head> Confraria Floydstock: metallica
Mostrando postagens com marcador metallica. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador metallica. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 28 de novembro de 2022

Metallica anuncia novo álbum “72 Seasons”, lança clipe do 1º single e diivulga turnê com 2 shows por cidade

Lux Æterna” integra o trabalho que chegará no dia 14 de abri próximo e será divulgado com inovadora turnê.

A banda Metallica anunciou a chegada de seu próximo álbum, que sucederá “Hardwired… To Self-Destruct” (2016).

Trata-se de “72 Seasons”, material que trará 12 canções distribuídos em 77 minutos de duração.

Em nota, o frontman James Hetfield declarou:

72 estações. Os primeiros 18 anos de nossas vidas que formam nosso verdadeiro ou falso eu. O conceito de que nossos pais nos disseram ‘quem somos’. Uma possível classificação ao redor que tipo de personalidade somos. Acho que a parte mais interessante disso é o estudo contínuo dessas crenças centrais e como isso afeta nossa percepção do mundo hoje. Grande parte de nossa experiência adulta é uma reencenação ou reação a essas experiências de infância. Prisioneiros de infância ou nos libertando das amarras que carregamos.

Assista ao clipe de “Lux Æterna”:


Tracklist:

72 Seasons
Shadows Follow
Screaming Suicide
Sleepwalk My Life Away
You Must Burn!
Lux Æterna
Crown Of Barbed Wire
Chasing Light
If Darkness Had A Son
Too Far Gone?
Room Of Mirrors
Inamorata.


Outra novidade diretamente ligada ao lançamento de “72 Seasons" é a inusitada turnê de divulgação do trabalho, “M72”, que se diferencia por trazer dois concertos por cada cidade que a banda passar, com intervalos de 72 horas, diferentes setlists e distintas bandas de abertura em cada um.

Segundo a organização informou, tais shows terão ingressos com descontos para fãs com até 16 anos de idade e os lucros serão parcialmente destinados à ONG All Within My Hands, mantida por músicos que dão suporte nas áreas de desastres naturais e a carência alimentar decorrentes destes.

A turnê abrangerá cidades da América do Norte e Europa, sem ainda nenhum vislumbre de show em terras sul-americanas, inclusive o Brasil.

Confira:

Europa – primeira etapa

Quinta-feira, 27 de abril de 2023 – Amsterdam NL – Johan Cruijff Arena
Sábado, 29 de abril de 2023 – Amsterdam NL – Johan Cruijff Arena
Quarta-feira, 17 de maio de 2023 – Paris FR – Stade de France*
Sexta-feira, 19 de maio de 2023 – Paris FR – Stade de France
Sexta-feira, 26 de maio de 2023 – Hamburgo DE – Volksparkstadion
Domingo, 28 de maio de 2023 – Hamburgo DE – Volksparkstadion
Sexta-feira, 16 de junho de 2023 – Gotemburgo SE – Estádio Ullevi**
Domingo, 18 de junho de 2023 – Gotemburgo SE – Estádio Ullevi

América do Norte – primeira etapa

Sexta-feira, 4 de agosto de 2023 – East Rutherford, NJ – MetLife Stadium
Domingo, 6 de agosto de 2023 – East Rutherford, NJ – MetLife Stadium
Sexta-feira, 11 de agosto de 2023 – Montreal, QC – Stade Olympique
Domingo, 13 de agosto de 2023 – Montreal, QC – Stade Olympique
Sexta-feira, 18 de agosto de 2023 – Arlington, TX – AT&T Stadium
Domingo, 20 de agosto de 2023 – Arlington, TX – AT&T Stadium
Sexta-feira, 25 de agosto de 2023 – Inglewood, CA – SoFi Stadium
Domingo, 27 de agosto de 2023 – Inglewood, CA – SoFi Stadium
Sexta-feira, 1º de setembro de 2023 – Glendale, AZ – State Farm Stadium
Domingo, 3 de setembro de 2023 – Glendale, AZ – State Farm Stadium

América do Norte – segunda etapa

Sexta-feira, 3 de novembro de 2023 – St. Louis, MO – The Dome at America’s Center
Domingo, 5 de novembro de 2023 – St. Louis, MO – The Dome at America’s Center
Sexta-feira, 10 de novembro de 2023 – Detroit, MI – Ford Field
Domingo, 12 de novembro de 2023 – Detroit, MI – Ford Field

