Confraria Floydstock: Pink Floyd: Nick Mason "pasmo" com as alegações de bullying de Roger Waters

FRETE GRÁTIS PRIME / PARCELE EM ATÉ 10 VEZES

quinta-feira, 7 de outubro de 2021

Pink Floyd: Nick Mason "pasmo" com as alegações de bullying de Roger Waters

O baterista do Pink Floyd, Nick Mason, disse que ficou "pasmo" com as afirmações de Roger Waters de que foi intimidado enquanto estava na banda.

Mason recentemente conversou com o veterano escritor musical Jim DeRogatis na Coda Collection para discutir sua carreira de mais de 50 anos. Em um ponto, DeRogatis trouxe uma velha entrevista na qual Waters disse ao apresentador de podcast Marc Maron que o guitarrista David Gilmour e o tecladista Richard Wright "principalmente estavam sempre tentando me derrubar" e "estavam sempre tentando me derrubar".

"Estou um pouco pasmo com isso", respondeu Mason. “Eu acho que é uma forma um pouco emocional demais de colocar que havia algum tipo de divisão dentro da banda sobre ... Porque Roger sempre estava olhando além da música, de certa forma.

Acho que foi artificial, mas acho que possivelmente havia o lado que queria fazer infláveis ​​e filmes, além de música, e aqueles que só queriam fazer música”, continuou. "Mas eu não acho que eles foram maus com ele, particularmente. É difícil imaginar ser mau com Roger."

Fazendo uma última crítica a seu ex-colega de banda, Mason brincou: "Stalin foi intimidado".

Em outra parte da entrevista, Mason elogiou o falecido baterista dos Rolling Stones Charlie Watts, que ele não conhecia muito bem, mas ainda admirava muito. “Ele era [um] personagem absolutamente encantador, e eu só queria dizer algo sobre o que ele forneceu, suponho, para a banda”, disse Mason. "Porque alguém pode ficar um pouco empolgado com a técnica, particularmente com a bateria de certa forma. ... Eu não acho que Charlie jamais fez um solo de bateria com os Stones. Isso diz muito, eu acho, porque não era necessário. O que realmente importava era manter aquele ritmo para a banda. É um pouco o mesmo com Ringo [Starr], eu acho, que as pessoas subestimam o quão bom eles são naquele papel em particular."

Via UCR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário