Confraria Floydstock: cinema

1XBET

1XBET
UTILIZE O CÓDIGO PROMOCIONAL 1x_431349 PARA DOBRAR SEU 1º DEPÓSITO
Mostrando postagens com marcador cinema. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador cinema. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Angie, ex-mulher de David Bowie, critica a cinebiografia "sombria" ‘Stardust’

"É mais triste do que um documentário de uma estrela"

A ex-mulher de David Bowie, Angie, criticou o novo filme biográfico "Stardust", chamando o filme de "perda total de tempo".

Em uma nova entrevista para o The Mirror, Angie Bowie, que foi casada com David Bowie entre 1970 e 1980, compartilhou sua aversão pelo filme e disse “David nunca o teria assistido”.

Deveria se chamar a história de Ron Oberman Whingeing and Whining”, disse Bowie, acrescentando: “Foi entediante. Eu não achei nada divertido. É mais triste do que um documentário de uma estrela. Era muito neutro e sem graça e sem a música, não há nada.

Comentando sobre o fato de que Stardust não apresenta nenhuma música do artista, ela continuou: “As únicas pessoas que iriam assistir são pessoas obcecadas por celebridades. Bowie era músico. E onde estava a música?

Angie Bowie também notou várias imprecisões no filme, incluindo uma discussão entre ela e David quando ele voltou a Londres depois de tentar fazer sucesso nos Estados Unidos.

Não foi nada disso”, disse ela. Nosso casamento não estava à beira do colapso. Isso veio muito depois. Não estava preocupado com nada, estava de muito bom humor. Eu estava me divertindo muito em Londres. Eu não estava de plantão 24 horas por dia.

O personagem que me interpreta diz que eu queria que Davi e eu fôssemos rei e rainha, mas isso não é verdade.

Bowie acrescentou: “Eu queria que a carreira de David fosse incrível e depois queria perseguir meus sonhos de dirigir e atuar. Eu não queria ser uma rainha."

Em uma crítica de quatro estrelas de "Stardust", a NME disse que "o filme funciona muito melhor, então, como um filme revelador de viagem ao invés de um filme biográfico", chamando a performance de Flynn de "lindamente problemática".

Via NME.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Mötley Crüe: escândalo do vazamento de vídeo íntimo de Tommy Lee e Pamela Anderson irá virar série

Pamela Anderson e Tommy Lee

O Hulu teve seu quinhão de séries de alto nível, mas o streamer agora está definido para traçar o perfil de um dos casais mais icônicos de Hollywood e o escândalo que abalou a indústria quando se trata da privacidade das celebridades.

Fontes disseram ao Deadline que Lily James e Sebastian Stan estão a bordo para interpretar a ex-estrela do Baywatch, Pamela Anderson, e o baterista do Mötley Crüe, Tommy Lee, em uma nova série limitada do Hulu sob o título provisório de "Pam & Tommy". O relacionamento do casal rockstar dominou os tabloides por anos, incluindo o escândalo de quando sua fita de sexo de sua lua de mel foi roubada e vazou para o público. Seth Rogen está a bordo para interpretar o homem que roubou a fita, com o diretor de "Eu, Tonya", Craig Gillespie, dirigindo a série e Rob Siegel escrevendo. Rogen também está produzindo o projeto junto com seu parceiro Evan Goldberg por meio de sua bandeira Point Gray junto com Dylan Sellers por meio da Limelight, Dave Franco e Sue Naegle e Megan Ellison no Annapurna. A série de oito episódios será filmada na primavera americana.

Point Gray liderou o desenvolvimento enquanto Rogen e Goldberg trouxeram a ideia original para a mesa.

Embora o evento escandaloso desempenhe um papel importante na série, a história terá um grande foco no relacionamento deles, voltando ao romance turbulento que começou com ambos se casando depois de se conhecerem por 96 horas em 1995. A fita VHS vazada virou em uma disputa legal, com Anderson processando a empresa de distribuição de vídeo Internet Entertainment Group. Por fim, os Lee firmaram um acordo confidencial com o IEG. A partir daí, a empresa voltou a disponibilizar a fita para assinantes de seus sites, resultando no triplo do tráfego normal.

Anderson e Lee não estão envolvidos em Pam & Tommy, embora fontes digam que estão cientes, já que o projeto está em desenvolvimento desde o início deste ano, quando James foi contratado para interpretar Anderson. O projeto ganhou impulso nos últimos meses com a adição de Gillespie e Stan, e agora parece estar no caminho certo para a produção.

Via Deadline

Lily James, Sebastian James e Seth Rogen

segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Pink Floyd lança o filme "Delicate Sound of Thunder" com 30 minutos adicionais na web

O filme-concerto "Delicate Sound Of Thunder", do Pink Floyd, que chegara no dia 20 de novembro último, relançado em diversos formatos, agora está oficialmente disponibilizado na web, via Sony Pictures Home Entertainment.