Europa – segunda etapa

Sexta-feira, 24 de maio de 2024 – Munique DE – Olympiastadion
Domingo, 26 de maio de 2024 – Munique DE – Olympiastadion
Sexta-feira, 7 de junho de 2024 – Helsinki FI – Estádio Olímpico
Domingo, 9 de junho de 2024 – Helsinki FI – Estádio Olímpico
Sexta-feira, 14 de junho de 2024 – Copenhague DK – Estádio Parken
Domingo, 16 de junho de 2024 – Copenhague DK – Estádio Parken
Sexta-feira, 5 de julho de 2024 – Varsóvia PL – PGE Narodowy
Domingo, 7 de julho de 2024 – Varsóvia PL – PGE Narodowy
Sexta-feira, 12 de julho de 2024 – Madrid ES – Estadio Cívitas Metropolitano
Domingo, 14 de julho de 2024 – Madrid ES – Estadio Cívitas Metropolitano

América do Norte – terceira etapa

Sexta-feira, 2 de agosto de 2024 – Foxborough, MA – Gillette Stadium
Domingo, 4 de agosto de 2024 – Foxborough, MA – Gillette Stadium
Sexta-feira, 9 de agosto de 2024 – Chicago, IL – Soldier Field
Domingo, 11 de agosto de 2024 – Chicago, IL – Soldier Field
Sexta-feira, 16 de agosto de 2024 – Minneapolis, MN – US Bank Stadium
Domingo, 18 de agosto de 2024 – Minneapolis, MN – US Bank Stadium
Sexta-feira, 23 de agosto de 2024 – Edmonton, AB – Commonwealth Stadium
Domingo, 25 de agosto de 2024 – Edmonton, AB – Commonwealth Stadium
Sexta-feira, 30 de agosto de 2024 – Seattle, WA – Lumen Field
Domingo, 1º de setembro de 2024 – Seattle, WA – Lumen Field
Sexta-feira, 20 de setembro de 2024 – Cidade do México MX – Foro Sol ***
Domingo, 22 de setembro de 2024 – Cidade do México MX – Foro Sol
Sexta-feira, 27 de setembro de 2024 – Cidade do México MX – Foro Sol ***
Domingo, 29 de setembro de 2024 – Cidade do México MX – Foro Sol.

quarta-feira, 23 de novembro de 2022

"S&M" e o Metallica sinfônico

Para alguns, parecia que o Metallica estava ficando sem ideias. Depois de "Reload", de 1997, que na verdade foi a conclusão de uma sessão que eles começaram para "Load", de 1996), a banda lançou o álbum duplo de covers, "Garage Inc." e em 23 de novembro de 1999, eles lançaram "S&M", um disco duplo ao vivo, em colaboração, entre o Metallica e a San Francisco Symphony, regida pelo saudoso maestro Michael Kamen.

Para qualquer um que tenha examinado a história do Metallica, foi realmente apenas mais um exemplo da banda expandindo seus horizontes e tentando algo porque eles simplesmente queriam. É um caminho que o Metallica tomou ao longo de sua carreira, seja sendo pioneiro em um novo estilo musical no "Kill 'Em All", de 1983, abandonando seu núcleo de thrash e escrevendo um disco de metal direto no "Metallica" de 1991, experimentando a produção de recortar e colar, low- fi engenharia e escrita angular para "St. Anger", de 2003 ou juntando forças com Lou Reed para o álbum conceitual de improvisação de 2011, "Lulu".

Às vezes, as diversões foram triunfos, ocasionalmente foram fracassos, mas cada passo que o Metallica deu foi crucial em sua evolução. Sem a liberdade de estragar tudo, a banda não teria desfrutado de seu sucesso.

"S&M", que significa Symphony and Metallica, não foi uma conquista inovadora, mas foi um experimento legal que rendeu um álbum agradável. O álbum apresenta pelo menos uma seleção de todos os discos de estúdio, exceto "Kill ‘Em All", bem como as duas novas músicas, “No Leaf Clover” e “Human”, e Kamen, que escreveu uma trilha orquestral complementar para mais de 100 músicos clássicos.


Kamen descobriu o Metallica em 1991, quando trabalhou com o produtor Bob Rock em partes para um remix acústico de "Nothing Else Matters", que era o lado B do single "Sad But True". Intrigado com as possibilidades de uma verdadeira colaboração, Kamen perguntou ao Metallica se eles estariam interessados ​​em tocar um conjunto de suas músicas junto com sua orquestra.

A banda concordou e forneceu a Kamen uma lista das músicas que eles queriam tocar. Kamen criou uma trilha sonora cinematográfica para as músicas que aumentavam e aprimoravam a música com passagens giratórias de violino e flautas entre riffs e trompas marciais e partes de cordas para acompanhar alguns dos ritmos mais pesados ​​e conhecidos do Metallica. A banda e a orquestra estrearam as composições em dois shows no The Berkeley Community Theatre, em 21 e 22 de abril de 1999. Ambos os shows foram gravados e Rock editou as melhores tomadas do álbum "S&M". “S&M foi ideia de Michael, criação de Michael. Ele disse que sempre sentiu que nossa música se prestava à colaboração com uma orquestra”, disse o Metallica.

O Metallica também lançou uma versão em vídeo e DVD dos shows, filmada pelo diretor Wayne Isham. O filme vendeu mais de 600.000 cópias nos EUA e foi certificado sêxtuplo de platina. Embora o Metallica tenha gostado muito de trabalhar com Kamen e da atenção que isso trouxe, "S&M" foi um projeto único, e não uma espécie de epifania sonora.

Desde o momento em que ele nos abordou com a ideia naquele primeiro café da manhã em 1997, até o dia em que as mixagens finais estavam completas no disco e no DVD, passando pelas apresentações em Berlim, Nova York e Las Vegas, nós apreciamos duas anos extremamente divertidos, desafiadores e criativos juntos”, disse o Metallica em um comunicado depois que Kamen morreu de esclerose múltipla em 2003. O Metallica não trabalha com uma orquestra desde S&M, embora o baterista Lars Ulrich não descarte isso.

A coisa sobre o Metallica é que você nunca sabe o que vamos fazer”, ele me disse em 2012. “Podemos trabalhar com uma orquestra novamente, podemos receber uma ligação de alguém com quem nunca trabalhamos antes e que gostamos e quem quer trabalhar conosco, e de repente faremos um álbum juntos.

E em outubro de 2019 a banda voltou a se apresentar com orquestra, também em São Francisco, justamente para celebrar o 20º aniversário do concerto de 1999. Foram duas apresentações que deram origem ao lançamento em CD/DVD "S&M2".

Via LOUDERWIRE.

terça-feira, 27 de setembro de 2022

Confira o último show de Cliff Burton com o Metallica

O segundo baixista do Metallica, Cliff Burton, morreu na Suécia em 27 de setembro de 1986. Burton tocou nos três primeiros álbuns da banda, incluindo o que é considerado um de seus melhores trabalhos, "Ride the Lightning", de 1984. Burton infelizmente morreu em um acidente de ônibus enquanto a banda estava em turnê na Suécia, e os membros restantes do Metallica se lembraram do último show que Burton fez em Estocolmo.

Acabamos de tocar em todos os Odeons na Inglaterra, que são esses antigos cinemas de 3.000 lugares”, lembra Lars Ulrich. “Chegamos à Escandinávia, onde eles eram mais como buracos de hóquei no gelo, menores, mais frios, mais escuros. Era uma vibe diferente. Fizemos o show em Estocolmo, e foi incrivelmente bem. Pode ter sido um caso raro em que tocamos uma música adicional que não estava no setlist porque o show era muito bom. Isso não é algo que fizemos muito naquela época ou agora. Então, houve uma boa vibração.

Fizemos muita imprensa e fizemos uma sessão de fotos para uma revista sueca chamada OK, que era quase como uma revista adolescente”, acrescentou Ulrich. “Nós estávamos sentados no ônibus depois, falando sobre como foi legal, e Cliff e eu estávamos saindo, tomando uma cerveja. Está um pouco confuso agora, mas foi um bom dia.

A turnê europeia já havia sofrido algumas dificuldades. James Hetfield quebrou o pulso enquanto andava de skate, o que significava que ele não podia tocar guitarra. No entanto, no show de Estocolmo, que seria o último de Burton, Hetfield conseguiu tocar guitarra durante a música final do set, 'Blitzkreig'.

Lembro-me de nós cinco, muito felizes por James estar de volta e tocar, parecendo ter uma recuperação bastante saudável”, disse Kirk Hammett sobre o retorno de Hetfield. “Lembro-me claramente que o show foi bom, e a sensação quando saímos do palco foi realmente ótima, positiva e voltada para o futuro. Tipo, 'Ótimo, James está de volta, e não vai demorar muito até voltarmos ao que era antes.'

Lembro que quando estávamos prestes a sair no ônibus, os fãs começaram a correr em nossa direção”, acrescentou Hammett. “E Cliff disse: ‘Olhe para eles. Eles parecem zumbis!” Ele era meio zumbi. Estávamos todos apenas rindo. Então começamos a jogar cartas. E tivemos uma longa, longa viagem. E todo mundo sabe o resto.

Após o show em Estocolmo, o Metallica embarcou no ônibus da turnê para levá-los ao próximo local. Os membros da banda reclamaram que os arranjos de dormir no ônibus eram um pouco desconfortáveis, então Hammett e Burton jogaram um jogo de cartas para ver quem poderia dormir em qualquer beliche que desejassem. Burton venceu o jogo e dormiu em um dos beliches que Hammett havia ocupado anteriormente.

