head> Confraria Floydstock: death metal
Mostrando postagens com marcador death metal. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador death metal. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 22 de novembro de 2022

Fenômeno da internet, Carniçal fará abertura dos shows do Hypocrisy e Samael em São Paulo

Banda de metal extremo de Nova Odessa ganhou destaque nas redes sociais por sua música e carisma.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

Um dos grandes fenômenos da internet na atualidade quando o assunto é metal extremo, a banda Carniçal, de Nova Odessa, foi confirmada pela Honorsounds como atração de abertura dos shows do Hypocrisy e do Samael, que acontece na Audio, dia 11 de dezembro (domingo).

O grupo de black metal Carniçal, formado por jovens músicos, ganhou grande exposição nas redes sociais, principalmente pela plataforma TikTok, com vídeos despojados mostrando a rotina de trabalho e shows, ou mesmo vídeos apenas se divertindo. Mesmo com uma postura menos sombria que outras bandas do estilo, musicalmente o trio formado por Matheus “Sototos” Castilho (vocais e guitarra), Felipe “Sombra” Rocha (bateria) e João “Mortificado” Siqueira (baixo/vocais) entrega um black metal cru e direto, com letras em português.

O Carniçal tem um álbum lançado, intitulado Inquisição Espiritual, de 2020. Porém, apenas depois de explodirem no TikTok é que o trabalho alcançou o grande público.

Hypocrisy e Samael

Os gigantes europeus do metal extremo, Hypocrisy e Samael, realizam e uma única apresentação no Brasil em dezembro. 

Os ingressos estão disponíveis através da plataforma Ticket360 e nos pontos de venda autorizados.

Todos os setores têm ingressos disponíveis na modalidade solidária, na qual qualquer pessoa pode adquirir doando 2 kg de alimentos não perecíveis para a campanha #corridacontrafome, iniciativa que une a paixão pela música com a caridade e a conscientização com a coleta de doações.

Lenda sueca do death metal, o Hypocrisy retorna ao país após oito anos, divulgando o aclamado álbum "Worship", lançado mundialmente pela Nuclear Blast e no mercado brasileiro pela Shinigami Records, e que obteve excelente retorno de público e crítica. No repertório, grandes clássicos de mais de trinta anos de carreira.

O Samael vem pela segunda vez ao Brasil, após uma década, trazendo um repertório especial, no qual executam na íntegra um de seus mais importantes registros: "Passage" (1996), até hoje é considerado por grande parcela dos fãs como o melhor disco da longa carreira do grupo suíço formado em 1987. A banda também promete tocar faixas importantes de outros álbuns.

Esta oportunidade única de conferir dois expoentes em ação é uma realização conjunta da Honorsounds em parceria com a Till Dawn They Count Brazil.

SERVIÇO

Data: 11 de dezembro 2022 (domingo)

Show principal: Samael, Hypocrisy

Abertura: Carniçal

Local: Audio

Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 694 – Água Branca – SP

Abertura da casa: 17h

Classificação: 18 anos (menores acompanhados dos pais ou responsável)

Capacidade da casa: 3.000 pessoas

Acesso para deficientes: sim

Área PNE: sim

Local para alimentação: sim

Wifi: sim

Onde comprar: https://www.ticket360.com.br/evento/25951/ingressos-para-samael-e-hipocrisy-worship-tour-2022

Funcionamento bilheteria Audio: Segunda a sábado das 13h às 20h (exceto feriados) – sem taxa.

Reckoning Fest traz 9 bandas para o Rio de Janeiro

Festival busca incentivar o retorno do rock para a noite carioca.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

O rock está firme e forte no retorno do Reckoning Fest, que acontece nos dias 9 e 10 de dezembro, no Imperator, na Zona Norte do Rio. Com nove bandas em seu lineup, esta é a maior edição do festival que ficou dois anos parado devido à pandemia. Idealizado pela Reckoning Hour, banda de metalcore do Rio, o evento traz diversos subgêneros do heavy metal para o palco no Méier, a fim de agradar todos os públicos: metal sinfônico, thrash e death metal, power metal, hardcore, grunge, entre outros!

No dia 9 de dezembro, o Reckoning Fest recebe as bandas Hatefulmurder, Lyria, Innocence Lost e Unnature, o detalhe é que todas elas contam com mulheres entre as integrantes. Já no dia seguinte, 10 de dezembro, os intervalos serão comandados pela DJ Cammy, enquanto o evento traz as bandas Circus, Impavid Colossus, AXTY, Odeon e a Reckoning Hour, que encerra o festival. O apresentador nos dois dias será Renan Sparrow.