O material pode ser adquirido ou alugado nas seguintes plataformas digitais: Apple TV (iTunes), Google Play, Microsoft Films &TV (Xbox) e PlayStation Store ; ou via Looke, NOW, SKY Play e Vivo Play (somente aluguel).

Registrado na apresentação do Pink Floyd em agosto de 1988 no Nassau Coliseum em Uniondale, Nova York, "Delicate Sound Of Thunder" foi direto para VHS e outros formatos em 1989. Os shows vieram como parte da turnê "A Momentary Lapse Of Reason" do grupo, primeiro sem o baixista Roger Waters e que marcara a volta, ainda que como músico contratado, do tecladista Richard Wright, além de contar com uma banda de apoio.

As gravações do "Delicate Sound of Thunder" também originaram um álbum ao vivo homônimo. O tracklist contém várias músicas de "A Momentary Lapse Of Reason", bem como clássicos do Floyd como “Time”, “Wish You Were Here”, “Money”, "Comfortably Numb” e muito mais. O filme foi restaurado, remixado e reeditado e traz 30 minutos adicionais.

Tracklist:

1. Shine on You Crazy Diamond, Parts 1-5

2. Signs of Life

3. Learning to Fly

4. Sorrow

5. The Dogs of War

6. On the Turning Away

7. One of These Days

8. Time

9. On the Run

10. The Great Gig in the Sky

11. Wish You Were Here

12. Us and Them

13. Money

14. Comfortably Numb

15. One Slip

16. Run Like Hell

Bônus:

1. Yet Another Movie

2. Round and Around

3. A New Machine Part 1

4. Terminal Frost

5. A New Machine Part 2

terça-feira, 17 de novembro de 2020

Pink Floyd: Nick Mason disponibiliza DVD ao vivo da Saucerful of Secrets para compra e aluguel on line

"Saucerful of Secrets: Live at the Roundhouse", chegara em 17 de abril último, em CD, DVD e Blu-ray, porém, anteriormente fora mostrado nos cinemas pelo mundo no dia 10 de março, trazendo de volta os primeiros anos do Pink Floyd executados por Nick Mason, o único membro da banda a ter tocado em todos os álbuns de estúdio do grupo, com sua banda atual, a Saucerful of Secrets.

Entrevistando Nick Mason: o homem do Pink Floyd em seu Saucerful Of Secrets

Capturado na Roundhouse de Londres, onde o Pink Floyd tocara alguns de seus shows mais reverenciados nos anos 1960, o filme apresenta um set list emocionante, incluindo canções oriundas da era Syd Barrett.

Apenas quatro músicas deste setlist já apareceram anteriormente em lançamentos ao vivo oficiais do Pink Floyd ou de seus membros. Todo o resto está sendo experimentado pela primeira vez desde suas apresentações ao vivo originais.

Agora a Sony Home Entertainment lançara o material nas plataformas digitais, para aluguel e compra via Apple TV (iTunes) e Google Play e via Now, Sky Play e Vivo Play, somente para alugar.

Assista ao trailer:


Assista ao clipe ao vivo de "Fearless", no player abaixo:


Tracklist:

1. Beginnings
2. Interstellar Overdrive
3. Astronomy Domine
4. Lucifer Sam
5. Fearless
6. Obscured by Clouds
7. When You’re In
8. Remember a Day
9. Arnold Layne
10. Vegetable Man
11. If
12. Atom Heart Mother
13. The Nile Song
14. Green is the Colour
15. Let There Be More Light
16. Childhood’s End
17. Set the Controls for the Heart of the Sun
18. See Emily Play
19. Bike
20. One of These Days
21. A Saucerful of Secrets
22. Point Me at the Sky

Sinopse oficial:

Nick Mason’s Saucerful of Secrets: Live at the Roundhouse é diferente de qualquer filme-concerto ligado à legendária banda Pink Floyd. É o mais perto de uma máquina do tempo, que vai nos transportar aos primeiros dias da banda. Nick Mason, o único integrante da banda que esteve presente em todos os álbuns de estúdio do Pink Floyd, se volta para os álbuns mais antigos do grupo acompanhado de Gary Kemp, Guy Pratt, Lee Harris e Dom Beken. Gravado nos celebrados shows da banda na casa Roundhouse, em Londres, onde Pink Floyd fez os mais memoráveis shows no início dos anos 60, o filme mostra uma trilha emocionante.

