head> Confraria Floydstock: grammy
Mostrando postagens com marcador grammy. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador grammy. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 15 de novembro de 2022

Ozzy Osbourne é indicado a 4 categorias do Grammy Awards 2023

Ozzy e Kelly Osbourne na premiação do Grammy em 2020.

A noite de gala da música acontecerá no dia 5 de fevereiro próximo em Los Angeles.

O eterno frontman do Black Sabbath recebeu 4 indicações da Academia do Grammy Awards para a premiação de 2023, consistindo em todas as pertinentes ao rock e metal.

O madman concorre nas categorias Melhor álbum de rock (“Patient Number 9”), Melhor performance de rock (faixa-título), Melhor música de rock (faixa-título) e Melhor performance de metal (“Degradation Rules”).

Confira logo abaixo maiss indicados ao Grammy Awards 2023.

Categorias principais

Álbum do ano

ABBA – Voyage

Adele – 30

Bad Bunny – Un Verano Sin Ti

Beyoncé – Renaissance

Mary J. Blige – Good Morning Gorgeous (Deluxe)

Brandi Carlile – In These Silent Days

Coldplay – Music of the Spheres

Kendrick Lamar – Mr. Morale and the Big Steppers

Lizzo – Special

Harry Styles – Harry’s House


Artista revelação

Anitta

Omar Apollo

Domi & Jd Beck

Muni Long

Samara Joy

Latto

Måneskin

Tobe Nwigwie

Molly Tuttle


Música do ano

Adele – Easy on Me

Beyoncé – Break My Soul

Bonnie Raitt – Just Like That

DJ Khaled Featuring Rick Ross, Lil Wayne, Jay-Z, John Legend & Fridayy – God Did

Gayle – ABCDEFU

Harry Styles – As It Was

Kendrick Lamar – The Heart Part 5

Lizzo – About Damn Time

Steve Lacy – Bad Habit

Taylor Swift – All Too Well (10 Minute Version) (The Short Film)


Gravação do ano

ABBA – Don’t Shut Me Down

Adele – Easy on Me

Beyoncé – Break My Soul

Brandi Carlile Featuring Lucius – You and Me on the Rock

Doja Cat – Woman

Harry Styles – As It Was

Kendrick Lamar – The Heart Part 5

Lizzo – About Damn Time

Mary J. Blige – Good Morning Gorgeous

Steve Lacy – Bad Habit


Categorias rock

Melhor performance de rock

Beck – Old Man

The Black Keys – Wild Child

Brandi Carlile – Broken Horses

Bryan Adams – So Happy It Hurts

Idles – Crawl!

Ozzy Osbourne Featuring Jeff Beck – Patient Number 9

Turnstile – Holiday


Melhor performance de metal

Ghost – Call Me Little Sunshine

Megadeth – We’ll Be Back

Muse – Kill or Be Killed

Ozzy Osbourne featuring Tony Iommi – Degradation Rules

Turnstile – Blackout


Melhor música de rock

Red Hot Chili Peppers – Black Summer

Turnstile – Blackout

Brandi Carlile – Broken Horses

The War on Drugs – Harmonia’s Dream

Ozzy Osbourne featuring Jeff Beck – Patient Number 9


Melhor álbum de rock

The Black Keys – Dropout Boogie

Elvis Costello and the Imposters – The Boy Named If

Idles – Crawler

Machine Gun Kelly – Mainstream Sellout

Ozzy Osbourne – Patient Number 9

Spoon – Lucifer on the Sofa


Melhor performance de música alternativa

Arctic Monkeys – There’d Better Be a Mirrorball

Big Thief – Certainty

Florence and the Machine – King

Wet Leg – Chaise Lounge

Yeah Yeah Yeahs Featuring Perfume Genius – Spitting Off the Edge of the World


Melhor álbum de música alternativa

Arcade Fire – WE

Big Thief – Dragon New Warm Mountain I Believe in You

Björk – Fossora

Wet Leg – Wet Leg

Yeah Yeah Yeahs – Cool It Down


Melhor álbum de rock latino ou alternativo latino

Cimafunk – El Alimento

Fito Paez – Los Años Salvajes

Gaby Moreno – Alegoría

Jorge Drexler – Tinta y Tiempo

Mon Laferte – 1940 Carmen

Rosalía – Motomami


Outras categorias com músicos de rock

Melhor álbum de blues tradicional

Buddy Guy – The Blues Don’t Lie

Charlie Musselwhite – Mississippi Son

Gov’t Mule – Heavy Load Blues

John Mayall – The Sun Is Shining Down

Taj Mahal & Ry Cooder – Get on Board


Melhor álbum de blues contemporâneo

Ben Harper – Bloodline Maintenance

Edgar Winter – Brother Johnny

Eric Gales – Crown

North Mississippi Allstars – Set Sail

Shemekia Copeland – Done Come Too Far


Melhor performance – american roots

Aaron Neville & The Dirty Dozen Brass Band – Stompin’ Ground

Aoife O’Donovan & Allison Russell – Prodigal Daughter

Bill Anderson Featuring Dolly Parton – Someday It’ll All Make Sense (Bluegrass Version)