Destaque da sexta-feira (9/12) o Lyria é o maior nome do metal sinfônico nacional e apresenta no palco do Imperator as canções dos discos “Immersion” (2018) e “Catharsis” (2014). Criada em 2012 por Aline Happ (voz), a banda traz  refrãos marcantes, arranjos bem trabalhados e temas de superação, o que levou a banda a acumular nas redes fãs de todos os cantos do globo, principalmente na Europa, Estados Unidos e Brasil. Além de Aline, o Lyria é formado por Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria).

Assista “Let Me Be Me”, do Lyria: 

Subindo ao palco no sábado (10/12), a Reckoning Hour traz 10 anos de experiência para o palco, sendo ela hoje uma das bandas de destaque da cena carioca de música pesada. Durante a sua trajetória, o grupo teve o reconhecimento de bandas internacionais e nacionais ao tocar junto ao Dream Theater, In Flames, As I Lay Dying, Sepultura, Angra, Rhapsody, Sabaton, Children of Bodom, Suicide Silence, The Black Dahlia Murder, Septic Flesh e Fleshgod Apocalypse. No repertório da apresentação, canções dos álbuns “Beyond Conviction” (2020) e “Between Death and Courage” (2016), além do novo single, inédito, que marca a nova fase da banda carioca. A Reckoning Hour é formada por Philip Leander (guitarra e backing vocal), JP (vocal), Cavi Montenegro (baixo), Johnny Kings (bateria) e Lucas Brum (guitarra).

Assista “Away from the Sun”, do Reckoning Hour: 

O Reckoning Fest é uma realização da Striker Produções em parceria com a Lighthouse Productions. O festival conta com apoio do Tomarock Produções, do Imperator - Centro Cultural João Nogueira e da SECEC - Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro.

Serviço:

Reckoning Fest 2022

Data: 9 e 10 de dezembro de 2022 (sexta-feira e sábado)

Horário: 17h (abertura dos portões)

Ingressos: R$ 50 (meia-entrada) l R$ 80 (passaporte dois dias*) l R$ 100 (inteira)

Compre online: https://www.sympla.com.br/evento/reckoning-fest-2022-reckoning-hour-bandas-convidadas/1719015

Classificação: 16 anos

Local: Imperator - Centro Cultural João Nogueira

R. Dias da Cruz, 170 - Méier - Rio de Janeiro/RJ

*valor mediante a doação de 1kg de alimento não perecível.

terça-feira, 8 de novembro de 2022

Semblant desiste de abrir para o Epica após cantora apoiar intervenção militar

Banda paranaense não participará mais dos shows das noites em São Paulo e Curitiba, nos dias 19 e 20 próximos.

A Semblant, que anteriormente afirmou que manteria seus próximos compromissos sem contar com sua vocalista, Mizuho Lin, ao microfone, hoje declinou da decisão, explicando nas redes sociais:

Informamos que a Semblant não mais se apresentará nos shows dos dias 19 e 20 de novembro, respectivamente em São Paulo (Audio Club) e Curitiba (Opera de Arame). Optamos por zelar pela segurança e bem estar de todos, público e banda, devido a proporção que a recente situação alcançou. Esperamos a compreensão de todos e que aproveitem o evento.

Com isso a banda não abrirá os aguardados shows do Epica na próxima semana, nas capitais paulista e paranaense, respectivamente.

O motivo foi o vídeo feito e postado pela cantora Mizuho Lin, apoiando antidemocraticamente uma intervenção militar, não reconhecendo a derrota de seu candidato presidencial.

quinta-feira, 3 de novembro de 2022

Semblant: banda afasta sua vocalista, Mizuho Lin, após ela fazer vídeo apoiando intervenção militar

Banda paranaense abrirá os shows do Epica em São Paulo Paulo e Curitiba, nos dias 19 e 20 de novembro próximos.

A vocalista do Semblant, Mizuho Lin, recentemente explanou em um vídeo publicado em suas mídias sociais, que os manifestantes atualmente fazendo bloqueios anti-democracia nas estradas dos estados do país inteiro, pedindo sobretudo um golpe militar por meio da intervenção direta das forças armadas no processo, deveriam tê-lo feio antes das eleições, alegando ter sido "burrice" esperar pelo resultado do pleito, que elegeu o ex-Presidente, Luis Inácio Lula da Silva, derrotando o atual chefe da nação, Jair Bolsonaro.