Especificações:

Duração: 186 minutos, aproximadamente
Classificação Indicativa: Livre
Plataformas digitais de aluguel e compra: Apple TV (iTunes) e Google Play
Plataformas digitais exclusivamente para aluguel: NOW, SKY Play e Vivo Play


A Banda:

Nick Mason – drums, gong, bell, percussion
Guy Pratt – bass, vocals, cymbals on "A Saucerful of Secrets", gong on "Set the Controls for the Heart of the Sun"
Gary Kemp – guitars, vocals
Lee Harris – guitars, backing vocals
Dom Beken – keyboards, programming, backing vocals

quarta-feira, 28 de outubro de 2020

"Stardust", cinebiografia sobre David Bowie, ganha 1º trailer. Assista

O filme "Stardust" retratará a primeira passagem do camaleão do rock pelos EUA em 1971, viagem essa que o inspirou a desenvolver seu alter ego Ziggy Stardust, protagonista do então vindouro álbum icônico "The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders From Mars".

O cantor ator Johnny Flynn (das séries "Lovesick" e "Genius") interpretará o jovem Bowie, enquanto a atriz Jena Malone (de "Jogos Vorazes") fará o papel de Angie, a primeira esposa de David Bowie.

Como David Bowie foi banido durante o pouso na Lua

A película contará ainda com Marc Maron (De "Glow), interpretando o executivo da gravadora do cantor e terá a direção de Gabriel Range ("A Morte de George W. Bush") com roteiro de Christopher Bell.

A estreia nos EUA está prevista para 25 de novembro próximo.

Assista ao 1º trailer no player abaixo:

sexta-feira, 9 de outubro de 2020

Stevie Nicks libera ‘Show Them The Way’, canção com Dave Grohl na bateria. Ouça

"Show Them The Way", novo single solo da cantora do Fleetwood Mac, chegara hoje (09/10), contando com Dave Grohl, líder do Foo Fighters, às baquetas.

Nicks revelara que a canção se inspira num sonho que ela tivera em 2008, onde ela, juntamente com  Martin Luther King, John Lennon, John Lewis, John Kennedy e Bobby Kennedy, participara de um evento político-beneficente.

Entre os dias 21 e 25 próximos, a cantora apresentará em diversos cinemas, o seu show "24 Karat Gold – The Concert", que em breve dará origem ao lançamento em formato doméstico "Live in Concert: The 24 Karat Gold Tour"

Ouça nos players abaixo, as versões original e acústicae logo após ao trailer de "24 Karat Gold – The Concert":

quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Duna: assusta ao trailer do novo remake, embalado pelo Pink Floyd


Duna, remake dirigio por Denis Villeneuve, da película famosa de 1984, que tivera David Lynch na direção, ganhara hoje o seu novo trailer ao som de Pink Floyd.

Uma versão da canção floydiana "Eclipse", embala a prévia do filme baseado no livro homônimo de Frank Herbert  (1965), que chegará no dia 17 de dezembro próximo.

Assista no player abaixo:


O elenco contará com Timothée Chalamet ("Me Chame Pelo Seu Nome") como o protagonista Paul Atreides, além de Rebecca Ferguson ("Missão: Impossível - Nação Secreta"), Oscar Isaac ("Star Wars: Os Últimos Jedi"), Josh Brolin ("Milk: A Voz da Igualdade", "Deadpool 2", "Vingadores: Guerra Infinita"), Stellan Skarsgård (filmes "Mamma Mia!", "Vingadores: Era de Ultron"), Dave Bautista (filmes "Guardiões da Galáxia", "Vingadores: Ultimato"), Zendaya ("Homem-Aranha: De Volta ao Lar"), David Dastmalchian (filmes "Homem-Formiga"), Stephen Henderson ("Um Limite Entre Nós", "Lady Bird: A Hora de Voar"), Charlotte Rampling ("45 Anos", "Assassin’s Creed"), Jason Momoa ("Aquaman") e Javier Bardem ("Onde os Fracos Não Têm Vez", "007 - Operação Skyfall").

sexta-feira, 4 de setembro de 2020

Pink Floyd: Roger Waters divulga o clipe ao vivo de "Money", do filme "Us + Them". Assista


O eterno gênio floydiano, Roger Waters, divulgara hoje clipe ao vivo de "Money", que integra o filme "Us + Them", dirigido por Sean Evans, já disponível nos formatos digitais e on demand.

Pink Floyd: Roger Waters e banda (à distância) tocam "Two Suns in The Sunset". Assista.

A película, que mostra o concertos da turnê homônima, findada em 2018, e ainda, cenas e entrevistas adicionais dos bastidores, fora mostrada nos cinemas em 2019 e chegara ao grande público em suas casas hoje (16/06), via diversas plataformas digitais e on demand, tais como Apple TV, Amazon Prime video e outras.

Em 2 de outubro próximo o filme/show chegará em CD, LP, DVD e Blu-ray.