Por volta das 7 da manhã, o ônibus derrapou para fora da estrada e Burton foi jogado para fora da janela do ônibus na estrada, onde o ônibus caiu sobre ele, e ele morreu tragicamente com o impacto. O motorista alegou que havia gelo preto na estrada, mas Hetfield também o acusou de estar bêbado. No entanto, esta alegação não foi apoiada, e nenhuma acusação foi feita contra o motorista.

Hammett insistiu que a melhor coisa a fazer como banda era que eles continuassem em memória de Burton. “Não sabíamos o que estava para cima, para baixo ou para os lados, e decidimos que a coisa mais inteligente que poderíamos fazer era continuar”, disse Hammett. “Colocamos Cliff para descansar uma ou duas semanas após o acidente, e não houve cinco minutos de descanso depois disso, porque se diminuíssemos a velocidade, tínhamos medo de desaparecer no nada.

Ulrich disse que estava sentimental e reflexivo após a trágica morte de seu amigo. “Você faz uma pausa, reflete, pensa, aprecia, é humilhado”, disse ele. “Eu me movo tão rápido através de um monte de coisas que eu nunca desacelero o suficiente para refletir. E ocasionalmente, quando você senta com algumas das coisas às 2 da manhã, você pensa 'Uau.' Quando você senta lá e ouve as duas últimas músicas ou olha as fotos do último show com ele, ele pára você em suas trilhas enquanto você lida com isso. Então, com coisas assim, você para por um segundo e pensa em todas as loucuras e altos e baixos e o quanto sentimos falta de Cliff, mas também como somos afortunados por ainda estar aqui fazendo isso e que as pessoas ainda se importam.

Via FAR OUT.

Confira abaixo o áudio completo do predestinado show de Estocolmo.

quarta-feira, 3 de agosto de 2022

Metallica: o conselho de Tom Jones que James Hetfield seguiu para cuidar de sua voz

Tom Jones e o vocalista do Metallica, James Hetfield, aparentemente não compartilham muito em comum, além de seu ofício compartilhado. Embora o galês esteja na casa dos 80 anos, sua voz ainda soa formidável e ele compartilhou com Hetfield o segredo de sua longevidade.

O segredo comercial deveria permanecer confidencial entre os dois. No entanto, o líder do Metallica não conseguiu guardar para si e passou para a geração mais jovem como Jones fez com ele. Se Hetfield quiser continuar se apresentando até ter a mesma idade do cantor galês, ele precisa seguir o plano que recebeu. Funcionou tão bem que ele quer compartilhar com quem o ouve.

Uma pessoa que se beneficiou do conhecimento que Jones passou para o frontman do Metallica é Frank Carter. Durante o verão, sua banda Frank Carter & The Rattlesnakes tocou em vários festivais que as lendas do metal lideraram. Como resultado, eles conseguiram iniciar um relacionamento com Hetfield, colocando Carter sob sua asa.

Continuamos esbarrando nele, e ele é um bom rapaz”, disse Carter à NME. “Ele é o rei do rock’n’roll, ele é correto. Eu assisti o Metallica outro dia. Eu estava do lado do palco assistindo ele de seu pequeno mundo de guitarra, bem, mundo enorme de guitarra, e foi tão foda. Eu tenho tentado minimizar isso, mas foi um dos melhores momentos de toda a minha vida. Eu amo o Metallica. Eu estou lá, vendo ele tocar, ele vem trocar sua guitarra e ele me dá um high five e diz, 'Espere, eu tenho algo para você!'

Carter não sabia o que esperar de Hetfield e não suspeitava que seria um presente tão saudável. O ex-vocalista do Gallows continuou: “Ele vai e pega esse punhado de coisas e depois coloca na minha mão algumas palhetas e essas pequenas pílulas de Vocalzone. Eles são esses pequenos doces para a garganta, e ele diz: 'Isso vai salvar sua vida e salvar sua garganta.'

Depois de passar a pepita de sabedoria, Hetfield revelou que foi Jones quem o colocou no Vocalzone, e Carter ficou honrado por ter recebido conselhos do lendário cantor, mesmo que fossem de segunda mão.

Carter concluiu: "Ele disse: 'Você sabe quem me colocou nisso?' Eu estou sentado lá pensando: 'Cara, alguma lenda do rock' n' roll'. Então ele diz: 'Tom fuckin' Jones', ele coloca sua guitarra de volta e volta para o palco. Eu só fico lá tipo, 'Uau, isso é doentio'".

Via FAR OUT.