Disse a cantora:

Vocês viram que os caminhoneiros estão trancando tudo, as BRs tudo… gente. Caos. A ideia é que eles saiam dali só quando houver intervenção militar. Esse pedido já deveria ter sido feito muito tempo antes. As manifestações pró-Bolsonaro já deveriam ter feito esse pedido, mas o povo burro não pediu. Aí, agora, depois das eleições, depois do resultado, vai querer ficar putinho?

Povo brasileiro sendo burro como todo o sempre. Em vez de fazer as coisas antes, espera até dar m#rda para daí fazer. Mas é isso, vamos esperar as cenas dos próximos capítulos. Temos Bolsonaro até o final do ano e depois temos um ex-presidiário como presidente. Obrigadão aí a quem votou. Mas vamos esperar que o Brasil se f#da? Não, porque aí me f#do junto. Eu vou é esperar para que dê certo. Só não acho que isso vai acontecer, mas tudo bem.


Diante disso, o restante da banda Semblant reagiu, dizendo também nas redes:

A Semblant vem a público informar que lamenta profundamente o ocorrido referente a um vídeo postado em mídia social, proferido por um de nossos membros. A opinião dessa pessoa e o que foi declarado não representa a opinião da banda e, por isso, todos nós pedimos desculpas.

A Semblant é formada por pessoas de diferentes pensamentos e estilos e, além disso, conta com uma equipe que trabalha com tanto afinco quanto seus músicos, movimentando e fomentando o cenário cultural.

Ressaltamos que esses pensamentos não refletem, de maneira alguma, a conduta ou pensamento da Semblant. A banda, nesses quase vinte anos de trabalho sério e dedicado, sempre teve a música como foco principal. A música, a arte e o metal são totalmente atrelados à democracia e à liberdade, e são esses os princípios nos quais a banda acredita, em suas diferentes formações.

A Semblant repudia também toda forma de preconceito, opressão ou ações contra a democracia.

Informamos ainda que, visando respeitar o trabalho de todos os demais envolvidos na turnê, a Semblant anuncia que substituirá a participação deste membro para as próximas apresentações já agendadas, em respeito ao público e ao evento.

Mizuho também integra a recém formada banda The Erinyes, que conta também com mais duas vocalistas: a francesa Justine Daaé (Elyose) e a italiana Nicoletta Rosellini (Kalidia, Walk in Darkness). 

quarta-feira, 26 de outubro de 2022

Review: Black Label Society - Audio, 23/10/2022

Crédito: Leca Suzuki   

O Black Label Society realizou uma turnê pelo Brasil tocando nas principais capitais e eu como grande apreciador da banda fui conferir a Doom Crew na Áudio aqui em São Paulo. 

O frontman e guitar hero Mr. Zakk Wilde, também muito conhecido por ser o guitarrista do Ozzy sempre fez um trabalho sólido com BLS e em seu último álbum Doom Crew Inc. inovou trazendo um som mais refinado dividindo as guitarras com Nick Catanese mantendo sempre a pegada tradicional do BLS. 

Foi um showzaço de 90 minutos que pareceu muito pouco devido a energia e o setlist bem elaborado, a Doom Crew tocou sons de toda a discografia e trouxeram para o palco exatamente e arrisco dizer até melhor todo o peso bem elaborado de seus álbuns. 

O show abriu com as palhetadas cerradas e pesadas de "Funeral Bell", e a partir daí foi uma pedrada atrás da outra, "Destroy & Conquer, Overlord…" ate o momento em que o BLS migra pro Southern Rock e toca "The Blessed Hellride" e então mr. Wilde vai para o teclado e chama "In this River" super balada bem tocada porém é o momento em que muitos vão para o WC.

Nota de rodapé em relação aos instrumentos utilizados, não só Zakk Wilde mas como também Nick utilizam guitarras fabricadas customizadas para o Zakk Wilde, apesar das várias guitarras utilizadas no show terem o Bulls Eye elas não são mais as Gibson’s que ele utilizou por anos. Consta apenas um W no headstock. De qualquer forma possuem o mesmo som pois as Gibsons já eram customizadas. 

