Confraria Floydstock: O célebre show em que Bob Dylan fora vaiado por usar uma guitarra elétrica

quinta-feira, 22 de março de 2018

O célebre show em que Bob Dylan fora vaiado por usar uma guitarra elétrica


Em 28 de agosto de 1965, no Queens de Nova Iorque, um sisudo Robert Allen Zimmerman exortava os músicos de sua banda de apoio. Tudo poderia acontecer na segunda sessão do concerto de Forest Hills.

Como bárbaros capturados em terras distantes para lutar pela liberdade no circo romano, seu dever era entregar o melhor espetáculo possível.

Exageros à parte, a transição de Bob Dylan para a guitarra elétrica nos palcos (o primeiro registro fonográfico é "Bringing It All Back Home", também dividido em duas sessões pelo produtor Tom Wilson, o mesmo que apresentou Simon & Garfunkel a Thomas Edison) já foi comparada à estreia da Sagração da Primavera de Stravinsky, no Théâtre des Champs Élysées, em 23 de maio de 1913.

A reação da plateia nos dois casos foi igualmente apaixonada, metade traída e outra arrebatada em meio a aplausos e vaias (e gritos de "Judas", no caso de Forest Hills), enquanto dois mestres desmontavam habilidosamente um paradigma.

Após conquistar o status de líder do renascimento do folk americano, aclamado pela mídia como o porta-voz de uma geração, Dylan abriu mão de seu papel e fez-se escudar por uma equipe de guarda-costas eletrificados.

Nesse mesmo ano, em 24 de julho, no Festival de Folk de Newport, sua ligação umbilical com o movimento já havia sido rompida, segundo a lenda com um machado empunhado por Pete Seeger, que quis cortar a eletricidade que alimentava sua primeira apresentação com uma banda de rock (seguindo-se a uma primeira sessão acústica, como faria em Nova Iorque).

Depois de Forest Hills, Dylan seguiu em turnê pelos Estados Unidos e Europa, fazendo-se acompanhar nessa delicada missão pela intrépida The Band (The Hawks, à época) e sempre alheio às vaias....



Setlist:

She Belongs to Me
To Ramona
Gates of Eden
Love Minus Zero/No Limit
Desolation Row
It's All Over Now, Baby Blue
Mr. Tambourine Man
Tombstone Blues
I Don't Believe You (She Acts Like We Never Have Met)
From a Buick 6
Just Like Tom Thumb's Blues
Maggie's Farm
It Ain't Me, Babe
Ballad of a Thin Man
Like a Rolling Stone

Pelo confrade Renato Azambuja

Nenhum comentário:

Postar um comentário