Confraria Floydstock: Yes: Tony Kaye anuncia seu 1º álbum solo, "End Of Innocence"

1XBET

1XBET
UTILIZE O CÓDIGO PROMOCIONAL 1x_431349 PARA DOBRAR SEU 1º DEPÓSITO

terça-feira, 20 de julho de 2021

Yes: Tony Kaye anuncia seu 1º álbum solo, "End Of Innocence"

A lenda do teclado, Tony Kaye anunciara o lançamento de seu primeiro álbum solo, "End Of Innocence", em 10 de setembro de 2021 pela Spirit Of Unicorn Music (distribuído pela Cherry Red Records) para marcar o 20º aniversário do 11 de setembro.

Você pode encomendar o álbum aqui: https://www.cherryred.co.uk/product/tony-kaye-end-of-innocence/

Yes anuncia o novo álbum ‘The Quest’.

Tendo se aposentado da música em 1996, Kaye foi movido, pelos acontecimentos de 11 de setembro de 2001, a comprometer seus pensamentos e sentimentos em uma interpretação musical pessoal sincera.

"End Of Innocence" é um réquiem para aqueles que perderam suas vidas e todos aqueles tocados pelos horríveis acontecimentos de 11 de setembro. Principalmente orquestrado, "End Of Innocence" é uma suíte poderosa e emocional que é bela e sinistra, refletindo as forças das trevas em ação naquele dia. Orienta o ouvinte ao longo do dia e toca na resposta, para alcançar a esperança de que a paz e a calma prevaleçam.

Assim como muitos milhões, Kaye assistiu aos horrores do 11 de setembro em sua tela de TV. “No dia seguinte, desempacotei meus teclados pela primeira vez em muito tempo”, lembra Kaye. “Eu não sabia o que fazer. Foi uma daquelas coisas que aconteceu, inspiração a nível musical.

A suíte começa na noite antes do 11 de setembro, mas, enquanto a esposa de Kaye, Dani Torchia, canta uma canção de ninar inocente, tempestades ameaçadoras estão se formando. A bela abertura do 11 de setembro foi a primeira peça composta por Kaye, no dia seguinte. “Eu não tinha nenhum equipamento de gravação, apenas um gravador de fita cassete de 8 canais e algumas dessas gravações se tornaram o que você ouve agora.

Kaye continua a criar imagens vívidas da vida na cidade de Nova York e uma vibração ao redor do World Trade Center (285 Fulton Street) antes que o terror comece e capture os medos dos que estão nos aviões, o vôo 11 retratando as conversas que as aeromoças tiveram com a torre. A faixa inclui um solo de bateria poderoso do amigo de Kaye, Jay Schellen (Circa, Yes), refletindo as lutas a bordo.

Após o colapso das torres, Dani Torchia canta seu lamento Sweetest Dreams e o álbum olha para o Aftermath e os Heroes antes de se concentrar na resposta.

Eu queria, musicalmente, que tratasse daquele dia”, diz Kaye, “mas me senti compelido a estendê-lo para lidar com as repercussões do que aconteceu. Musicalmente, foi bastante desafiador fazer a cena de batalha e depois o Hope And Triumph, um hino patriótico e as consequências da guerra. O Marco Zero é a esperança para o futuro, a reconstrução.

A arte do álbum foi criada por Roger Dean, conhecido por seu trabalho com o YesS e Asia, imagens poderosas que refletem a jornada da música.

Tracklist:

Twinkle Twinkle Little Star/Twilight Time

911 Overture

NYC Blues

Battle Cry

285 Fulton Street

Let’s Roll

Tug of War

Flight 11

Towers Fall

Sweetest Dreams

Aftermath

Heroes

The Battle

Hope and Triumph

Homecoming

Ground Zero

Nenhum comentário:

Postar um comentário