar ao lado de Ozzy.

Embora Sharon não tenha entrado em detalhes, o próprio Ozzy mencionou no final do ano passado que precisava de mais uma operação no pescoço depois que o cirurgião anterior “fodeu tudo”. O ícone do metal se machucou em uma queda em casa em 2019, desalojando hastes de metal que foram inseridas em seu corpo após um acidente de quadriciclo em 2003.

Em uma entrevista mais recente ao Classic Rock, Ozzy reiterou que precisava de uma cirurgia adicional no pescoço, dizendo: “Não consigo andar direito hoje em dia. Faço fisioterapia todas as manhãs. Estou um pouco melhor, mas nem de longe tanto quanto gostaria para voltar à estrada.

Ozzy enfrentou uma infinidade de problemas de saúde nos últimos anos. Além da queda, ele divulgou no início de 2020 que estava lutando contra a doença de Parkinson e, recentemente, Sharon revelou que Ozzy contraiu COVID-19, acrescentando que estava “muito preocupada” devido às suas condições pré-existentes. Mais tarde, ela relatou que Ozzy “estava muito melhor e se recuperando”.

Entre seus problemas de saúde e a pandemia, Ozzy não conseguiu retomar sua turnê de despedida “No More Tours 2”, que começou em 2018. início de 2023.

Enquanto isso, Ozzy se manteve ocupado no estúdio, lançando o álbum solo "Ordinary Man" em 2020 e se unindo novamente ao produtor do LP, Andrew Watt, para um acompanhamento ainda sem título que ele completou recentemente. O próximo álbum conta com participações especiais de Eric Clapton, Tony Iommi, Zakk Wylde, Chad Smith, Josh Homme, Mike McCready, Robert Trujillo, o falecido Taylor Hawkins e muito mais.

Via YAHOO.