Se você quiser saber se as pílulas Vocalzone funcionam, assista ao vídeo abaixo de Jones tocando 'One More Cup Of Coffee' de Bob Dylan no O2 Shepherd's Bush Empire de Londres.

quinta-feira, 7 de julho de 2022

Metallica declara que "todos são bem-vindos na família Metallica" após aumento de popularidade com Stranger Things

A banda aproveitou uma oportunidade única para abrir os braços para todos e silenciar os haters.

Desde que Master of Puppets” do Metallica foi apresentado no final da quarta temporada de Stranger Things, tem havido uma onda de novo interesse na banda e em sua épica faixa de 36 anos. Claro, o Metallica existe há décadas e a banda tem sido praticamente um nome familiar durante a maior parte desse tempo. Ainda assim, isso não impediu que novos fãs, através da aparição de Stranger Things, gravitassem para os ícones do metal.

Metallica tem seu 'momento Kate Bush' enquanto a internet enlouquece por "Master Of Puppets" em "Stranger Things".

A faixa-título de 1986 de Master of Puppets entrou na lista das 50 melhores faixas do Spotify para os Estados Unidos esta semana, já que quase todos os meios de comunicação cobriram a inclusão da faixa no final do programa popular. Claro, sempre há opositores e desfiladeiros, que se envolvem no bom e velho passatempo de vigiar na tentativa de manter os novatos para baixo e proteger o que é precioso. Um exemplo clássico de gatekeeping é dizer que algo ou alguém não é "metal o suficiente", por uma razão ou outra e a maior parte do raciocínio está puramente além do controle da pessoa.

Ou seja, é difícil ter "estado lá nos anos oitenta" se você ainda não nasceu. Pessoalmente, estou começando a me perguntar se não sou metal o suficiente porque não nasci quando o primeiro álbum do Black Sabbath foi lançado, mas isso não é nem aqui nem lá. Independentemente disso, o Metallica - aparentemente tomando conhecimento do alvoroço, foi altamente ativo em suas contas de mídia social esta semana, comentando no Instagram que "Stranger Things sempre foi o próximo nível, então estávamos mais do que empolgados para eles não incluírem apenas 'Master of Puppets' ' no show, mas ter uma cena tão crucial construída em torno disso. Estávamos todos empolgados para ver o resultado final e quando o fizemos, ficamos totalmente impressionados... é tão extremamente bem feito." No entanto, no TikTok, a banda deixou um recadinho para quem estava preparando o haterade (você confere o post completo abaixo):

Parece que os garotos da Bay Area não estavam interessados em toda a puxada de patentes e enviaram uma mensagem para o mundo: parem com toda essa guarda! E para todos que recentemente pularam no trem maluco do Metallica via Stranger Things, sejam bem-vindos a bordo e segurem sua bunda! É um passeio selvagem, perverso e maravilhoso!

Via METAL INJECTION.

@metallica Heard any cool songs lately? ⚡️ #Metallica #MasterOfPuppets #StrangerThings #StrangerThings4 #EddieMunson #NotLiveInTheUpsideDown ♬ Master of Puppets (Remastered) - Metallica

segunda-feira, 4 de julho de 2022

Metallica tem seu 'momento Kate Bush' enquanto a internet enlouquece por "Master Of Puppets" em "Stranger Things"

"Master Of Puppets" do Metallica disparou nas paradas do Spotify, já que sua inclusão em "Stranger Things" leva a uma nova onda de amor pela faixa.

O Metallica ganhou seu próprio 'momento Kate Bush' graças à inclusão de "Master Of Puppets" em uma cena crucial no episódio final da última temporada de "Stranger Things".

Os fãs da imensamente popular série de terror se reuniram na Netflix no fim de semana depois que os dois últimos episódios da quarta temporada foram adicionados ao serviço de streaming na sexta-feira, com uma cena do último episódio em particular provocando uma enorme reação dos fãs de música.

Durante o episódio, enquanto os personagens principais de Stranger Things começam a montar um desafio final para os males que dominaram seus amados Hawkins, o popular personagem metalhead Eddie Munson tem seu próprio momento heroico para brilhar, abrindo caminho através de um clássico do heavy metal para causar um distração que permite que seus amigos completem sua parte do grande plano.

Como havia sido sugerido por virtuosos da guitarra de olhos de águia em toda a internet que analisaram a execução de Eddie em um trailer recente, não era outro senão o clássico "Master Of Puppets" do Metallica que o personagem toca, com a versão completa da faixa sendo usada logo depois para adicionar um pouco de ar malvado de heavy metal ao clímax do episódio. Sem surpresa, a internet está adorando isso, com todos, desde metalheads obstinados a recém-chegados do Metallica, jorrando sobre o segmento MOP.

"Quão poderosa foi essa cena, onde Eddie soou e dedicou o "Master Of Puppets" do Metallica para Chrissy?" disse um usuário no Twitter.

Eddie interpretando Master of Puppets se tornará uma das cenas mais icônicas da televisão deste ano, facilmente”, proclamou outro.

Acredito firmemente que #StrangerThings teve as três melhores cenas do ano em uma temporada”, argumentou um espectador. "Running Up That Hill", "Separate Ways" e "Master of Puppets". Todos os três momentos de cair o queixo."

Outro usuário foi ainda mais longe, afirmando: "Reclame de coisas estranhas o quanto quiser, mas não me negará o fato de que Eddie tocando "Master of Puppets" do Metallica ... É a melhor cena de todos os tempos".

De fato, a inclusão de "Master Of Puppets" em Stranger Things tem sido tão popular que a faixa disparou em várias paradas do Spotify, depois de registrar milhões de novos streams, chegando ao top 50 semanal da plataforma nos EUA e no Reino Unido.

Embora "Master Of Puppets" provavelmente não atinja o mesmo nível de infâmia viral, tudo isso ecoa o sucesso descontrolado de "Running Up That Hill", de Kate Bush, que encontrou uma nova vida após sua inclusão em um episódio anterior desta temporada de Stranger Things, eventualmente. conseguindo um single número um no Reino Unido para Bush e se tornando uma das faixas mais comentadas de 2022, quase quarenta anos após seu lançamento.

'Stranger Things' catapulta o single de Kate Bush 'Running Up That Hill', de 1985, para o primeiro lugar nas paradas.

Via Metal Hammer.

Assista à cena icônica de "Master Of Puppets" abaixo. A última temporada de Stranger Things já está disponível na Netflix.

quarta-feira, 11 de maio de 2022

Metallica: fã que deu à luz em show de Curitiba recebe ligação de James Hetfield e se emociona

Joice Figueiró e principalmente o recém-nascido, Luan Figueiró, viraram notícia no domingo último, após a divulgação do nascimento de Luan em meio à execução da canção "Enter Sandman", no fim do show do Metallica no estádio do Couto Pereira em Curitiba no dia anterior.

A notícia alvissareira ganhou a imprensa nacional e até internacional e obviamente não demoraria a sensibilizar os membros do próprio Metallica.

Tanto que o frontman James Hetfield telefonou para o casal Joice e Jaime Figueiró, pais de Luan, pouco antes do show da banda no Morumbi em São Paulo, ontem à noite. A conversa durou 7 minutos e foi postada por Joice em seu stories no Instagram.

Olá, aqui é o James do Metallica”, iniciou a conversa, o vocalista.

Oh, meu Deus, estou chorando”, disse Joice, emocionada e lacrimosa.

Assista no player abaixo:

domingo, 8 de maio de 2022

Metallica: mãe dá à luz durante o show em Curitiba

O Metallica fez seu segundo show da sua atual passagem pelo Brasil, ontem no Estádio do Couto Pereira, em Curitiba -PR.

Na saída, um expectador a mais saiu em relação aos fãs que entraram.

Trata-se de Luan Figueiró, que nasceu ali no local, quando sua mãe, a tatuadora Joice lhe dera à luz, como ela própria postou e contou:

"Quando que eu iria imaginar que estaria no show do Metallica de 39 semanas de gestação e esse menino decide nascer ali mesmo, três músicas antes do show acabar no Couto Pereira, ao som de 'Enter Sandman'?

Nas duas bandas de abertura, Ego Kill Talent e Greta Van Fleet, eu estava de boa", prossegue Joice, "mas quando começou o Metallica as contrações começaram, tudo muito rápido. Quando faltavam umas três músicas, o Jaime (marido) chamou os bombeiros. No meio do caminho pro ambulatório, a bolsa estourou. Quando a médica disse que iam me levar de ambulância, já não dava mais tempo. Ele nasceu ali mesmo, no Couto Pereira.", explicou a nova mamãe.

Todas as bençãos ao pequeno Luan e Feliz Dia das Mães para a felizarda Joice.

sexta-feira, 22 de abril de 2022

Metallica: Kirk Hammett lança clipe de "High Plains Drifter", single do seu novo EP solo

"High Plains Drifter" integra "Portals", 1º EP solo do guitarrista do Metallica, Kirk Hammett, que chegará amanhã, via Blackened Recordings.

Sobre a canção e o EP, o músico revelou:

"A música de 'High Plains Drifter' veio inicialmente de uma peça de flamenco que eu havia composto. Foi uma peça de dois minutos e meio que realmente gostei, mas foi um daqueles riffs que seriam difíceis de usar no Metallica. Eu sabia que gostaria de fazer algo com ela, apesar dela ter saído espontaneamente. Eu estava sentado brincando com um violão flamenco que havia acabado de comprar, e fluiu no momento. Eu estava determinado que teria uma vida. Teria seu momento.