Fantastic Negrito – Oh Betty

Madison Cunningham – Life According to Raechel


Melhor música – american roots

Anaïs Mitchell – Bright Star

Aoife O’Donovan & Allison Russell – Prodigal Daughter

Bonnie Raitt – Just Like That

Brandi Carlile Featuring Lucius – You and Me on the Rock

Robert Plant & Alison Krauss – High and Lonesome

Sheryl Crow – Forever

Bonnie Raitt – Just Like That…

Brandi Carlile – In These Silent Days

Dr. John – Things Happen That Way

Keb’ Mo’ – Good to Be…

Robert Plant & Alison Krauss – Raise the Roof


Melhor performance de americana

Asleep at the Wheel Featuring Lyle Lovett – There You Go Again

Blind Boys of Alabama Featuring Black Violin – The Message

Bonnie Raitt – Made Up Mind

Brandi Carlile Featuring Lucius – You and Me on the Rock

Eric Alexandrakis – Silver Moon [A Tribute to Michael Nesmith]


Melhor filme de música

Adele – Adele One Night Only

Billie Eilish – Billie Eilish Live at the O2

Justin Bieber – Our World

Neil Young & Crazy Horse – A Band a Brotherhood a Barn

Rosalía – Motomami (Rosalía TikTok Live Performance)

Various Artists – Jazz Fest: A New Orleans Story


Melhor trilha sonora compilada para mídia visual

Various Artists – Elvis

Various Artists – Encanto

Various Artists – Stranger Things: Soundtrack From the Netflix Series, Season 4

Lorne Balfe, Harold Faltermeyer, Lady Gaga & Hans Zimmer – Top Gun: Maverick

Various Artists – West Side Story


Melhor álbum histórico

Blondie – Against the Odds: 1974 – 1982

Doc Watson – Life’s Work: A Retrospective

Freestyle Fellowship – To Whom It May Concern…

Glenn Gould – The Goldberg Variations: The Complete Unreleased 1981 Studio Sessions

Wilco – Yankee Hotel Foxtrot (20th Anniversary Super Deluxe Edition)

Confira todas as demais indicações no site oficial do GRAMMY.

segunda-feira, 4 de abril de 2022

Grammy 2022: Joni Mitchell ganha o premio de "Melhor Álbum Histórico"

A cantora canadense Joni Mitchell foi uma das artistas de maior sucesso na edição deste ano do Grammy. Seu álbum "Joni Mitchell Archives, Vol. 1: The Early Years (1963-1967)" ganhou o prêmio de "Melhor Álbum Histórico", superando indicações como "Prince’s Sign o’ the Times (Super Deluxe Edition)".

Além da emoção da ocasião, Mitchell estava lá para reivindicar o prêmio, o que deixou muitos fãs surpresos, já que ela tem sido atormentada por problemas de saúde nos últimos anos. Ela fez um discurso curto, mas lotado, agradecendo aqueles ao seu redor, incluindo sua equipe de gravadora, Cameron Crowe, que fez o encarte do álbum, seu fisioterapeuta e outros.

Joni Mitchell se junta ao protesto de Neil Young contra Spotify.

Além de levar para casa o Grammy de Melhor Álbum Histórico, Mitchell também recebeu a honra de Personalidade do Ano do MusiCares durante a cerimônia deste ano. Sua aparição na cerimônia em 1º de abril foi uma das primeiras aparições públicas que ela fez desde seu aneurisma cerebral em 2015.

O problema de Joni Mitchell com a poesia.

Foi um fim de semana triunfante para Mitchell, que triunfou diante de uma adversidade real, e para quem quer entender mais a icônica compositora, "The Early Years..." é um must-have, apresentando algumas das primeiras gravações conhecidas que ela fez.

Agraciada com o Grammy, Mitchell disse:

Obrigada! Muito obrigada à Academia por esta nomeação e por esta vitória. Eu não esperava isso. Gostaria de agradecer ao meu time dos sonhos que me ajudou a fazer isso. O pessoal da Rhino, Patrick e Dorian, Lisa e Marcy, que é minha assistente em tudo isso e ela me mantém dentro do cronograma, muito obrigado. E para Sultoon aqui, que é meu fisioterapeuta e meu anjo.

Ela continuou: “E para Cameron Crowe, que escreveu o encarte deste projeto e também é um amigo querido. E para Frank, meu empresário, obrigado, Frank, por toda sua ajuda nessa coisa. E todos da Rhino que fizeram a embalagem tão linda. Obrigado."

Via FAR OUT.

Assista Mitchell pegar seu Grammy abaixo.