Quando Zakk abandonou de vez o teclado e voltou a empunhar suas “próprias” guitarras W, o apocalipse aconteceu, "Trampled Down Below", "Set You Free, Fire It Up" e em "Suicide Messiah" houve um momento apoteótico onde Zakk e Nick fazem um solo estendido que começa em estilo de duelo e os dois sobem nos retornos e com as guitarras nas costas aceleram as notas e começam a tocar juntos de maneira precisa e cirúrgica, fazem o final junto e dão um soquinho aéreo de comprimento. Todos vão a loucura! 

Aliás existe um clima no palco de camaradagem todos bebem juntos (cerveja em excesso) brindam, se cumprimentam e apesar da dificuldade de compreender o sotaque interiorano conseguia entender os agradecimentos “God Blessed you…

O deleite é encerrado com "Stillborn", som em que originalmente Ozzy canta junto com o mestre Wilde! Muitas palhetas e baquetas foram arremessadas (infelizmente não peguei nenhuma) e até as toalhas, pretas, foram presenteadas para os fãs! Grande espetáculo que espero rever em breve! Até mais 🤘🏻

Pelo confrade Aryan Ramuno.

Confira abaixo o setlist completo do show em São Paulo realizado em 23/10/2022:

1. Funeral Bell

2. Destroy & Conquer

3. Overlord

4. Heart of Darkness

5. A Love Unreal

6. You Made Me Want to Live

7. The Blessed Hellride

8. Spoke in the Wheel

9. In This River

10. Trampled Down Below

11. Set You Free

12. Fire It Up

13. Suicide Messiah

14. Stillborn.

terça-feira, 25 de outubro de 2022

Nita Strauss se junta à Alissa White-Gluz em clipe da canção "The Wolf You Feed"; assista

Ambas queriam trabalhar juntas "há anos" e finalmente aconteceu!

A mestra da guitarra, Nita Strauss lançou seu último single solo e apresenta ninguém menos que a vocalista do Arch Enemy, Alissa White-Gluz, nos vocais. A faixa, intitulada "The Wolf You Feed", é um heavy metal contundente não muito longe do estilo de metal mais radical do dia de trabalho de Alissa, e é retirado do próximo álbum de estúdio de Nita, que será lançado no próximo ano.

Se você olhar para as entrevistas antigas dos últimos dez anos, sempre que me perguntaram sobre colaborar com um vocalista no futuro, Alissa White-Gluz sempre foi o primeiro nome que saiu da minha boca”, explica Strauss. "Ela é realmente uma das minhas vocalistas e performers favoritas na indústria e criar essa faixa juntos foi tudo o que eu esperava que fosse.

Estou muito orgulhosa de lançar esta faixa, especialmente agora com tudo o que está acontecendo. Desta vez na história, seja na política, na música, nas mídias sociais ou em nossas vidas pessoais, foi uma visão reveladora dos dois lobos. de muitas pessoas por aí, e talvez essa música seja um lembrete de que todos nós temos a capacidade de escolher como responder às coisas.

A letra desta música foi inspirada em The Story Of The Two Wolves, uma lenda amplamente atribuída aos contadores de histórias nativos americanos", acrescenta a guitarrista. "Um velho avô estava ensinando o neto sobre a vida: 'Há uma briga dentro de mim', disse ao menino. 'É uma luta terrível e é entre dois lobos. Um é o mal - ele é raiva, inveja, tristeza, arrependimento, ganância, arrogância, autopiedade, culpa, ressentimento, inferioridade, mentiras, falso orgulho, superioridade e ego.' Ele continuou: "O outro é bom - ele é alegria, paz, amor, esperança, serenidade, humildade, bondade, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé. A mesma luta está acontecendo dentro de você - e dentro de todas as outras pessoas , também.' O neto pensou por um minuto e depois perguntou ao avô: 'Qual lobo vai ganhar?' O avô simplesmente respondeu: 'Aquele que você alimenta'".

"Nita e eu finalmente pudemos colaborar, algo que nós dois queríamos fazer há anos!" diz White-Gluz. "The Wolf You Feed" é uma faixa de metal cativante com uma vibe muito legal. Eu mantive a analogia de 'dois lobos' como base ao longo da música enquanto jogava a dicotomia dos dois lados do cabo de guerra que todos nós temos dentro nós. Gravei minhas partes no meu estúdio em casa e foi um prazer absoluto construir essa música com Nita. Estou honrada por fazer parte disso! Mal posso esperar para fazer isso de novo!"

