Confraria Floydstock: black sabbath
Mostrando postagens com marcador black sabbath. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador black sabbath. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 31 de março de 2021

Black Sabbath - Tony Iommi: "Eu não acho que o rock vai morrer"

O pai do metal respondera às reiteradas afirmações de Gene Simmons

Por anos, Gene Simmons do KISS expressou sua opinião, em várias ocasiões diferentes - de que “o rock está morto”. Em um artigo na revista Esquire em 2014, o baixista e cantor cuspidor de sangue forneceu citações como “Rock está finalmente morto” e “A morte do rock não foi uma morte natural. Rock não morreu de velhice. Foi assassinado.” No entanto, a lenda do rock Tony Iommi tem uma opinião diferente sobre o estado da música rock.

Black Sabbath e King Crimson - Tony Iommi sobre Robert Fripp e Toyah Wilcox: "Eu acho que eles enlouqueceram".

No início deste ano, Simmons reiterou sua afirmação de que “o rock está morto” em uma entrevista ao Gulf News e, em seguida, explicou totalmente sua teoria em uma entrevista à Heavy Consequence. Ele nos contou, entre outros motivos:

Aquele garoto que morava no porão da mãe decidiu um dia que não queria pagar pela música. Ele queria baixar e compartilhar arquivos. E foi isso que acabou com as chances da próxima geração de grandes bandas. O fato de a música ser gratuita. Então, hoje em dia, novas bandas não têm chance.

Ele também acrescentou:

A questão é, sim, o rock está morto porque se jogarmos o jogo de 1958 até 1988, que é 30 anos, você teria Elvis, The Beatles, Stones, Pink Floyd e assim por diante. E você pode ir para a parte pesada, que é o Metallica, o Maiden, se você quiser colocar o KISS aí, tudo bem. AC / DC, etc. Até U2, Prince, Bowie, Eagles. E então você começa as coisas disco, e Madonna, e essas coisas, e Motown, é claro. E então, de 1988 até hoje, quem são os novos Beatles?

Heavy Consequence também conversou recentemente com o guitarrista do Black Sabbath Tony Iommi, considerado por muitos como o “pai do heavy metal”. Quando perguntamos a ele o que ele pensava sobre Simmons dizendo repetidamente "o rock está morto", Iommi nos disse: 

"Eu não acho que o rock vai morrer. Isso tem sido dito há anos. Quer dizer, quantas vezes eu já ouvi essa afirmação nos últimos 50 anos? É bastante, realmente.

Ele continuou:

Acho que a boa música não vai acabar. Sempre haverá um mercado para isso. Haverá uma quantidade de bandas que cairão no esquecimento, como sempre há, sempre haverá. Mas há certas bandas que vão se destacar e vão estar lá. Você tem o Metallica aí, eles não vão desaparecer. Eles têm muitos fãs e uma ótima base de fãs. Existem muitas bandas por aí. Não, a música não vai embora.

Via Heavy Consequence.