Assista "Money" no player abaixo:


Assista "The Happiest Days Of Our Lives/Another Brick In The Wall, Part 2/Another Brick In The Wall, Part 3", no player abaixo:


Assista "Time" no player abaixo:


Tracklist:

Set I

1 Speak To Me
2 Breathe
3 One Of These Days
4 Time
5 Breathe (Reprise)
6 The Great Gig In The Sky
7 Welcome To The Machine
8 When We Were Young
9 Deja Vu
10 The Last Refugee
11 Picture That
12 Wish You Were Here
13 The Happiest Days Of Our Lives
14 Another Brick In The Wall Part 2
15 Another Brick In The Wall Part 3

Set II

16 Dogs
17 Pigs (Three Different Ones)
18 Money
19 Us And Them
20 Smell The Roses
21 Brain Damage
22 Eclipse
23 Vera
24 Bring The Boys Back Home
25 Comfortably Numb

quinta-feira, 20 de agosto de 2020

Pink Floyd: ‘The Delicate Sound Of Thunder’ será exibido nos cinemas


O filme-concerto "Delicate Sound Of Thunder", do Pink Floyd, chegará aos cinemas pela primeira vez. O filme será exibido na tela grande apenas uma noite, no dia 15 de outubro.

Registrado na apresentação do Pink Floyd em agosto de 1988 no Nassau Coliseum em Uniondale, Nova York, "Delicate Sound Of Thunder" foi direto para VHS e outros formatos em 1989. Os shows vieram como parte da turnê "A Momentary Lapse Of Reason" do grupo, primeiro sem o baixista Roger Waters e que marcara a volta, ainda que como músico contratado, do tecladista Richard Wright, além de contar com uma banda de apoio.

As gravações do "Delicate Sound of Thunder" também originaram um álbum ao vivo homônimo. O tracklist contém várias músicas de "A Momentary Lapse Of Reason", bem como clássicos do Floyd como “Time”, “Wish You Were Here”, “Money”, "Comfortably Numb” e muito mais. O filme foi restaurado, remixado e reeditado para a estreia no cinema. Os ingressos estarão à venda em 27 de agosto. Clique aqui para comprar.

Assista “Run Like Hell” no player abaixo:


segunda-feira, 29 de junho de 2020

terça-feira, 16 de junho de 2020

Pink Floyd: Roger Waters filme "Us + Them" chegou hoje nas plataformas digitais


O eterno gênio floydiano, Roger Waters, divulgara hoje o filme "Us + Them", dirigido por Sean Evans, nos formatos digitais e on demand.

Roger Waters: "Não há nada sobre mim no site e redes sociais do Pink Floyd porque sou banido por David Gilmour"
Pink Floyd: Roger Waters canta "Mother" durante seu isolamento. Assista

A película, que mostra o concertos da turnê homônima, findada em 2018, e ainda, cenas e entrevistas adicionais dos bastidores, fora mostrada nos cinemas em 2019 e chegara ao grande público em suas casas hoje (16/06), via diversas plataformas digitais e on demand, tais como Apple TV, Amazon Prime video e outras.

Assista Aqui.

Em 2 de outubro próximo o filme/show chegará em CD, LP, DVD e Blu-ray.

Assista "The Happiest Days Of Our Lives/Another Brick In The Wall, Part 2/Another Brick In The Wall, Part 3", no player abaixo:


Tracklist:

Set I

1 Speak To Me
2 Breathe
3 One Of These Days
4 Time
5 Breathe (Reprise)
6 The Great Gig In The Sky
7 Welcome To The Machine
8 When We Were Young
9 Deja Vu
10 The Last Refugee
11 Picture That
12 Wish You Were Here
13 The Happiest Days Of Our Lives
14 Another Brick In The Wall Part 2
15 Another Brick In The Wall Part 3

Set II

16 Dogs
17 Pigs (Three Different Ones)
18 Money
19 Us And Them
20 Smell The Roses
21 Brain Damage
22 Eclipse
23 Vera
24 Bring The Boys Back Home
25 Comfortably Numb

Motörhead: vida de Lemmy Kilmister vai virar filme


Via Blabbermouth

De acordo com o Deadline, o líder do Motörhead, Lemmy Kilmister, receberá a sua cinebiografia.

O vindouro filme, "Lemmy", será dirigido por Greg Olliver, que anteriormente dirigia o documentário de 2010 com o mesmo nome.

A película entrará em produção no próximo ano, com a VMI apresentando o filme no mercado virtual de Cannes. Ele trará a vida de Kilmister crescendo em Stoke-on-Trent, tornando-se um roadie para Jimi Hendrix e membro da seminal banda de rock psicodélico Hawkwind antes de formar o Motörhead.

Andre Relis, da VMI Worldwide, produzirá, ao lado de Damon Lane. O roteiro foi escrito por Medeni Griffiths, com roteiro adicional de Greg Olliver. Todd Singerman, manager do Motörhead e Steffan Chirazi, serão os produtores executivos. A produção provavelmente começará no início de 2021, dependendo das restrições do COVID-19.