Inicialmente, antes mesmo de ter a ideia de um EP solo, fui inspirado pela necessidade de criar algum tipo de trilha sonora para acompanhar a 'The Kirk Hammett Collection' para a primeira exposição 'It's Alive' no museu Peabody Essex em Salem, Massachusetts, 2017. Eu queria criar uma música para tocar em loop ao fundo enquanto as pessoas caminhavam pela exposição. Sentei-me uma noite com uma progressão e, antes que percebesse, todas as partes estavam lá para 'Maiden and the Monster'.

O conceito inicial de 'Portals' começou com essa música. Após isso percebi que poderia criar diferentes momentos de trilhas sonoras. Essas músicas são o que chamo 'Audio Cinematic'; estou criando sons e peças de música para filmes que passam na minha cabeça. Espero que elas criem filmes na cabeça de outras pessoas de maneira semelhante."

Assista ao clipe de "High Plains Drifter" no player abaixo:

segunda-feira, 11 de abril de 2022

Metallica: Museu Sueco é inaugurado em homenagem ao baixista Cliff Burton

Um museu dedicado ao baixista do Metallica, Cliff Burton, deve ser inaugurado em Ljungby, na Suécia, perto do local onde o músico morreu em 1986. Ele faleceu em 27 de setembro de 1986, quando o ônibus da banda caiu. A banda estava em turnê pela Europa como parte de sua turnê Damage, Inc., quando o baixista foi morto em 27 de setembro de 1986. Jason Newsted "ocupou" seu lugar em "… And Justice for All", embora os fãs tenham sentido que o som de seu baixo foi "ocultado", como uma marca de respeito a Burton.

O município de Ljungby anunciou que o Museu Cliff Burton será inaugurado em 14 de maio. Ele estará localizado em um prédio parcialmente financiado pelo seu governo. O museu estará repleto de recordações da gestão da banda, e também contará com entrevistas e fotografias de Lennart Wennberg do jornal Expressen, o primeiro jornal a escrever sobre o terrível acidente veicular.

Em 2016, o baterista Lars Ulrich lembrou: “Ele é continuamente parte do nosso legado. Há dias em que ainda penso nele. Hoje é um dia, eu odeio a palavra 'aniversário', mas hoje é um Cliff Day mais relevante por causa da data.

O percussionista elaborou: “Eu acho que, quando você está aqui há 35 anos como nós, e você realmente senta e revisa tudo e planta bandeiras no calendário, sempre há muitos aniversários, mas obviamente, 27 de setembro parece uma data muito significativa.

Ulrich formou o Metallica no início dos anos 80 com os guitarristas Dave Mustaine e James Hetfield. Burton entrou como baixista, e Mustaine foi substituído por Kirk Hammett, consolidando a formação principal do Metallica. Desde a morte de Burton, o Metallica manteve dois outros baixistas em suas fileiras, sendo o primeiro Jason Newsted e o outro Robert Trujillo.

A banda foi indicada a 23 prêmios Grammy, ficando com nove deles. Eles foram introduzidos no Rock and Roll Hall of Fame em 2009, optando por nomear os três baixistas que tocaram nos álbuns da banda, mas decidiram não incluir Mustaine, porque ele deixou a banda antes do Metallica entrar em um estúdio de gravação. Mustaine se recusou a comparecer à cerimônia, mas parabenizou seus ex-colegas de banda.

Via FAR OUT.

quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Royal Blood divulga clipe de "Sad But True", cover do Metallica; assista

"Sad But True" integra a "The Metallica Blacklist", que celebra os 30 anos do "Black Album" e chegará no dia 10 de setembro próximo.

"The Metallica Blacklist" é uma homenagem adequada e ilimitada, que apresenta bandas que dividiram o palco com o Metallica ao lado de artistas que são mais jovens do que o álbum original. É uma assembléia verdadeiramente impressionante, às vezes mistificadora de músicos, dezenas dos quais têm pouco ou nada em comum além da paixão compartilhada pela música que os uniu neste álbum: 1 Álbum. 12 músicas. 53 Artistas. Possibilidades ilimitadas.

"The Metallica Blacklist" estará disponível em formatos que incluem digital, quatro CDs e uma edição limitada de sete LPs de vinil.

Todos os lucros do "The Metallica Blacklist" serão divididos igualmente entre a fundação All Within My Hands e mais de 50 instituições de caridade escolhidas pelos artistas que tocam no álbum. All Within My Hands foi fundado pela banda em 2017 como uma forma de toda a família Metallica retribuir às comunidades que apoiaram a banda, apoiando a educação da força de trabalho, a luta contra a fome e outros serviços locais essenciais.