Assista ao vídeo do novo single abaixo. Strauss passou a maior parte deste segundo semestre em turnê com Demi Lovato, tendo feito uma aparição surpresa com Alice Cooper no início deste mês.

terça-feira, 18 de outubro de 2022

Hypocrisy e Samael se unem para show único e exclusivo em São Paulo

Lendas do metal pesado realizam show único em São Paulo.

Quer anunciar sua banda/artista/eventos/notícias/produtos musicais na Confraria? Mande seu material para confrariafloydstock@gmail.com

Duas verdadeiras lendas do metal pesado se unem para realizar um show exclusivo no Brasil. Os gigantes europeus Hypocrisy e Samael se apresentam juntos, como co-headliners, no dia 11 de dezembro (domingo), no palco da Audio, em São Paulo.

Os ingressos estão disponíveis pela plataforma Ticket360 e nos pontos de venda autorizados. Todos os setores têm ingressos disponíveis na modalidade solidária, na qual qualquer pessoa pode adquirir doando 2 kg de alimentos não perecíveis para a campanha #corridacontrafome.

O conceito do evento é uma realização da Honorsounds em parceria com a Till Dawn They Count Brazil que está organizando a turnê de ambas as bandas.

Hypocrisy

O Hypocrisy traz ao Brasil a turnê de Worship, o 13º álbum da carreira, lançado no ano passado e disponibilizado no Brasil pela Shinigami Records. Este trabalho foi lançado oito anos após "End of Disclosure" (2013), porém, a espera dos fãs foi totalmente compensada com um disco sólido, com muita agressividade e melodia, da mesma maneira que a banda vem entregando há décadas, porém, ao mesmo tempo, elevando o nível musical e de composição a um novo patamar ainda mais extremo. A recepção do público e da imprensa especializada comprovam o grande sucesso deste que é um dos grandes álbuns da carreira do grupo sueco.

Ícones do death metal melódico, estilo que foram desenvolvendo no decorrer da década de 1990 e aprimorando nos seguintes, o Hypocrisy é uma referência do metal extremo que comprova a cada disco sua relevância. Worship combina ideias inovadoras com o som clássico, entregando algo único. As gravações e mixagem foram feitas no estúdio Abyss, de propriedade do líder, guitarrista e vocalista Peter Tägtgren (também um renomado produtor e líder da banda Pain), na Suécia. A arte da foi feita pelo artista Blake Armstrong, cuja ilustração remete a história da relação da banda com a humanidade e os extraterrestres.

Samael

Oriundo da segunda metade dos anos 1980, o Samael iniciou sua jornada como um grupo de black metal, que com o tempo foi incorporando cada vez mais elementos eletrônicos e industriais, que criaram obras atemporais dentro de sua discografia. Em mais de três décadas de estrada, são mais de 100 músicas lançadas e cerca de mil apresentações ao redor do planeta. Neste tempo, colocaram no mercado álbuns importantes como o disco de estreia "Worship Him" (91), um dos precursores do symphonic black metal, "Ceremony of Opposites" (94) e o industrial "Passage" (96).

São onze discos de estúdio, sendo o mais recente Hegemony (2017). Todavia, o Samael não parou neste tempo, realizando shows de grande expressão e sucesso em diversos países. Após uma década, esta será a segunda visita do grupo suíço ao Brasil.

SERVIÇO:

Data: 11 de dezembro 2022 (domingo)

Abertura da casa: 17h

Show principal: Samael, Hypocrisy

Classificação: 18 anos (menores acompanhados dos pais ou responsável) 

Local: Audio

Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 694 - Água Branca - SP

Capacidade da casa: 3.000 pax

Acesso para deficientes: sim

Área PNE: sim

Local para alimentação: sim

Wifi: sim

Onde comprar: 

https://www.ticket360.com.br/evento/25951/ingressos-para-samael-e-hipocrisy-worship-tour-2022

Funcionamento bilheteria Audio: Segunda a sábado das 13h às 20h (exceto feriados) - sem taxa

Charlotte Wessels lança clipe de "Lizzie", canção em colaboração com Alissa White-Gluz

Clipe sai como uma prévia do dueto que acontecerá no 1º show solo da cantora neerlandesa após sua saída do Delain.