"Tudo o que você ouviu sobre Lemmy provavelmente é verdade ... não porque ele estava adotando clichês do rock 'n' roll, mas porque ele os criava", disse Olliver. "Marlboro Reds e Jack Daniel's no café da manhã, velocidade no jantar - tudo verdade. Mas por trás daquela fachada de olhos de aço do rock 'n' roll havia também um homem atraente, complicado e com coração de leão que manteve o curso e nunca desistiu de tocar. Nós desenvolvemos cuidadosamente esta cinebiografia desde 2013, certificando-nos de permanecer fiéis a Lemmy, aos membros da banda Motörhead Phil Campbell e Mikkey Dee e a todas as outras pessoas que desempenharam papéis importantes na vida de Lemmy. um filme do qual se orgulharão.

É uma história de imensa importância cultural", acrescentaram Chirazi e Singerman, "se os últimos cinco anos de sua ausência nos ensinaram alguma coisa, é que ele era mais único do que alguém jamais poderia imaginar, porque ninguém toca na qualidade e pura liberdade do homem. Greg é uma parte profundamente confiável de nosso círculo, e estamos muito satisfeitos por ver este filme se concretizando".

"A música de Lemmy e do Motörhead teve uma grande influência na minha vida e experiência musical. Eles foram a banda que iniciou o crossover entre metal e punk, e o VMI não poderia estar mais empolgado em trazer essa história para a tela grande", disse Relis.

Lemmy morreu em dezembro de 2015 aos 70 anos, pouco depois de saber que havia sido diagnosticado com câncer.

Ele lidara com vários problemas de saúde nos últimos anos de sua vida, incluindo problemas cardíacos, forçando-o a reduzir seus famosos hábitos de fumar.

O Motörhead teve que cancelar uma série de shows em 2015 por causa da saúde debilitada de Lemmy, embora a banda tenha conseguido concluir uma última turnê européia duas semanas antes de sua morte.

terça-feira, 9 de junho de 2020

Thin Lizzy: documentário sobre Phil Lynott chegará ao cinema ainda em 2020


Via Blabbermouth

Um documentário sobre a vida e carreira de Phil Lynott do premiado cineasta irlandês Emer Reynolds será lançado nas salas de cinema irlandesas no 2º semestre.

"Phil Lynott: Songs For While I'm Away" incluirá entrevistas com Eric Bell, do Thin Lizzy, Scott Gorham, Darren Wharton, Adam Clayton do U2, Suzi Quatro, Huey Lewis, James Hetfield do Metallica e Midge Ure do Ultravox.

"Phil Lynott: Songs For While I'm Away" é um documentário que conta a história de como um jovem negro da classe trabalhadora de Dublin, nos anos 50, se tornou o maior astro do rock da Irlanda. Como vocalista do Thin Lizzy, Lynott era compositor, poeta, sonhador, selvagem. Contado extensivamente pelas palavras do próprio Phil e focado em algumas de suas canções icônicas, o filme chega ao coração de Philip, pai, marido, amigo, filho, ícone do rock, poeta e sonhador.

Reynolds disse: "Estamos muito satisfeitos que 'Phil Lynott: Songs For While I'm Away' - nosso filme sobre o lendário Phil Lynott - em breve chegará às telonas! Mal podemos esperar para compartilhá-lo com o público irlandês. e para celebrar Philip e sua vida e música extraordinárias".

As filhas de Lynott, Sarah Lynott e Cathleen Howard-Lynott, acrescentaram: "Como sempre, estamos incrivelmente orgulhosas de nosso pai e adoramos ter a oportunidade de olhar para o homem por trás da música com este filme".

Uma data exata de lançamento ainda não foi anunciada.

"Phil Lynott: Songs For While I'm Away" será disponibilizado pela Break Out Pictures, uma nova empresa irlandesa de distribuição de filmes e eventos fundada por Nell Roddy e Robert McCann Finn.

Desde sua morte prematura em 1986, Lynott deixou um legado musical que continua a influenciar e inspirar músicos em todo o mundo. Até o lendário Bob Dylan foi citado como lhe tendo rasgado elogios. Ao longo dos anos, as músicas de Lynott foram gravadas por uma variedade de artistas diversos, como Henry Rollins, The Corrs, Smashing Pumpkins, Randy Bachman, Huey Lewis, Metallica e The Cure.

quinta-feira, 14 de maio de 2020

Nightwish: Floor Jansen lança canção solo para documentário sobre os 75 anos do fim da 2ª Guerra. Ouça


"De Beelden Blijven" ou "War Child" integra o histórico documentário "Kinderen In Oorlog: 75 Jaar Later" ("Crianças em guerra: 75 anos depois"), alusivo aos 75 anos do fim da 2ª Grande Guerra, completados este ano.