Assista ao clipe de "Sad But True" com o duo Royal Blood no player abaixo:


Tracklist:

* ALESSIA CARA & THE WARNING - Enter Sandman
* MAC DEMARCO - Enter Sandman
* GHOST - Enter Sandman
* JUANES - Enter Sandman
* RINA SAWAYAMA - Enter Sandman
* WEEZER - Enter Sandman
* SAM FENDER - Sad But True (Live)
* JASON ISBELL - Sad But True
* MEXICAN INSTITUTE OF SOUND FEAT. LA PERLA & GERA MX - Sad But True
* ROYAL BLOOD - Sad But True
* ST. VINCENT - Sad But True
* WHITE REAPER - Sad But True
* YB - Sad But True
* BIFFY CLYRO - Holier Than Thou
* THE CHATS - Holier Than Thou
* OFF! - Holier Than Thou
* PUP - Holier Than Thou
* COREY TAYLOR - Holier Than Thou
* CAGE THE ELEPHANT - The Unforgiven
* VISHAL DADLANI, DIVINE, SHOR POLICE - The Unforgiven
* DIET CIG - The Unforgiven
* FLATBUSH ZOMBIES FEAT. DJ SCRATCH - The Unforgiven
* HA*ASH - The Unforgiven
* JOSÉ MADERO - The Unforgiven
* MOSES SUMNEY - The Unforgiven
* J BALVIN - Wherever I May Roam
* CHASE & STATUS FEAT. BACKROAD GEE - Wherever I May Roam
* THE NEPTUNES - Wherever I May Roam
* JON PARDI - Wherever I May Roam
* SEBASTIAN - Don't Tread On Else Matters
* PORTUGAL. THE MAN FEAT. AARON BEAM - Don't Tread On Me
* VOLBEAT - Don't Tread On Me
* THE HU - Through The Never
* TOMI OWÓ - Through The Never
* PHOEBE BRIDGERS - Nothing Else Matters
* MILEY CYRUS FEAT. WATT, ELTON JOHN, YO-YO MA, ROBERT TRUJILLO, CHAD SMITH - Nothing Else Matters
* DAVE GAHAN - Nothing Else Matters
* MICKEY GUYTON - Nothing Else Matters
* DERMOT KENNEDY - Nothing Else Matters
* MON LAFERTE - Nothing Else Matters
* IGOR LEVIT - Nothing Else Matters
* MY MORNING JACKET - Nothing Else Matters
* PG ROXETTE - Nothing Else Matters
* DARIUS RUCKER - Nothing Else Matters
* CHRIS STAPLETON - Nothing Else Matters
* TRESOR - Nothing Else Matters
* GOODNIGHT, TEXAS - Of Wolf And Man
* IDLES - The God That Failed
* IMELDA MAY - the god that failed
* CHERRY GLAZERR - My Friend Of Misery
* IZÏA - My Friend Of Misery
* KAMASI WASHINGTON - My Friend Of Misery
* RODRIGO Y GABRIELA - The Struggle Within

quinta-feira, 10 de junho de 2021

Dia dos Namorados com releituras de clássicos

A linguagem do amor pode ser traduzida de muitas maneiras, mas só uma é universal: Música. Esteja você adicionando algumas músicas românticas à sua playlist para um encontro especial, ou precise de algo emocional para sua próxima viagem, ou até mesmo em busca de uma música para superar o término e te ajudar a cuidar de sua dor; Em qualquer uma destas situações se deseja transmitir a sensação de conforto que as músicas trazem, ao lembrar da sua primeira paixão, ou te inspirar para declarar seu amor por alguém. Há um milhão de canções românticas por aí, mas as mesmas continuam aparecendo repetidamente nas playlists.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

Uma forma de fugir da mesmice é se jogar na releitura dos clássicos românticos que diferentes cantores profissionais fazem. Cada uma dessas canções, assim como cada romance, é linda à sua maneira. Portanto, quer o amor soe para você como um solo de guitarra escaldante, um piano de cauda poderoso ou uma linha de baixo vibrante, uma dessas músicas certamente despertará o amor em você.

Assista na playlist: https://youtube.com/playlist?list=PLtei1X5jtW4wBlqtb-qk9R_kq83SGKusc

"Listen to your Heart", do Roxette, em versão do Leo Moracchioli e Violet Orlandi

"Bring me to life", do Evanescence, em versão do Halocene:

"Send me an Angel", do Scorpions, em versão de Aline Happ

"Ever Dream", do Nightwish, em versão de Dan Vasc

"Alone", do Heart, em versão da Floor Jansen

"Nothing Else Matters", do Metallica, em versão da Julia Westlin

 

"Always With Me, Always With You", do Steve Vai, em versão de Camille & Kennerly