Charlotte Wessels, ex-vocalista do Delain lançou hoje o clipe e "Lizzie", onde canta com a vocalista do Arch Enemy, Alissa White-Gluz.

A canção integra o álbum solo de estreia de Charlotte, "Tales From Six Feet Under" (2021) e fala foi inspirada no poema “A Silent Wood” (1860), de Elizabeth Eleanor Siddal.

Wessels lançou "Tales From Six Feet Under Vol. II", seu 2° álbum solo no dia 7 de outubro últiimo, via Napalm Records, que sucedeu "Tales From Six Feet Under" (2021) e novamente contou as 6 cordas com Timo Somers, seu ex-companheiro de Wessels no Delain.

No dia 23 de outubro próximo, a vocalista holandesa fará seu 1º concerto como artista solo, mostrando seu novo material ao público.

O show acontecerá no TivoliVredenburg na Holanda e ´contará com as participações especiais já anunciadas de Marcela Bovio, Elianne Anemaat e da própria Alissa White-Gluz.

Charlotte Wessels libera lyric video de "Toxic", 3ª canção de seu próximo álbum solo; assista.

Charlotte Wessels libera "Human To Ruin", 2ª canção de seu próximo álbum solo; ouça.

Charlotte Wessels lança clipe de "Against All Odds", canção de seu próximo álbum solo; assista.

Em nota, a cantora discorreu sobre o lançamento:

"Tenho o orgulho de anunciar o meu segundo full-lenght auto-produzido: "Tales From Six Feet Under Vol. II", que será lançado no dia 7 de outubro de 2022. Pré-saves e pré-encomendas estão abertas agora através de charlottewessels.nl

Desde maio de 2020, tenho estado a escrever e a gravar uma nova música todos os meses na minha caverna "Six Feet Under Studio", alimentada por - e lançada para a minha unida comunidade Patreon. Este álbum não estaria lá sem eles. Estou entusiasmada por me juntar novamente à @napalmrecords para partilhar uma nova coleção destas faixas com um público mais vasto.

Com "Tales From Six Feet Under" (2021) lancei para o mundo as minhas faixas favoritas do primeiro ano desta empreitada, e o próximo álbum "Tales From Six Feet Under Vol. II" é a sua contraparte, com as minhas faixas favoritas do segundo ano. Definitivamente existem diferenças entre os dois, com o segundo inclinado mais para o lado mais pesado, mas eles pertencem um ao outro.

A arte da capa, feita pelo inimigo @maarten.donders foi feita para refletir essa conexão, e um movimento em direção à luz. Porque não se pode ficar na caverna para sempre: Tales Vol. II, lançado no dia 7 de outubro, bem a tempo antes do meu primeiro show ao vivo no dia 23 de outubro no @tivolivredenburg - tornando-o efetivamente um show de lançamento duplo para ambos "Tales Fix Feet Under I e II". Mal posso esperar para voltar lá.

Assista ao clipe de "Lizzie" no player abaixo:

Tracklist ("Tales From Six Feet Under Vol. II"):

01 Venus Rising
02 Human To Ruin
03 The Phantom Touch
04 Against All Odds
05 A Million Lives
06 The Final Roadtrip
07 Good Dog
08 Toxic
09 I Forget
10 Utopia

sexta-feira, 14 de outubro de 2022

Gojira lança novo single "Our Time Is Now"; ouça

Canção integra a trilha sonora do game NHL 23.

Gojira liberou o single "Our Time Is Now", sua contribuição para a trilha sonora do game simulador de Hóquei NHL '23. Sobre a música, o vocalista e guitarrista Joe Duplantier disse:

Esta música vai para todos os lutadores lá fora, acendendo uma luz em um mundo sombrio. Se você se preocupa com algo significativo para você e sua comunidade. Se você está defendendo uma causa, se você mostra compaixão e solidariedade por aqueles cujos direitos são retirados, se você está em uma guerra defendendo seus direitos inerentes ou lutando contra o desmatamento, se você está defendendo os direitos dos animais, os direitos humanos , você é o relâmpago, a faísca que moldará nosso mundo. Sua hora é agora! Nossa hora é agora!

Descanse em paz jovem Masha Amini. Ela foi morta em Teerã por não usar seu hijab 'adequadamente' pela 'polícia da moralidade' e Descanse em paz todas vítimas de brutalidades durante os protestos que se seguiram à sua morte. Apoiamos as mulheres do Irã em sua luta, por se posicionarem contra a opressão!