Nightwish: "Human :||: Nature" traduz toda a riqueza da mente criativa de Tuomas Holopainen

Ouça no player abaixo:


Disponível também nos serviços de streaming, neste link.

terça-feira, 12 de maio de 2020

Debbie Harry, Alice Cooper, Cherie Currie e mais aparecem em novo documentário sobre Suzi Quatro. Assista ao trailer

Via Rolling Stone

Debbie Harry, Alice Cooper, Cherie Currie e mais aparecem no trailer de "Suzi Q", um novo filme sobre a pioneira estrela do rock feminina, que será lançado em breve.

Dirigido por Liam Firmager, o documentário narra a carreira de Quatro, desde seu início em Detroit até seu avanço em 1973. "Ela foi a primeira, quebrou o gelo e chutou as portas para nós", diz Cherie Currie na abertura do clipe. . "Se as pessoas a ignoraram, a culpa é deles".

"Muitas garotas tentaram ser Suzi Quatro", observa Cooper. "Mas quando está no DNA, você não pode fingir." Harry acrescenta: “Essa mulher tem muita energia, muito talento. Ela poderia ter feito qualquer coisa."

O filme também é estrelado por Joan Jett, Tina Weymouth, Kathy Valentine, das GoGo's, Donita Sparks, do L7 e Henry Winkler.

Ao longo de mais de quatro anos fazendo o filme, a idéia de que o status de Suzi foi esquecido nos EUA lentamente nos ocorreu - porque no resto do mundo todo mundo sabe que ela é a primeira e uma das mais importantes pioneiras do rock ", disse o produtor Tait Brady em comunicado. "E isso influenciou a direção do filme - tornou-se nossa missão corrigir a história."

Assista ao trailer no player abaixo:

quinta-feira, 16 de abril de 2020

David Bowie: assista ao 1º teaser do filme "Stardust"


O filme "Stardust" retratará a primeira passagem do camaleão do rock pelos EUA em 1971, viagem essa que o inspirou a desenvolver seu alter ego Ziggy Stardust, protagonista do então vindouro álbum icônico "The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders From Mars".

O cantor ator Johnny Flynn (das séries "Lovesick" e "Genius") interpretará o jovem Bowie, enquanto a atriz Jena Malone (de "Jogos Vorazes") fará o papel de Angie, a primeira esposa de David Bowie.

Como David Bowie foi banido durante o pouso na Lua

A película contará ainda com Marc Maron (De "Glow), interpretando o executivo da gravadora do cantor e terá a direção de Gabriel Range ("A Morte de George W. Bush") com roteiro de Christopher Bell.

As filmagens começaram em junho último e o lançamento estava previsto para 2020, porém, devido à pandemia do COVID-19, tudo deve atrasar..

Assista ao 1º teaser do filme no player abaixo:

quarta-feira, 8 de abril de 2020

Rolling Stones: Assista ao trailer do documentário sobre Brian Jones


"Rolling Stone Life and Death of Brian Jones" chegará no dia 12 de junho próximo, via Dudeski/Chip Baker Films / MVD Music Video Distribution, em DVD e nos streamings Amazon, Dish Network, Films Media Group, Google Play, Night Flight, Sling, Xbox e Vimeo.

A película, dirigida por Danny Garcia, estreara no no Regent Street Cinema, Londres, posteriormente sendo exibido nos EUA, Europa e América do Sul, sendo o 1º documentário sobre Brian Jones, guitarrista co-fundador dos Rolling Stones, que falecera em 3 de julho de 1969.

Assista ao trailer no player abaixo:

segunda-feira, 9 de março de 2020

Pink Floyd: filme do novo DVD ao vivo de Nick Mason chegará amanhã aos cinemas europeus e americanos


Havia um homem misturando tinta em uma bandeja na mesa de som, uma coisa interessante de ver quando chegamos a nossos assentos há quase um ano em abril de 2019 no Akron Civic Theatre.

Pouco tempo depois, enquanto os membros do Saucerful of Secrets, de Nick Mason, subiam ao palco, os resultados do que ele vinha fazendo se tornavam claros: globos de ameba como manchas dançavam na tela gigante atrás da banda, um elemento fascinante do que parecia como uma visão psicodélica através de um microscópio.

A Saucerful of Secrets mergulhou profundamente em uma versão tempestuosa de "Interestelar Overdrive", de "The Piper at the Gates of Dawn" (1967), a primeira de muitas canções extraídas dos anos primeiros do Pink Floyd, antes do "Dark Side of the Moon"

Nick Mason: Assista ao clipe ao vivo de "Fearless", prévia do novo Blu-ray/DVD/CD da Saucerful of Secrets

"Eu acho que é uma espécie de declaração de missão de certa forma", disse o baterista do Pink Floyd à UCR, rindo. "Você sabe, isso meio que define a cena.
Uma das coisas que preocupava a todos nós era que as pessoas pensariam, não quero dizer isso de maneira muito depreciativa, mas seria outra banda de tributo tocando 'Money' e 'Comfortably Numb' e 'Another Brick in the Wall' e assim por diante”, continua Mason. "Eu acho que essa coisa toda de 'Interestelar', com seu colapso e todo o resto, mostra basicamente o que temos em mente pelo resto da noite".