Foo Fighters e Dream Theater faturam os prêmios de rock e metal no Grammy Awards 2022

O Foo Fighters foi homenageado em três categorias na pré-cerimônia do 64º Grammy Awards, que aconteceu ontem à noite (domingo, 3 de abril) no MGM Grand Garden Arena em Las Vegas. A banda ganhou  o gramofone pela "Melhor Performance de Rock" por "Making A Fire", "Melhor Canção de Rock" por "Waiting On A War" e "Melhor Álbum de Rock" por "Medicine At Midnight".

O grupo tocaria na festa deste ano, mas cancelou a apresentação após a morte do baterista Taylor Hawkins.

Embora os membros não tenham aparecido no evento, a transmissão do Grammy ainda prestara homenagem a Hawkins. O executivo da CBS, Jack Sussman, disse previamente à Variety: "Vamos honrar sua memória de alguma forma. Queremos descobrir qual é a coisa certa a fazer que seja respeitosa com todos os envolvidos. Somos pacientes. Estaremos planejando até o muito fim."

Stevie Nicks faz poema comovente em homenagem a Taylor Hawkins: 'I Feel the Pain' ("eu sinto a dor").

O cancelamento do Grammy da banda ocorreu dias depois que a banda cancelou oficialmente todos os seus shows anunciados anteriormente, explicando que eles estavam aproveitando "este tempo para lamentar, curar, aproximar nossos entes queridos e apreciar todas as músicas e memórias que fizemos juntos."

Hawkins morreu em um hotel em Bogotá, Colômbia, em 25 de março. Autoridades locais disseram que uma ambulância foi enviada ao hotel depois que um homem relatou ter dores no peito. O baterista, de 50 anos, não respondeu aos esforços de ressuscitação e foi declarado morto, disse o departamento de saúde da cidade.

Em 26 de março, o gabinete do procurador-geral colombiano anunciou que Hawkins tinha opióides, maconha e outras drogas em seu sistema antes de morrer. Um relatório toxicológico mostrou vestígios de 10 substâncias em seu corpo, incluindo antidepressivos.

Além de Hawkins, também recebera homenagens póstumas da academia, Charlie Watts, baterista dos Rolling Stones, Dusty Hill, baixista do ZZ Top e a cantora brasileira Marília Mendonça.

Dream Theater

Já na categoria "Melhor Performance de Metal", o agraciado foi o Dream Theater, que foi indicado por "The Alien", faixa de seu álbum "A View From The Top Of The World" (2021).

O guitarrista  John Petrucci, recebeu e agradeceu pelo prêmio em nome da banda. "Uau, isso é absolutamente insano", disse ele em seu discurso de promoção. "Em nome de toda a banda, gostaria muito de agradecer a Academia de Gravação e todos que devotam seu apreço por nós. Você sabe, eles costumavam nos dizer que nossas músicas eram longas, usávamos assinaturas de tempo estranhas e muitas guitarras Nessa música está em 17/8, então tente embalar o pé com ela. Mas acabamos de ganhar um Grammy, então estou feliz que não ouvimos... Todos os fãs do DREAM THEATER ao redor do mundo, vocês são demais. Nós amamos vocês. fãs de metal, prog e prog rock e prog metal, a arte está viva."

Os indicados na categoria "Melhor Performance de Metal" foram os seguintes:

"Gênesis" - DEFTONES

VENCEDOR: "The Alien" - DREAM THEATER

"Amazônia" - GOJIRA

"Pushing The Tides" - MASTODON

"The Triumph Of King Freak (A Crypt Of Preservation And Superstition)" - ROB ZOMBIE.

Confira abaixo todos os indicados e ganhadores das categorias envolvendo rock e metal:

Melhor Performance de Rock:

VENCEDOR: “Making a Fire” – Foo Fighters

“Shot In The Dark” – AC/DC

“Know You Better (Live From Capitol Studio A)” – Black Pumas

“Nothing Compares 2 U” – Chris Cornell

“Ohms” – Deftones.

Melhor Música de Rock

VENCEDOR: “Waiting On A War” – Foo Fighters

“All My Favorite Songs” – Weezer

“The Bandit” – Kings Of Leon

“Distance” – Mammoth WVH

“Find My Way” – Paul McCartney.

Melhor Álbum de Rock

VENCEDOR: “Medicine At Midnight” – Foo Fighters

“Power Up” – AC/DC

“Capitol Cuts – Live From Studio A” – Black Pumas

“No One Sings Like You Anymore Vol. 1” – Chris Cornell

“McCartney III” – Paul McCartney.

Melhor álbum latino de rock ou alternativo

VENCEDOR: “Origen” – Juanes

“Deja” – Bomba Estéreo

“Mira Lo Que Me Hiciste Hacer (Deluxe Edition)” – Diamante Eléctrico

“Calambre” – Nathy Peluso

“El Madrileño” – C. Tangana

“Sonidos De Karmática Resonancia” – Zoé.