Ouça "Our Time Is Now":

quarta-feira, 14 de setembro de 2022

Morreu David Andersson, guitarrista da banda Soilwork

O guitarrista do Soilwork, David Andersson, morreu, conforme a banda sueca de death metal melódico revelou aos fãs nesta quarta-feira (14 de setembro). O músico tinha 47 anos.

Andersson se juntou ao Soilwork em 2012 e permaneceu na banda até sua morte. O experiente guitarrista também foi membro da banda de hard rock The Night Flight Orchestra, juntamente com o vocalista do Soilwork, Björn "Speed" Strid.

Veja uma declaração da Soilwork abaixo.

"Estamos profundamente entristecidos hoje, pois trazemos a terrível notícia da morte de David Andersson", disse a banda nas redes sociais. "Ele era único e um homem brilhante de muitas maneiras. Ele foi nosso guitarrista por mais de 10 anos e teve um grande impacto na jornada musical do Soilwork."

Soilwork continuou: "Infelizmente, o álcool e a doença mental levaram você para longe de nós. Sentiremos muito a falta dele e continuaremos a carregar o legado musical do qual ele fazia parte. Nossas mais profundas condolências vão para sua família".

O grupo acrescentou: "Sempre grato pelo tempo que passamos com você e todas as boas risadas. Obrigado Dr. Dave. Vejo você do outro lado. Encorajamos todos a respeitar a privacidade da família e amigos de David nestes tempos trágicos."

O Soilwork foi formado em Helsingborg, Suécia, em meados dos anos 90 e lançou nove álbuns de estúdio quando Andersson entrou. Posteriormente, Andersson contribuiu para "The Infinite Living" (2013), "Beyond the Infinite" (2014), "Live in the Heart of Helsinki" (2015), "The Ride Majestic" (2015), "Death Resonance" (2016), "Verkligheten" (2019) e "Övergivenheten" ( 2022). Além da guitarra, ele tocou baixo e piano e muitos lançamentos do Soilwork.

Via LOUDWIRE.

quarta-feira, 31 de agosto de 2022

Jinjer em São Paulo

Banda ucraniana se apresentará em outubro próximo na capital paulista, pela perna latino-americana de sua atual turnê.

O ucranianos do Jinjer aportarão em São Paulo em outubro para se apresentarem no Carioca Club no dia 1º, trazidos pela Liberation Music.

Na mesma época o grupo da frontwoman Tatiana Shmailyuk também fará mais 3 shows pela América do Sul, mas precisamente em Bogotá, Buenos Aires e Santiago.

A banda vem divulgando o seu mais recente álbum, "Wallflowers" (2021).

Os ingressos já estão à venda e podem ser adquiridos neste link.

Em junho último os integrantes da banda receberam permissão das autoridades para deixar seu país devastado pela guerra e fazer uma turnê pela Europa neste verão europeu como embaixadores da Ucrânia.

Jinjer - Tatiana Shmayluk: “Espero que nenhum outro país experimente o mesmo que a Ucrânia”.

sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Arch Enemy e Behemoth anunciam 7 shows pelo Brasil

Apresentações serão pela turnê conjunta que as bandas farão pela América Latina este ano.

As bandas Arch Enemy e Behemoth anunciaram hoje uma turnê conjunta pela América Latina em novembro próximo, com a produção da Liberation MC.

O Arch Enemy vem divulgando o esu recém-lançado álbum "Deceivers"

Arch Enemy lança clipe de "The Watcher", com imagens feitas no Wacken 2022; assista.

Eis os locais e datas:

11/11 Belo Horizonte @ Mister Rock – clique aqui para comprar ingressos

12/11 Brasília @ Toinha – clique aqui para comprar ingressos

13/11 São Paulo @ Audio – clique aqui para comprar ingressos

15/11 Curitiba @ Tork’N’Roll – clique aqui para comprar ingressos

16/11 Porto Alegre @ Opinião – clique aqui para comprar ingressos

18/11 Rio de Janeiro @ Sacadura 154 – clique aqui para comprar ingressos

19/11 Limeira @ Mirage – clique aqui para comprar ingressos.