Para os fãs e o próprio Mason, o setlist foi uma viagem muito atrasada no tempo. O Saucerful of Secrets, nome tirado do último álbum do Pink Floyd com o seu primeiro líder Syd Barrett, trouxe várias músicas à superfície que foram negligenciadas por muito tempo na performance ao vivo. Em alguns casos, elas nunca foram antes tocadas em um concerto pelo Pink Floyd. Foi um tipo de programa de "cortes profundos" que os fãs geralmente desejam de seu grupo favorito, mas raramente conseguem.

Felizmente, a turnê inicial fora documentada com o "Live at the Roundhouse", um novo filme de concerto e lançamento de áudio que chegará em abril.

O filme em si será exibido em todo o país (EUA) nesta semana, na terça-feira (10 de março), por apenas uma noite, oferecendo aos amantes do Pink Floyd a chance de assistir ao concerto em som surround completo com ótima qualidade de vídeo. As filmagens documentadas são intercaladas com as performances, oferecendo uma visão interna de como a banda se uniu - e também detalha sua história individual com a música do Pink Floyd.

O grupo Saucerful of Secrets - Gary Kemp (guitarra, voz), Guy Pratt (baixo, voz), Lee Harris (guitarra) e Dom Beken (teclado), se reunira bastante organicamente, explica Mason.

"De certa forma, era uma versão muito antiga de como você cria uma banda, que são as pessoas de quem você gosta, decidindo que seria divertido trabalhar juntos", diz Mason. “Nós não tínhamos ideia, realmente. Eu certamente não tinha idéia se funcionaria ou não. Acho que reservamos dois dias na sala de ensaios. Era realmente uma sala bem bonita. Para simplificar, eu nem trouxe meu próprio kit de bateria. Acabamos de usar um que eles tinham na sala. No final do dia, todos nos entreolhamos e falamos: ‘Isso foi ótimo! Vamos fazer mais!'"

Menos de duas semanas após sua jam inicial, Saucerful of Secrets subiu ao palco, montando uma apresentação improvisada nos minúsculos Dingwalls em Londres. Foi um teste bem-sucedido que seria seguido por mais de um ano de datas de turnê, culminando com um show de encerramento de turnê em Varsóvia, Polônia, em julho de 2019.

Mason e o Saucerful of Secrets voltarão à estrada em abril, após o lançamento do "Live at the Roundhouse", começando com uma série de datas europeias. Ele diz que os fãs na América do Norte podem esperar shows adicionais em solo americano a partir de setembro.

Quando perguntado sobre Syd, o músico comentou:

"Acho que o julgamento ainda está de certa forma em termos do que realmente aconteceu com Syd, e acho que é algo que nunca será realmente respondido, porque existem realmente duas escolas de pensamento.
Uma era que ele estava tomando uma overdose de ácido, o que certamente é bastante provável. Mas também poderia ter a ver com o fato de que ele realmente não queria ser um deus do rock.
Ele realmente queria voltar e ser um pintor, e acho que agora sentimos que provavelmente, bem, certamente não fomos úteis, porque assumimos que isso significaria que ele estava bravo.
Penso que, em retrospectiva, podemos olhar para ele e dizer: 'Na verdade, talvez fosse assim que ele gostaria ou queria seguir'."

Li algo que você disse: 'Nós éramos os loucos', em certo sentido. Em certo sentido, é louco querer entrar nos olhos do furacão, não é? Em certo sentido, está dizendo o que Syd fez e disse: 'Não posso enfrentar isso porque é muito grande'.

"Acho que isso veio de uma conversa que acho que Roger [Waters] teve com o [psiquiatra] Ronnie Laing. Ele disse a Roger: 'Talvez Syd não esteja bravo; talvez nós somos os loucos.'"

Questionado sobre sua nova banda e se "parece que você está tocando melhor do que nunca", Nick respondeu:

"Oh, absolutamente, porque eu acho que o que é particularmente importante sobre isso, do meu ponto de vista, é um retorno à banda ao vivo e o extraordinário é que, na verdade, estávamos tocando músicas que eu toquei ao vivo há 50 anos, e a sensação é bonita da mesma forma."


É certo dizer que você não tocava ao vivo desde o Live 8 de 2005?

"Certamente em termos de tocar como uma banda e realmente ensaiar e fazer as coisas corretamente, em vez de participações especiais; provavelmente antes disso, provavelmente cinco anos antes do Live 8."