Michael Amott, guitarrista e líder do Arch Enemy deu a boa nova:

Como estamos passando por um período problemático e desafiador ultimamente, creio que todos nós precisamos de algo pelo qual esperar ansiosamente. Uma razão para acreditar, certo? Bem… aqui está ela!

Nergal, vocalista do Behemoth, que em breve lançará o seu 12º álbum de estúdio, “Opvs Contra Natvram”, declarou:

Depois de mais de um ano fora dos palcos, não podemos pensar em um retorno melhor às nossas legiões do que lhes oferecer uma performance de música nova e um evento memorável: uma combinação esmagadora de ARCH ENEMY e BEHEMOTH.

domingo, 14 de agosto de 2022

Arch Enemy lança clipe de "The Watcher", com imagens feitas no Wacken 2022; assista


The Watcher integra “Deceivers”, 11º álbum de estúdio do Arch Enemy, que chegou no dia 12 agosto último, via  Century Media Records.

O clipe foi feito com imagens registradas ao vivo na última edição do Wacken Open Air, no dia 6 de agosto.

O trabalho sucede "Will to Power" e já teve 5 canções previamente reveladas com vídeoclipes: "In the Eye Of The Storm": "Sunset Over The Empire", "Handshake With Hell", "House Of Mirrors" e "Deceiver, Deceiver" (confira todos os clipes, clicando nos links em vermelho).

Alissa White-Gluz lança sua 1ª canção solo.

Arch Enemy: Alissa White-Gluz fala sobre novo álbum, performance ao vivo e o futuro do metal.

Sempre é um desafio elevar o nível a cada trabalho, tanto na composição quanto na produção. Pode parecer um pouco assustador antes de entrarmos nisso. Mas uma vez que começamos e mergulhamos totalmente no processo criativo, é como se não houvesse mais nada no mundo. Ficamos muito focados.

Acredite ou não, na maioria das vezes, nos divertimos muito fazendo nosso som! Criar ‘Deceivers’ não foi diferente: mais uma vez desligamos o mundo exterior e entramos profundamente na zona artística. Acredito que desta vez trouxemos alguns temas musicais e líricos realmente interessantes, algumas coisas podem até levantar uma sobrancelha ou as duas, mas sempre mantendo todos os elementos de assinatura da banda." - disse o guitarrista Michael Amott.

Assista ao vivo no player abaixo:


Ouça o álbum na íntegra, via Spotify,  no player abaixo:

Tracklist:

Handshake With Hell

Deceiver, Deceiver

In The Eye Of The Storm

The Watcher

Poisoned Arrow

Sunset Over The Empire

House Of Mirrors

Spreading Black Wings

Mourning Star

One Last Time

Exiled From Earth

sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Arch Enemy lança o novo álbum "Deceivers"; ouça

Deceivers”, 11º álbum de estúdio do Arch Enemy, chegou hoje, via  Century Media Records.

O trabalho sucede "Will to Power" e já teve 5 canções previamente reveladas com vídeoclipes: "In the Eye Of The Storm": "Sunset Over The Empire", "Handshake With Hell", "House Of Mirrors" e "Deceiver, Deceiver" (confira todos os clipes, clicando nos links em vermelho).

Alissa White-Gluz lança sua 1ª canção solo.

Arch Enemy: Alissa White-Gluz fala sobre novo álbum, performance ao vivo e o futuro do metal.

Sempre é um desafio elevar o nível a cada trabalho, tanto na composição quanto na produção. Pode parecer um pouco assustador antes de entrarmos nisso. Mas uma vez que começamos e mergulhamos totalmente no processo criativo, é como se não houvesse mais nada no mundo. Ficamos muito focados.

Acredite ou não, na maioria das vezes, nos divertimos muito fazendo nosso som! Criar ‘Deceivers’ não foi diferente: mais uma vez desligamos o mundo exterior e entramos profundamente na zona artística. Acredito que desta vez trouxemos alguns temas musicais e líricos realmente interessantes, algumas coisas podem até levantar uma sobrancelha ou as duas, mas sempre mantendo todos os elementos de assinatura da banda." - disse o guitarrista Michael Amott.

Ouça o álbum na íntegra, via Spotify,  no player abaixo:

Tracklist:

Handshake With Hell

Deceiver, Deceiver

In The Eye Of The Storm

The Watcher

Poisoned Arrow

Sunset Over The Empire

House Of Mirrors

Spreading Black Wings

Mourning Star

One Last Time

Exiled From Earth