Isso meio que faz você voltar aos 20 e poucos anos por um tempo?

"Eu acho que provavelmente acontece. Eu estava muito consciente na primeira noite em que tocamos - era quase como voltar o relógio para 1967, a sensação de estar em um palco pequeno com uma banda com a qual você pode fazer contato visual e, no meu idade, fazer contato visual exige que eles estejam bastante próximos".

É um pouco de alívio também não ter Roger e David lá, para ser apenas seu projeto por um tempo?

"Oh sim, ser contratado pelo cozinheiro do navio e pelo capitão do navio é fantástico para mim."

De todos os bateristas que você já viu, de todas as lendas, quem era o seu favorito?

"Havia inevitavelmente mais de um, embora Ginger Baker fosse o baterista que realmente me colocou onde estou agora porque, ao ver Cream ao vivo, acho que eles estavam tocando no Regent Street Public, eu apenas disse: 'Agora, é isso que eu gosto de ouvir.
Eu estava tocando bateria, mas não com tanto entusiasmo. De repente, foi o baterista que na verdade era um parceiro igual no trio, em vez de ficar de costas para eles".


sábado, 29 de fevereiro de 2020

Assista ao trailer do filme sobre o desastre aéreo que vitimou o Lynyrd Skynyrd


"Street Survivors: The True Story of the Lynyrd Skynyrd Plane Crash" chegara no dia 16 de fevereiro último no no festival Hollywood Reel Independent Film, chegará em breve nos cinemas dos EUA e no dia 30 de junho próximo nos formatos domésticos, trazendo a tristíssima história do trágico acidente aéreo que vitimara 3 membros do aclamado grupo de southern rock.

Lynyrd Skynyrd no Brasil

A película integrará o Hollywood Reel Independent Film Festival, que ocorrerá entre os dias 12 e 27 de fevereiro próximos, no Staples Center, Los Angeles.

Assista ao trailer do novo documentário "I'll Never Forget You: The Last 72 Hours Of Lynyrd Skynyrd"

A produção tem a narração do baterista Artimus Pyle, um dos sobreviventes do acidente, que segurou em seu colo a backing vocal Cassie Gaines em sua agonia final. Ele também assina a trilha sonora.

Assista ao trailer no player abaixo:


Lynyrd Skynird: inicialmente, "Free Bird" não tínha "aquele final"

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Canção do Emerson, Lake & Palmer irá inspirar filme de ficção científica


Via Deadline

A Radar Pictures, que atuara como produtora executiva nos filmes Jumanji da Sony, garantiu os direitos de "Karn Evil 9", a canção futurista de 1973 da banda de prog-rock londrina Emerson, Lake & Palmer, para se desenvolver como um filme de ficção científica. O autor do best-seller do New York Times, Daniel H. Wilson, foi contratado para adaptar o roteiro, inspirado no título e nas letras criadas e gravadas pelos membros da banda, Keith Emerson, Greg Lake e Carl Palmer.

Centrado em uma sociedade que drenou todo o seu sangue com uma dependência da tecnologia, o filme explorará o mundo controlado por uma tecnocracia difusa e ditatorial. O anual "Karn Evil" - um ritual macabro de passagem - é a chance única de um jovem de experimentar uma liberdade desenfreada, antes de se subjugar à classe dominante. Quando as pessoas param de retornar de sua experiência com Karn Evil, o medo leva a uma revolução para derrubar o status quo e a inteligência artificial descoberta em seu coração.

Michael Napoliello e Maria Frisk produzirão para o Radar com total cooperação da gerência do ELP. Ted Field, que já produziu mais de 60 filmes, incluindo a franquia Jumanji, a franquia Riddick, Spring Breakers, The Last Samurai e Runaway Bride, atuará como produtor executivo em nome da Radar.

"O mundo visionário que o ELP criou com a gravação, "Karn Evil 9 "está muito mais próximo da realidade hoje", disse Field. "Nossa equipe da Radar está ansiosa para trazer essa visão de onde as coisas podem chegar à tela grande e além."

Wilson, o autor dos romances de ficção científica mais vendidos "Robopocalypse" e "The Andromeda Evolution", adaptara vários de seus trabalhos para a tela, mais recentemente escrevendo o roteiro de "Robopocalypse" para DreamWorks e Michael Bay.

"Estou incrivelmente empolgado em fazer parceria com Ted e Radar para explorar Karn Evil 9 - um mundo único e emocionante", disse Wilson. "Eu não podia pedir melhores colaboradores e mal posso esperar para ajudar a adicionar a franquia Karn Evil 9 à família Radar".

Os próximos projetos do Radar incluem a adaptação televisiva da épica série de fantasia de Robert Jordan, "The Wheel of Time", com a Amazon Studios e a Sony Pictures Television.